Belo exemplo: vereador mais votado de Amapá do Maranhão é cassado por faltar nas sessões

O vereador “Baia” foi o mais votado, com 312 votos

A Câmara Municipal de Amapá do Maranhão tomou uma decisão que pode muito bem servir exemplo para os legislativos do Brasil: cassou o vereador mais votado no município, por ter faltado a mais de 1/3 das sessões, durante no ano de 2017. Segundo o regimento interno do poder Legislativo Municipal, as faltas configuram perda de mandato.

A denúncia contra o vereador Semais Ribeiro Gonçalves o “Baia” (PSL), foi feita pela Suplente, Maria das Dores de Oliveira Nascimento, conhecida popularmente como “Dorinha da Pesca”. O presidente da Câmara, Renato Araujo de Sousa (PR), constatou a fundamentação da denúncia, levou o caso ao plenário e o vereador faltoso foi cassado.

“Dorinha da Pesca” assume

Posteriormente, a denúncia foi lida, em plenário, e dado prazo de 10 dias para “Baia” apresentar sua defesa. O vereador agiu rápido, apresentou a defesa dentro do prazo, mas a mesa diretora não aceitou. Em cumprimento a Lei Orgânica do Município, a Câmara Municipal decretou a perda do mandato do parlamentar, a partir da quarta feira (28).

Seguindo o regimento interno da câmara, a suplente Maria das Dores de Oliveira Nascimento, a “Dorinha da Pesca” foi convocada para assumir a vaga na Câmara Municipal de Amapá do Maranhão, que realiza apenas duas reuniões por mês e cada vereador recebe de R$ 2.700,00. O vereador “Baia” conquistou 312 votos nas eleições de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *