Mulher encontrada morta na UFMA era professora em Alcântara e morava no bairro São Cristóvão, em São Luís

Roseane Costa era professora de escola no município de Alcântara, no povoado Itamatatiua.

A Polícia Ciivil identificou o corpo da mulher que foi encontrada na manhã desta segunda-feira (11), dentro do Campus da Universidade Federeal do Maranhão (UFMA). Trata-se da funcionária pública municipal Roseane Costa, de 45 anos, que morava sozinha no bairro São Cristóvão.

A Polícia Civil chegou ao nome de Roseane após análise de impressões digitais, já que no momento da perícia não havia documentos junto ao corpo. A vítima apresentava marcas de agressões pelo rosto e indícios de que poderia ter sido esganada antes se ser morta.

A delegada responsável pelo caso, Viviane Fontinelle, diz que ainda aguarda laudo com a causa da morte, mas que tudo indica que trata-se de mais um caso de feminicídio. O caso está sendo acompanhado pelo Departamento de Feminicídios da Polícia Civil, localizado na Casa da Mulher Brasileira.

Até o momento, nenhum familiar de Roseane Costa – que também era professora de escola no município de Alcântara, no povoado Itamatatiua – foi até o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o reconhecimento do corpo. Agora, a polícia aguarda a liberação das imagens de circuito de videomonitoramento da UFMA para tentar identificar algum possível suspeito. (Com informações do MA10)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *