Merendeira aposentada realiza sonho e se forma em pedagogia aos 81 anos

Recém-pedagoga mora em Catanduva (SP) e trabalhava como merendeira. Após faculdade, sonho é fazer uma pós-graduação em psicopedagogia para poder dar palestras pela cidade.

Thereza pegou o diploma de pedagogia em julho deste ano — Foto: Arquivo Pessoal

Thereza pegou o diploma de pedagogia em julho deste ano — Foto: Arquivo Pessoal

Diferente das avós “convencionais” que fazem almoço de domingo, bolos para o café da tarde e crochês, Thereza Mualla Alduino, ou Dona Thereza, como é chamada, trocou as atividades de avó por uma faculdade de pedagogia.

Apoio da família e uma vontade incansável de estudar foram pontos importantes que fizeram a Thereza, de 81 anos, voltar para a sala de aula e se formar em pedagogia no final do mês de junho em Catanduva (SP). A festa de formatura será neste sábado (17).

Ela começou a faculdade em 2015 ao ficar em 15º lugar no vestibular. Segundo ela, o sonho de se formar sempre existiu, mas só se concretizou depois de se aposentar.

A idosa trabalhava de merendeira em uma escola da cidade e se encantava com as crianças e a vontade delas em aprender.

“Eu me aposentei e pensei que não podia ficar parada. Então, fiz três anos de supletivo e conclui o ensino médio”, afirma.

Ao relembrar o passado, dona Thereza explica que nunca parou de estudar. Antes de passar no concurso público para ser merendeira da escola, ela fazia aulas particulares, e depois que se aposentou, aos 70 anos, foi atrás de terminar os estudos.

Depois do supletivo, ela contou ao G1 que fez três meses de um curso técnico de química, mas não terminou por causa da dificuldade da matéria. Com isso, começou outro curso técnico em administração de empresas e pegou o diploma no início de 2015.

Foi então que começou a faculdade de pedagogia, onde convivia diariamente com pessoas mais novas e com quem compartilhava experiências.

“Às vezes eles até falavam brincando para eu ir fazer crochê, mas eu não gosto disso, eu gosto de estudar”, conta.

Thereza entrou na faculdade depois de se aposentar — Foto: Arquivo Pessoal

Thereza entrou na faculdade depois de se aposentar — Foto: Arquivo Pessoal

Dedicação

Segundo a neta, Aline Alduino, a avó sempre gostou de ficar com as pessoas mais novas e nunca parou no tempo. Ela conta que a avó gosta de estudar, mas gosta mais ainda de pesquisar receitas e assuntos interessantes pelo celular.

“Ela é uma pessoa que gosta muito de ficar entre os jovens. Gosta de estar por dentro e nunca parou no tempo. Tanto é que ela usa bastante o celular para procurar as coisas, como receitas e assuntos interessantes. Por mais que nunca faça a receita, gosta de estar por dentro”, conta a neta.

Dona Thereza diz que tem facilidade para procurar as coisas no celular, mas quando tinha que fazer alguma atividade da faculdade no computador, quem ajudava era a filha que mora com ela.

Aline ainda afirma a avó anotava tudo sobre as aulas no caderno e muitas vezes trocava o lazer pelos estudos.

“Ela anotava tudinho. O caderno sempre muito completo. Não ia pra faculdade só para marcar presença. Além disso, quando gente chama ela para viajar e ela não vai. Chamar para ir em algum restaurante é muito difícil dela ir. Na faculdade nunca faltou um dia ”, conta Aline.

Assembleia Legislativa realiza animada festa em homenagem ao Dia dos Pais

Em clima de confraternização e muita alegria, a Assembleia Legislativa, por meio do Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema), realizou, na tarde-noite de quinta-feira (15), uma animada festa em comemoração ao Dia dos Pais. O evento, realizado na Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), contou com a presença, dentre outras autoridades, do presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto (PCdoB), e da presidente do Gedema Ana Paula Lobato.

Comparecerem pais servidores, familiares, dirigentes da Assembleia, os deputados Zito Rolim (PDT), Dr. Yglésio (PDT) e o professor Marco Aurélio (PCdoB); o prefeito de Codó, Francisco Nagib (PDT), e o secretário de Estado de Articulação Política e Comunicação, Rodrigo Lago.

A Banda Mixtura Fina abriu o evento dando o tom de descontração e animação da festa com um diversificado repertório. Em seguida foi a vez da atração surpresa, a exibição da jovem dupla sertaneja integrada pelos irmãos Fernando e Franco.

O deputado Othelino Neto fez a saudação aos pais servidores, destacando a importância daquele momento de congraçamento, organizado com muito carinho pelo Gedema. “Essa é a forma que temos de cumprimentar cada papai servidor da Assembleia Legislativa. Desejo muitas felicidades a todos os papais aqui presentes, que Deus os abençoe e que tenhamos muitas alegrias no restante deste ano, para que possamos estar sempre em paz, sempre com esperança e sempre com fé de que as coisas melhorarão. Parabéns a todos!”, declarou.

A esposa do deputado Othelino e presidente do Gedema, Ana Paula Lobato, também se pronunciou, saudando os pais: “Sejam todos muito bem-vindos a essa festa que o Gedema preparou para vocês com toda dedicação e carinho. Desejo que seja uma noite muito divertida. Trouxemos um presente para vocês, a dupla Fernando e Franco, que foi a surpresa da noite. Espero que estejam gostando. Todo dia é dia de se comemorar quem a gente ama e quer bem. Vocês, pais, são heróis do dia a dia, são batalhadores. Parabéns! Divirtam-se porque essa festa é toda de vocês”.

Confraternização da família ALEMA

“Estou muito feliz em fazer parte do grupo de colaboradores da Assembleia e, mais ainda, como pai, de participar dessa belíssima festa promovida pelo Gedema. Esse é um momento especial porque celebramos o Dia dos Pais. O presidente Othelino e a Ana Paula têm o prazer de proporcionar este momento para abraçar e parabenizar cada pai da Assembleia. Também sou pai e abraço a todos os pais aqui presentes, desejando-os muitas felicidades”, afirmou o diretor geral da Assembleia, Valney Pereira.

Os deputados Zito Rolim, professor Marco Aurélio e Dr. Yglésio ressaltaram a importância da Assembleia comemorar o Dia dos Pais, parabenizando o Gedema pela realização e organização da festa. “É um ato de reconhecimento ao servidor da Assembleia, aquele que com toda dificuldade consegue conduzir sua família para o bem. Os pais da Assembleia são merecedores dessa linda festa. É o reconhecimento de cada pai servidor desta Casa”, frisou Zito Rolim.

O secretário de Estado de Articulação Política e Comunicação disse que veio trazer o abraço do chefe do poder Executivo, o governador Flávio Dino (PCdoB), a todos os pais servidores e felicita-los pelo transcurso do Dia dos Pais. “A Assembleia é uma parceira do Governo do Estado, deliberando, apresentando e aperfeiçoando propostas do governo. Estamos aqui, para juntos, abraçarmos os pais servidores da Casa do Povo”, complementou.

Sorteio de brindes

Durante a festa foram sorteados dezenas de prêmios. O presidente da Assembleia sorteou o primeiro prêmio e o agraciado da noite foi o servidor do gabinete da Presidência, Railton Campos Costa. “Estou muito feliz. Foi a primeira vez que fui sorteado numa festa dos pais. Gostei do prêmio. A festa está maravilhosa!”, declarou.

A festa dos pais da Assembleia teve como tema “Pai, educa, sonha, acompanha e luta” e foi encerrada com um jantar com cardápio variado, servido a todos os presentes, e um show com a Banda Mixtura Fina.

Avaliação

Para o servidor da Diretoria Financeira, Evandro Camargo Sousa, há 38 anos na Assembleia, pai de três filhos e avô de uma neta, a iniciativa da Assembleia de fazer a festa dos pais demonstra o compromisso da direção da Casa em valorizar e respeitar o servidor. “Sempre participei das festas da Assembleia. É um momento de integração dos servidores. A gente conhece mais pessoas e faz novas amizades. Gostei e parabenizo o Gedema pela organização”, ressaltou.

“Agradecemos o Gedema e o presidente Othelino Neto por promover essa festa. Nós, como pais, estamos felizes por estarmos compartilhando essa festa maravilhosa. É uma demonstração de respeito e consideração aos servidores da Assembleia por parte da Mesa Diretora e do Gedema”, disse o vice-presidente da Associação dos Servidores da Assembleia, Misael Dias Prazeres.

Eterno ator Beiçola relata dificuldades financeiras e diz que precisa de R$ 5 mil

O ator vive em Botafogo, no Rio, sozinho. “Não tenho família, não tenho ninguém para me encostar”

Marcos Oliveira avisa: precisa de emprego para pagar as contas. O ator de 65 anos, famoso por ter vivido por mais de uma década o Beiçola do seriado ‘A Grande Família’, atualmente sendo reprisado na Globo e no Canal Viva, está longe da televisão desde Deus Salve o Rei, ano passado, e, entre um projeto e outro de teatro, recorre aos amigos. “Artista só tem valor quando é jovem, artista velho vira bagulho, e eu não sou bagulho”, desabafou Marcos em entrevista.

O ator vive em Botafogo, no Rio, sozinho. “Não tenho família, não tenho ninguém para me encostar”, diz ele, que começou a fazer teatro nos anos 1960. “Sobrevivo da ajuda dos amigos”, conta Marcos – na quarta-feira (13), um deles, Thony Di Carlo, postou um vídeo no Facebook, explicando a situação delicada em que o ator se encontra e informando seus dados bancários para doações.

“Tem uma hora que fica humilhante pedir ajuda”, confessa Marcos, explicando a situação financeira em que se encontra. Para pagar todas as suas despesas, ele precisa de R$ 5 mil por mês. Em julho, o ator conseguiu fechar as contas, já que ainda recebeu pagamentos por alguns trabalhos – além de seus espetáculos, ele faz participações e presenças em eventos. Em agosto, ainda não sabe como fará. “Paguei a água, o gás e a luz, só”, avisa.

“Em setembro estreio no interior de São Paulo com minha peça Evolução, mas só vou receber em outubro. Até lá tenho que me virar”, conta Marcos, que tem outro projeto, para os meses de dezembro, janeiro e fevereiro, que diz ainda não poder dar mais detalhes. “Meu padrão de vida mudou, e eu tenho que acertar a minha vida. Preciso mudar daqui. O condomínio é R$ 1,7 mil e tem várias coisas que eu não uso, tem garagem que não posso alugar (sublocar)”, explica.

Contratado por obra na Globo, ele diz que o dinheiro de um trabalho como Deus Salve o Rei o ajuda a se manter por mais um tempo após sair do ar. “O problema é que o tempo passa”, desabafa, revelando que tem pouco contato com pessoas que poderiam ajudá-lo a voltar ao ar. “Não sei de mais nada”, diz ele, que afirma ter recebido R$ 600 de direitos de imagem pela reexibição de A Grande Família.

Marcos assume que ganhou muito dinheiro na época da série com Marcos Nanini e Marieta Severo, mas acabou gastando mais do que podia. “Tive um problema de saúde sério de uma fístula, precisei de home care, empregados para me ajudar…”, lembra.

Sem plano de saúde, o ator diz que sua prioridade é “lutar pela sobrevivência até dezembro”. Ele pensa em, como outros humoristas veteranos, seguir o caminho da internet. “Não entendo nada de tecnologia, nem no meu Instagram sei mexer. Mas um amigo vai me ajudar a fazer (um canal) no YouTube, mostrar meus personagens”, conta Marcos.

“Eu não nasci na televisão, as pessoas é que fantasiam que a minha vida é a televisão. Mas a minha realidade é o teatro. Só que a cultura nesse país, hoje, está acabando”, criticou o veterano. “Era para estar rico, mas minha situação de vida é carregar pedra. Não estou reclamando, ninguém tem obrigação de me sustentar”, avisa. “Só quero dar continuidade ao meu trabalho, porque eu vou trabalhar até os meus últimos anos de vida”, afirmou Marcos.

Associação dos Inativos da PM/BM comemora 30 anos de existência

Na última sexta-feira, dia 09 de agosto, a Associação dos Inativos comemorou 30 anos de existência em sua sede no bairro do Angelim. Participando do evento, o Tenente Coronel Amaral elogiou o trabalho do atual presidente da Associação dos Inativos, 3º Sargento PM Da Hora, eleito em julho de 2017. 

Sargento Da Hora agradeceu a presença do Tenente Coronel Amaral

O 3º Sargento PM Da Hora agradeceu a presença do Tenente Coronel Amaral que é presidente da associação dos oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão e aos demais militares que confiam nos trabalhos da atual gestão.

Tetente coronel Amaral disse que o militar inativo deve ser ouvido e prestigiado

“Parabéns Associação Pessoal Inativo e a todos os militares da Reserva e obrigado pela oportunidade como esta. Louvo a Deus por este dia e agradeço a todos os amigos que confiam e acreditam na minha proposta para administrar esta associação”, finalizou o presidente dos Inativos.

Tenente coronel Amaral sentado com o Subtenente Bayma

O Tenente Coronel Amaral destacou a atenção e a importância social para com os militares que durante muitos anos dedicaram suas vidas em prol da sociedade maranhense. “O militar Inativo deve ser ouvido, deve ser prestigiado e ter pelo Estado um cuidado social diferenciado pelos serviços prestados com o risco da própria vida ao longo de tanto tempo quando na ativa”.

O evento festivo foi marcado com música ao vivo e sorteio de brindes para os sócios presentes 

O evento festivo foi marcado com uma excelente música ao vivo, sorteio de brindes para os sócios presentes e o tradicional parabéns pelo aniversário da importante entidade.

ASSISTA! Casal é flagrado em vídeo fazendo sexo em um muro de igreja

Segundo a paróquia de Senhor do Bonfim, não é a primeira vez que acontecem coisas do tipo no local

Um casal foi flagrado em vídeo abraçado e supostamente fazendo sexodurante o dia encostado no muro da Catedral de Nosso Senhor do Bonfim, em Crateús, no interior do Ceará.

Em nota, a administração da paróquia reconheceu o local da filmagem como as paredes do templo e afirmou que não é a primeira vez que acontecem atos do tipo no local.

O bispo Dom Ailton Menegussi, responsável pela Diocese de Crateús, colocou que se preocupa com a deformação ética e a desorientação acerca de quaisquer valores morais e religiosos que vão se alastrando pela sociedade. “Espero que todas as pessoas indignadas como eu se comprometam em defender certos valores morais acerca da sexualidade humana”, pontuou.

Praticar ato obsceno, como sexo, em via pública é considerado crime pelo Código Penal e a pena pode ser de três meses a um ano de detenção, ou multa.

Confira o vídeo: 

URGENTE! Tribunal de Justiça manda soltar o ex-delegado Perdigão Freire

Na última segunda-feira (12), o Tribunal de Justiça do Maranhão concedeu Habeas corpus para o ex-delegado, de Esperantinópolis, Idaspe Perdigão Freire Júnior, depois de um ano de sua primeira prisão.

Perdigão foi preso depois de ser acusado de receber dinheiro para liberar veículos apreendidos, na cidade de Esperantinópolis, aonde o delegado exercia a função, na época mais duas pessoas foram presas. Uma parte desse tempo ele cumpriu em regime domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica.

Ao violar algumas regras no uso do equipamento no período de três meses, Perdigão foi novamente preso. A liberdade do delegado foi concedida em razão do excesso de prazo para a conclusão do julgamento em primeiro grau.

Atualmente Idaspe Perdigão responde ao processo administrativo disciplinar para o cargo de Delegado. O Habeas corpus foi impetrado pelos advogados Jose Carlos Santos, Pedro Jarbas, Berilo Freitas e Samuel. (Carlos Barroso)

Morre no Hospital Socorrão I o cantor e compositor “Makarra”, autor do “Boi de Lágrimas”

Morreu na manhã desta quarta-feira (14) o cantor e compositor Raimundo João Pinheiro Júnior, conhecido por todos como “Makarra”.  Ele estava internado na UTI do Hospital Municipal Djalma Marques, o “Socorrão I”, desde o dia 13 do mês passado, quando sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Seu estado de saúde era muito delicado.

Morador do Bairro da Madre Deus, o cantor e compositor “Makarra” é autor de vários grandes sucessos, entre eles “Boi de Lágrimas”, que ficou conhecido por meio do Boi Barrica e gravada por vários artistas maranhenses,  como famosa cantora Alcione Nazaré. (O Informante)

Câmara prova projeto de Osmar Filho que cria Dia Municipal de Defesa das Prerrogativas da Advocacia

Osmar Filho é o autor do projeto que fixa no calendário oficial de eventos de São Luís o Dia Municipal de Defesa das Prerrogativas da Advocacia

O plenário da Câmara Municipal de São Luís aprovou na última segunda-feira (12), em primeiro turno, projeto de lei nº 092/19, de autoria do presidente da Casa, vereador Osmar Filho (PDT), que estabelece no calendário oficial de eventos da capital o Dia Municipal de Defesa das Prerrogativas da Advocacia.

A data, que será comemorada anualmente no dia 11 de agosto – Dia do Advogado, visa valorizar e homenagear a advocacia local, ressaltando a importância da proteção das prerrogativas dos profissionais do Direito.

De acordo com a proposta, O Poder Executivo Municipal e a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão, poderão realizar reuniões, palestras, seminários e atividades específicas alusivas ao evento.

A Câmara e a própria OAB/MA também poderão promover sessões especiais para homenagear os profissionais que se destacaram durante o ano na defesa de suas prerrogativas.

“Sou advogado por formação e tenho amor pela profissão. Compreendo a importância do direito dos meus colegas e suas garantias de defesa enquanto profissional. A aprovação deste projeto é mais uma conquista para nossos amigos que lutam por justiça e direito iguais”, afirmou Osmar Filho.

Assista o tumulto durante a entrevista coletiva sobre reintegração no Cajueiro

O protesto dos moradores da região Cajueiro contra a reintegração de posse na comunidade continua acontecendo em São Luís. Na terça-feira (13), o Governo do Estado convocou a imprensa para esclarecer a situação. Durante coletiva, os manifestantes ocuparam o Palácio Henrique de La Rocque.

O grupo voltou a se manifestar contra a desapropriação de 23 casas na comunidade. A ação segue uma determinação judicial, já que a área está sendo utilizada para a construção do Porto São Luís. Durante a coletiva, o secretário estadual de comunicação Rodrigo Lago chegou a falar que há 4 anos o governo tenta uma negociação com a comunidade.

Após o discurso de alguns moradores, os secretários se retiraram do auditório onde acontecia a coletiva e houve um princípio de tumulto. A reunião que aconteceria mais cedo na Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão, precisou ser cancelada para que os moradores fossem até o Palácio Henrique de La Rocque. Estava previsto que eles formalizassem uma denúncia, relatando especialmente a forma como a Polícia Militar os retirou da frente da sede do Governo do Estado.

Mesmo com a saída dos secretários, os moradores continuaram ocupando o auditório. Os manifestantes estavam em frente ao Palácio dos Leões desde a tarde do último domingo (11).

Em sua página no Twitter, o governador do Maranhão Flávio Dino disse que “cumprir decisões judiciais e respeitar as leis não é uma questão de o governante concordar ou não, gostar ou não” Afirmou que tem “responsabilidades com a autoridade da Constituição, das leis e dos demais Poderes do Estado”. Veja abaixo outro tweet de Flávio Dino sobre o assunto:

Em nota, o Terminal de Uso Privado (TUP) Porto São Luís disse que, “preocupado com o bem estar da população local e moradores da área do empreendimento, considerados pela justiça ocupantes ilegais, buscou a melhor forma de cumprimento da liminar, a fim de realizá-la de forma pacífica e humanizada”.

Em acordo, disse que “ficou definido como critério para serem considerados beneficiários aqueles que residem no local e que encontram-se em estado de vulnerabilidade social, atualmente, foram identificada 11 famílias em tal situação”. Falou que “as famílias ocupantes receberam todas as informações sobre a decisão judicial e os resultados das negociações e, que a partir daí, foi feito um relatório com o levantamento de dados de cada moradia”.

“Após conclusão dos dados, o Porto São Luís formalizou a proposta para cumprimento da liminar de forma pacífica da reintegração de posse com a oferta de:  aluguel social no valor  de até R$ 600,00 por mês, pago diretamente ao locador ou ao ocupante contemplado; uma cesta básica por mês; ambos pelo prazo de um ano (12 meses)”.

Informou que as mencionadas 11 famílias ocupantes, consideradas em estados de vulnerabilidade social, serão reassentadas em um novo imóvel, nos padrões “Minha Casa, Minha Vida”, conforme doação a ser feita pelo Estado do Maranhão.

“O Porto São Luís esclarece que está cumprindo a referida liminar nos limites de sua propriedade, não interferindo nas comunidades vizinhas. O que permite ao empreendimento a continuidade de sua construção e geração de empregos diretos na obra de 3.000 postos de trabalho, situação extremamente motivadora para o momento que o país passa e em especial o Maranhão, propiciando geração de renda e valor na cadeia produtiva”. (MA10)

Confira a reportagem da TV Difusora:  

Ator João Carlos Barroso morre aos 69 anos de câncer

 

O ator João Carlos Barroso morreu na segunda-feira, 12, aos 69 anos. A notícia da morte foi confirmada por amigos do artista nas redes sociais. As informações são da Revista Marie Claire.

Segundo o ator Mário Cardoso, João Carlos sofria de câncer há algum tempo. O ator Mario Cesar Nogueira também falou sobre a morte do amigo. “É com imensa tristeza que recebo esta notícia. Nosso grande amigo. João Carlos Barroso – Barrosinho, Colega de profissão e de grandes lutas. Parceiro de futebol dos artistas inúmeras vezes, nos deixou. Que Deus o receba em seu reino de luz. Meus sentimentos à família”, publicou na madrugada desta terça.

João iniciou sua carreira ainda na infância após ser descoberto por produtores quando jogava futebol na rua. Estreou no cinema em 1961 em “Pedro e Paulo”, uma co-produção argentino-brasileira ao lado de Jardel Filho, Francisco Cuoco, Jece Valadão e outros. No ano seguinte estreou no teatro e em 1963 na dublagem do filme A Espada Era a Lei.

Entre seus personagens mais populares na TV estão o Tavico de Estúpido Cupido (1976) e o Toninho Jiló da novela Roque Santeiro (1985).

Além de várias novelas e seriados na Globo, ele também integrou o elenco do humorístico Zorra Total e dos Trapalhões. Seu trabalho mais recente na teledramaturgia foi 2016 na novela Sol Nascente, na qual interpretou o delegado Mesquita.