Preso um dos suspeitos de matar o soldado do Corpo de Bombeiros em Balsas

O elemento foi reconhecido pelos moradores e preso

A Polícia Militar do Estado do Maranhão acaba de prender um dos suspeitos de matar o soldado do Corpo de Bombeiros, Rafael Pereira Vila Nova, morto na noite de sexta-feira, 27, na cidade de Balsas. O elemento estava foragido e escondido entre o Matadouro e a localidade Santa Elisa. O nome dele não foi revelado.

A prisão foi feita depois que um morador informou que voltava das comemorações do aniversário de Riachão, e ao passar de moto pela BR 230, perto do matadouro municipal, viu uma pessoa pedindo carona, com as características do assassino do militar.

O soldado Rafael deixou a esposa e duas filhas pequenas

O coronel Medeiros, acompanhado do major Gilberto e vários policiais em viaturas, cercaram o local, recebendo a cobertura de um helicóptero do CTA, que durante horas fez voos rasantes no mato fechado do local indicado, e prendeu o suspeito.

O covarde crime   

O latrocínio ocorreu no começo da noite de sexta-feira, 27 de abril, na cidade de Balsas. De acordo com informações da Polícia Militar, o soldado bombeiro militar, Rafael Pereira Vila Nova, que também atuava como corretor de veículos, recebeu ligações de supostos clientes interesados em  um carro negociado pela vitima.

Os criminosos encontraram Rafael e o irmão dele e entraram no veiculo para dar uma volta. Momentos depois, saíram no carro e anunciaram o assalto. Em seguida, os criminosos dispararam cinco tiros. Três acertaram Rafael que morreu no local. O irmão do bombeiro militar não foi atingido pelos disparos.

Depois do crime, os autores fugiram com o carro da vítima em direção a cidade de Riachão, e abandonaram o veículo em uma estrada vicinal, que sai da BR- 230, no trecho entre Balsas e Riachão, para a cidade de Nova Colinas. O corpo da vitima foi velado na cidade de Balsas, na região Sul do Maranhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *