CORRUPÇÃO!!!! Polícia Civil prende políticos e empresários em São Luís, Itapecuru-Mirim, Matões do Norte, Pirapemas e Bacabal

Polícia Civil está nas ruas cumprindo mandados de prisão

O Ministério Público do Maranhão (MPMA), com apoio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) e da Polícia Civil do Estado do Maranhão, realizaram, na manhã desta segunda-feira (29), uma operação conjunta para cumprir doze mandados de busca e apreensão. Foram apreendidos documentos, computadores, telefones celulares. Um dos alvos é o ex-prefeito de Itapecuru-Mirim Magno Rogério Siqueira Amorim.

A ação aconteceu simultaneamente nas cidades de Itapecuru-Mirim, Matões do Norte, Pirapemas, Bacabal e São Luís. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal do Termo Judiciário de São Luís da Comarca da Ilha, em atendimento ao pedido do Ministério Público.

O Procedimento Investigatório Criminal apurou que o Município de Itapecuru-Mirim realizou procedimentos licitatórios irregulares para a contratação de serviços de montagem e desmontagem de estrutura, iluminação de palco, gerador e contratação de bandas musicais para as festividades do Carnaval do ano de 2016. A licitação teria sido feita para beneficiar a empresa Jaime R. da Costa – ME. As ilegalidades foram cometidas na gestão do ex-prefeito Magno Rogério Siqueira Amorim.

O ex-prefeito de Itapecuru-Mirim, Magno Rogério Siqueira Amorim, é dos alvos da operação

Irregularidades

As investigações apuraram que o Pregão Presencial nº 021/2016, realizado pelo município de Itapecuru-Mirim foi conduzido em desacordo com o que regem o Decreto Federal nº 3.555/00, a Lei Federal nº 10.520/2002 e a Lei Federal nº 8.666/93.

Foram identificadas a inexistência de comprovantes de publicação do aviso de licitação, do comprovante de publicação do resultado do pregão e dos comprovantes de publicação do extrato do contrato, evidenciando o direcionamento do processo licitatório para que a empresa fosse vencedora.

Celulares, cmputadores e documentos já foram apreendidos

Foi constatado, ainda, que os serviços foram executados pela empresa M. Peixoto de Alencar, embora a empresa a empresa Jaime R. da Costa tenha sido contratada pelo Município. O ex-gestor contratou diretamente a empresa M. Peixoto de Alencar pelo valor de R$ 60 mil. Mas o valor do contrato licitado era de R$ 1.408.300,00.

Ônibus com sacoleiros do Maranhão capota e deixa mais de 40 pessoas feridas

Os passageiros, em sua maioria, são lojistas e vendedores autônomos de roupas.

Na noite de domingo (28/04), por volta de 21h30, um ônibus capotou na rodovia PI-213 entre Cocal e Viçosa do Ceará, deixando mais de 40 pessoas feridas. O fato se deu próximo a ladeira da localidade Jacarandá, na zona rural de Cocal, região Norte do Piauí. As informações são do Blog do Coveiro.

O ônibus envolvido no acidente foi um Mercedes-Benz Marcopolo Paradiso GVR, ano 2000, de cor branca, com placas de Teresina, ocupado por quase 50 pessoas.

Segundo informações, os passageiros, em sua maioria, são lojistas e vendedores autônomos de roupas vindos de cidades do Oeste Maranhense. O grupo viajava em caravana com outros três ônibus que retornavam da Feira do Mucuripe, em Fortaleza, com destino a Santa Inês, do Maranhão.

O acidente deixou o saldo de mais de 40 feridos. Duas mulheres ficaram em estado grave. Uma delas com suspeita de hemorragia interna e a outra com suspeita de fratura na bacia. Um bebê de três meses que estava no colo da mãe saiu ileso.

O motorista do veiculo envolvido no acidente e algumas vitimas informaram a Polícia Militar que os quatro coletivos seguiam em comboio e cruzaram direto pela Secretaria de Fazenda (Sefaz) do Ceará. Minutos depois, foram perseguidos e receberem ordem de parada de um carro de passeio, de cor branca e de modelo não identificado. O condutor relatou que ao tentar fugir da perseguição dirigindo em meio aos buracos de uma via estreita e que não possui acostamento, acabou saindo da pista e descendo a ribanceira, ocasionando no capotamento.

De inicio, a principal suspeita das vitimas é que o automóvel que estava perseguindo os ônibus é pertencente à Sefaz do Ceará, mas o motorista e alguns passageiros não souberam apontar com precisão se o carro era realmente da Sefaz ou se era de criminosos.

O acontecido mobilizou todos os servidores e profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Cocal, que realizaram os primeiros socorros às vitimas e as conduziram para a Unidade Básica de Saúde (UBS) São Pedro, onde receberam atendimento médico. Os pacientes que apresentavam ferimentos leves foram liberados após os procedimentos.

Equipes da Secretaria Municipal de Saúde de Cocal dos Alves e uma do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Buriti dos Lopes-PI deram suporte no atendimento aos acidentados. Mais de 20 feridos, com suspeita de fraturas, foram transferidos para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda) em Parnaíba.

A Polícia Militar, juntamente com agentes da Guarda Municipal e do Departamento municipal de Trânsito (Dmtrans) também atenderam a ocorrência controlando o fluxo de veículos no entorno do ocorrido e auxiliando as vitimas.

PRF identifica seis das sete pessoas mortas no acidente entre Van e carreta em Caxias

A Van, onde estavam as vítimas, deslocava-se do município de Mirador/MA para a cidade de Timon/MA, na divisa com o Piauí.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) identificou seis das sete pessoas que morreram no grave acidente, envolvendo uma Van e uma carreta, no povoado Baú, no cruzamento da MA-034 com a BR-226, na tarde de domingo (28), no município de Caxias, a cerca de 360 km de São Luís

A PRF divulgou, inicialmente, que seriam oito mortos no pavoroso acidente. Entretanto, na última atualização dos dados sobre o acidente, a informação foi corrigida. Quatro pessoas ficaram gravemente feridas e foram levada as hospitais da cidade de Caxias Maranhão.

Os mortos 

Os mortos identificados são Manoel Gomes de Araújo, Raimunda de Sousa Ribeiro, Ana Cleide de Sousa Ribeiro, Caroleide Costa Torres e Gentileza Gomes Ferreira, moradores do povoado Feira da Várzea, município de Sucupira do Norte.

Outra vítima identificada foi a professora Rita Maria Almeida Guimarães Tavares, esposa do sargento da Polícia Militar Edézio Tavares. A Van, onde estavam as vítimas, deslocava-se do município de Mirador/MA para a cidade de Timon/MA, na divisa com o Piauí.

Os nomes dessas vítimas foram divulgados pelo 33º BPM/Colinas, que lamentou as mortes. “Deixamos aqui os nossos mais sinceros sentimentos a todas as famílias enlutadas, parentes e amigos. O 33° Batalhão de Polícia Militar do Maranhão – Colinas, lamenta profundamente a morte das vítimas”, conclui a nota.

Manobra errada da van 

O acidente ocorreu por volta das 16h40, no quilômetro 75 da BR-226. Segundo a PRF, a carreta de cor azul bateu na lateral da van, que tentava fazer um retorno na rodovia no povoado Baú, zona rural de Caxias. A van tem placa da cidade de Mirador (MA) e levava os passageiros para o município de Timon (MA), na divisa com o Piauí.

“A manobra errada foi do condutor da van, que cruzou a pista sem respeitar a preferencial. O caminhão freou, mas não evitou a colisão”, informou a PRF. O condutor da van, que não teve a identidade divulgada, teve ferimentos leves e fugiu do local. Até as 22h45 ele não havia sido localizado.

Colisão entre carreta e van deixa 8 mortos e 4 gravemente feridos em Caxias

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que na tarde deste domingo (28), no km 75 da BR-226, município de Caxias, uma colisão transversal resultou na morte de 8 passeiros de uma van e deixou 4 feridos graves. Os mortos e feridos ainda não foram identificados.

Segundo a PRF,  por volta das 16h40, uma carreta de cor azul colidiu na lateral de uma van Renault/ Master EUR STDL3 em um retorno no povoado Baú, próximo a Caxias, na BR-226. A força do impacto provocou a morte de 8 pessoas no local e deixou mais 4 feridos graves.

Uma equipe da PRF da Unidade Operacional de Caxias encontra-se no local do acidente atendendo a ocorrência e fazendo os levantamentos. O SAMU e Corpo de Bomebeiros Militar também estiveram no local fazendo o atendimento das vítimas da tragédia.

VEJA COM VÍDEO!! Torcedor agredido a soco por Neymar diz que sangrou e quis prestar queixa na polícia

O torcedor afirmou que está chocado com tudo que aconteceu

O jornal francês L’Equipe, conversou com o torcedor agredido pelo jogador brasileiro Neymar, após a derrota do PSG na final da Copa da França. Identificado apenas como Edouard, o torcedor afirmou que está chocado com tudo que aconteceu. As informações são do UOL.

Ele declarou em entrevista que pensou em prestar queixa contra Neymar após levar um soco. “Chocado. Imediatamente a segurança do PSG veio até mim para me dizer que iríamos resolver a situação. Lá estava eu tremendo, meu lábio aberto e meu nariz sangrando”, afirmou.

Ainda segundo o jornal francês, Edouard, de 28 anos, foi convidado para comparecer ao jogo entre PSG e Rennes por um amigo que é jogador de futebol, mas não confirmou o nome desse colega. O torcedor se defendeu das acusações de que teria xingado Neymar, e afirmou que não insultou o brasileiro.

“Eu não o insultei. Disse a ele que eles, como um time, tinham sido nulos, e é o jogo, engloba toda a equipe. Quando os jogadores chegaram eu disse: ‘Vocês já eram. Viva o Rennes!”, disse Edouard, que não é torcedor do Rennes, clube campeão em cima do PSG, mas, sim, do Nantes.

Após a confusão, Neymar admitiu estar errado, mas disse não ter “sangue de barata”. O assessor de Neymar, Alex Bernardo, também saiu em defesa do jogador, e afirmou que a agressão foi “merecida” e que Edouard xingou o brasileiro.

Confira o vídeo: 

ASSISTA! Rapaz faz vídeo zombando de candidatos a emprego e acaba demitido

Paulo Roberto deveria analisar currículos e expôs concorrentes. Mesmo se desculpando nas redes sociais, não conseguiu recuperar trabalho

Funcionário de uma empresa em Campo Grande (MS), Paulo Roberto de Moraes gravou um vídeo, para suas redes sociais, zombando de currículos que ele deveria analisar e expondo os candidatos a uma vaga de emprego. A atitude foi fortemente criticada pelos internautas, e Paulo acabou sendo demitido.

Nas imagens, ele diz que, de “20 currículos [recebidos], um presta”. Além disso, mostra os dados dos candidatos, incluindo fotos.

Confira o vídeo de Paulo expondo quem procurava emprego:

A empresa de prestação de serviços em instalações elétricas informou, por meio de nota, que Paulo não faz mais parte do seu quadro de colaboradores. Completou ainda que não compactua com a atitude do ex-empregado, frisando que “não tolera atitudes de quebra de sigilo das informações”.

Confira a nota na íntegra:

A Empresa Avante Energia e Serviços não tinha conhecimento do vídeo postado, agradecemos a informação. Não compactuamos com a atitude tomada pelo funcionário que usou sua rede social particular postando vídeos e fotos sem autorização da empresa. A empresa Avante, através do seu representante legal, informa que não tolera atitudes de quebra de sigilo das informações e não tem a prática de utilizar redes sociais, mediante ao exposto informamos que o funcionário já não faz mais parte do nosso quadro de colaboradores.

Desculpas
Nessa terça-feira (23/04/2019), o rapaz pediu desculpas pela atitude, em um vídeo já deletado de suas redes sociais. Mesmo com o pedido, as críticas a Paulo continuaram.

“Apagou o pedido de desculpas. Deu tantas dicas bacanas, podia ter feito o vídeo sem humilhar as pessoas! A lei do retorno é linda, pois agora ele que vai mandar currículo!”, afirmou um usuário do Facebook.

“Gente! Seu idiota, brincando com pessoas que estão desempregadas. Isso não pode ficar assim. Vamos postar até chegar às mãos de seus superiores”, escreveu outro.

Modelo sofre mal súbito e morre na passarela do São Paulo Fashion Week

O modelo Tales Cotta Soares, de 26 anos, teve um mal súbito nO sábado (27) durante um desfile da São Paulo Fashion Week (SPFW), a semana de moda da capital paulista. Ele chegou a ser socorrido, mas a morte foi confirmada no começo da noite.

A organização do evento informou que o modelo participava do desfile da marca Också quando se sentiu mal, caiu na passarela e foi imediatamente atendido.

Ele foi levado pela equipe de socorristas com vida ao pronto-socorro municipal da Lapa, mas não resistiu.

Pelas redes sociais, a SPFW lamentou a fatalidade e prestou condolências à família. A marca Också também lamentou profundamente o falecimento e pediu orações.

Bastidores dos desfiles 

Em suas redes sociais, Tales mostrava orgulho pela participação na SPFW. Entre outras imagens, na sexta-feira (26) o modelo da agência Base MGT postou sua participação no desfile da Ratier Clothing.

Horas antes da fatalidade, neste sábado, Tales compartilhou imagens dos bastidores dos desfiles nas redes sociais, com imagens da passarela, das roupas e junto a outros modelos. Amigos deixaram mensagens lamentando a morte.

Neste sábado ocorreram os últimos desfiles da SPFW 2019, que começou em 22 de abril e foi realizada no espaço ARCA.

Perfil 

Nascido em Manhuaçu, interior de Minas Gerais, Tales Cotta se mudou aos 18 anos para Vitória (ES), onde começou a carreira na agência All Models.

Em uma entrevista à Harper’s Bazaar, ele falou sobre o início da carreira. “Sempre me dediquei aos estudos e me formei em educação física; logo depois, me mudei para São Paulo para investir mais na carreira de modelo e fui agenciado pela Base MGT”, comentou ele.

Cotta ainda chegou a falar sobre para quando deixasse as passarelas.

“A carreira (de modelo) é realmente muito curta e eu sempre achei válido ter um plano B, mas, na verdade, não pretendo seguir como profissional de educação física. Estou pensando em estudar gastronomia, já que adoro cozinhar e acho um curso muito interessante”, contou ele.

Antes disso, pretendia seguir carreira como modelo internacional. “A ideia agora é investir na carreira internacional. Talvez vá para Londres e aproveite para estudar gastronomia lá”, comentou ele, na ocasião.

Motoqueiro invade contramão e morre ao bater de frente em carreta Volvo em Açailândia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que uma colisão frontal entre uma moto e uma carreta causou a morte do motoqueiro no km 610 da BR-222 em Açailândia, a cerca de 440 km de São Luís.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 16h de sexta-feira (26), quando o motoqueiro invadiu a contramão e colidou com uma carreta Volvo/Fh 520 6X2T.

O motoqueiro foi identificado como Marcos da Silva. Ele teria causado o acidente após ter invadido a contramão da rodovia federal em um trecho de grande fluxo de veiculos pesados.

O motorista da carreta foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil em Açailândia para prestar depoimento. O corpo do motoqueiro foi encaminhado para o IML em Imperatriz.

Polícia fecha fábrica clandestina de armas e munições que abastecia crime organizado em Imperatriz

O 3° Batalhão de Polícia Militar, através do seu Serviço de Inteligência-SI fechou na sexta-feira, 27 de abril, uma fábrica clandestina de armas e munições, que segundo os militares alimentava o crime organizado em Imperatriz.  A fábrica foi descoberta durante diligências por volta de 13h30, na Rua Independência, no Parque Independência, que faz parte da Grande Santa Rita.

No local foi preso o monitor penitenciário: Ivan Rogério da Silva Santos, 46 anos, o proprietário da fábrica. Ivan Rogério informou a O PROGRESSO, que o local era apenas uma oficina de arma e costumava até limpar e consertar armas para os próprios policiais.

“Não fabrico armas, apenas conserto, faço limpeza e a maioria são espingardas e pistolas de pressão. A pistola ponto 40, Ivan disse que é de sua propriedade e tem registro, porque é monitor penitenciário”.  Entretanto, entre as armas têm pistolas, como uma ponto 40, e uma do tempo da segunda guerra usada pelos nazistas alemães.

No local foram apreendidas: 7 armas calibre 22, 4 armas calibre 38, 2 pistolas 380, 2 simulacros de arma de fogo, 1 espingarda 5.5, 1 munição calibre 50, 12 munições calibre 12, 3 munições calibre 20, 1 munição calibre 36, 19 munições pistola 380, 14 munições 7.62, 2 munições calibre 44, 1 munição calibre 32, 5 munições calibre 38, 4 munições de elatrometro, 1 par de algema, 1 faca, 1 capa de colete balístico, 3 brocas, 5 coronhas, 1 cano de arma, 1 serra de ferro, 2 jogos de mancho, 1 furadeira, diversos uniformes policiais, 1 prensa mecânica 1 maquita.

Segundo relato do 3° BPM, o Serviço de Inteligência, conseguiu informações através do disque denúncia (99-99224-8169), sobre um cidadão que estava fabricando armamentos e munições de forma clandestina e comercializando para facções criminosas na cidade de Imperatriz.

Então, iniciou-se um procedimento investigatório que resultou na localização do endereço citado acima, onde com a autorização do proprietário, a polícia constatou que de fato a existência de fábrica bélica.

O suspeito, Ivan Rogério da Silva Santos, juntamente com todo arsenal apreendido foram apresentados na Delegacia Regional de Polícia Civil, onde foram feitos os procedimentos pertinentes ao caso.

Casal é preso acusado de estuprar filha de 5 anos em ritual de magia negra em Barra do Corda

A Polícia Civil de Barra do Corda, coordenada pelo delegado Renilto Ferreira, prendeu, na sexta-feira (26), Valdeir Fernandes Ferreira e sua companheira Luana Cavalcante Alves, por crime de estupro de vulnerável.

A prisão temporária do casal foi decretada pelo Juiz Antônio Elias de Queiroga Filho, Titular da 1ª Vara de Barra do Corda. O casal é suspeito de ter estuprado a filha de Luana, uma criança de 5 anos de idade.

Após a prisão, Valdeir confessou que praticava atos sexuais contra a criança e afirmou que esses abusos eram praticados por ele, em companhia de sua companheira, mãe da vítima.

Emseu depoimento, o estuprador afirmou, ainda, que esses crimes eram praticados na casa do casal, em rituais sexuais de magia negra, onde havia a retirada de sangue de todos eles.

Esse esse sangue era ingerido pelos três e também introduzido com um objeto plástico, cilíndrico com formato aparente de um pênis, nas partes intimas (ânus e vagina) dos autores e da criança vítima.

Em seguida, após completarem o ciclo, Valdeir e Luana praticavam relações sexuais na frente da criança vítima, até que uma vela acesa no início do ritual se apagasse.

Segundo o estuprador, tais rituais já teriam ocorrido por seis vezes e havia um outro ritual marcado para o dia o próximo dia 15 de maio.

No entanto, em sua oitiva, Luana negou a ocorrência dos fatos narrados pelo companheiro. (Com informações do Minuto da Barra)