ASSISTA! Jovem manda beijos para câmera ao ser presa por tráfico de drogas

Na quarta-feira (15), a Polícia Civil prendeu uma jovem que foi encaminhada para a Delegacia do 7º Distrito Policial, em Teresina (PI), após suspeita de tráfico de drogas. Ao entrar na Delegacia, ela jogou beijos para a imprensa.

A moça foi identificada como Rayssa Jéssica de Oliveira Sousa, de 26 anos de idade, presa durante a operação ‘Piauí Seguro’ deflagrada na quarta-feira pela Secretaria de Segurança do Piauí.

Confira a reportagem:

BARBÁRIE!! Homem mata o próprio irmão a golpes de foice em Poção de Pedras

A Polícia Militar (PM) informou que um homem identificado como “Valdir” foi assassinado, a golpes de foice, na noite quarta-feira  (15), dentro da sua casa, no povoado Folguedo, na zona rural de Poção de Pedras.

De acordo com informações da PM, por volta das 22h de ontem (15) a vítima  foi surpreendida por golpes de foice, que atingiram várias regiões do corpo e morreu no local do crime.

Os policiais que atenderam a ocorrência apuraram que o autor do bárbaro crime foi identificado como “Piula”, irmão da vítima, e se encontra preso na delegacia de Pedreiras.

Justiça inocenta acusado de estupro de menina de 6 anos em Codó, após mãe confessar ter inventado a história

Em 2005, morando em Lajeiro, zona rural do município de Aldeias Altas, ele foi acusado injustamente por sua ex-companheira de ter violentado sexualmente sua enteada, à época com apenas 6 anos de idade.

Só em 30/05/2018, Mineiro foi visitado por um oficial de Justiça em seu endereço na rua José Mariano Saads, bairro Codó Novo/São Sebastião, acompanhando-o até a delegacia, local onde recebeu voz de prisão.

Só em maio de 2018 descobriu que era réu num processo criminal que apurava a acusação de estupro de vulnerável cometido em 2005, na zona rural de Aldeias Altas.

A defesa de Mineiro procurou, com a ajuda da família dele, localizar todos os envolvidos, principalmente a mãe denunciante e, claro, a vítima.

Levadas para a audiência de instrução e julgamento, ambas depôram a favor da inocência de Márcio Brandão Campos.

A vítima, hoje maior de idade, disse em seu depoimento perante a juíza Marcela Santana Lobo, da 3ª Vara Criminal de Caxias, onde corria o processo, que lembrava-se, perfeitamente, do dia em que tudo ocorreu e revelou o nome do abusador, alguém que nada tinha a ver com o acusado.

Já a mãe denunciante reconheceu o erro, disse que fez a denúncia 1 mês depois de estar separada de Mineiro movida por um sentimento de raiva, vingança porque havia sido espancada.

Reconhecendo a injustiça ali cometida o próprio representante  do Ministério Público recuou da acusação e  resolveu também pedir pela absolvição do acusado, no que foi complementado pela defesa.

Márcio Brandão Campos ainda chegou a passar dois meses e 12 dias preso. Voltou de Caxias absolvido e livre para sempre da injusta acusação.(Acélio Trindade)

ACOMPANHE A REPORTAGEM: 

Mulher é suspeita de mandar matar concorrente em concurso para ficar com a vaga

A polícia de Manaquiri, no interior do Amazonas, agiu rápido e em menos de 24 horas elucidou o crime que chocou moradores de uma comunidade rural do município. A vítima foi uma jovem moradora da comunidade rural do Italiano, que foi agredida, estuprada e só não foi assassinada porque conseguiu fugir. O crime teve uma mulher como mandante e o homem contratado para estuprar e matar a jovem, ele foi preso, quinta-feira, 9 de agosto, e confessou tudo.

A polícia de Manaquiri ainda não divulgou nomes, mas confirmou que a mandante do crime passou num concurso da prefeitura do município juntamente com a jovem estuprada.Para ficar com a única vaga de agente comunitária de Saúde (ACS) disponibilizada no concurso público, a mulher mandou estuprar e matar a a sua única concorrente. Logo depois de ser localizado e preso o estuprador confessou o a autoria do estupro e tentativa de homicídio e disse quem era a mandante do crime a qual também foi presa logo em seguida.

A mulher acusada e o homem que ela contratou para matar a jovem, que também é estudante do ensino médio, foram autuados em flagrante na Delegacia de Polícia do Manaquiri.Também foi informado pela polícia, que na manhã desta sexta-feira, 10, um grupo de pessoas revoltadas com o crime, ateou fogo na casa do homem que estuprou e tentou matar a jovem na comunidade do Italiano.

Alex Andrade dos Santos disse que mulher encomendou morte da vítima por conta de uma vaga em processo seletivo do município

Entenda como aconteceu o crime

Na última quarta-feira, 8, a jovem caminhava pelo ramal que conduz à vila onde reside naquele município, quando foi atacada por um homem desconhecido. Depois de estuprar a jovem o homem tentou matá-la a facadas e por estrangulamento. A jovem conseguiu se livrar das mãos do estuprador e correu para sua casa onde relatou aos seus familiares sobre o estupro e tentativa de assassinato. Ela tinha as mãos feridas com golpes de faca e hematomas de agressão no pescoço, braços e outras partes do corpo.

Acompanhada dos pais a jovem foi para a sede do município onde procurou a Delegacia Interativa de Polícia (DIP) e denunciou o crime. Havia o nome de um suspeito, que foi preso e confessou quem tinham mandado estuprar e matar a jovem. Mais informações sobre este caso ocorrido no município de Manaquiri, distante 60 quilômetros de Manaus em linha reta, serão divulgadas nas próximas horas.Fonte: www.delegados.com.br

Sítio de acusado de liderar tráfico de drogas é avaliado em R$ 1 milhão

O sítio que pertence a Carlos Alberto dos Santos, mais conhecido como ‘Baixinho’, acusado de ser o líder da quadrilha que comandava o tráfico de drogas em Teresina, localizado em Timon (MA) e que era utilizado para   armazenar os entorpecentes que eram comercializado, é avaliado em aproximadamente R$ 1 milhão. O suspeito foi preso na Operação Entre Rios,  deflagrada nessa terça-feira (14), pelos agentes e delegados da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre).

“Carlos era o grande chefe dessa organização, já tinha sido preso em 2005 por tráfico no Piauí, ficou preso até 2010 onde foi solto e foi para Remanso na Bahia novamente cometendo crimes por lá. Ontem fizemos a prisão dele em flagrante e ele foi buscar esse entorpecente no seu sítio, avaliado em aproximadamente R$ 1 milhão, bem estruturado e organizado. Ele é um empresário de Teresina com vários carros no seu nome e também demos cumprimento ao mandado de prisão em aberto em Remanso. Carlos comandava Dalton que repassava informações pára outras pessoas para fazer a venda e guarda dessa entorpecente”, detalhou o delegado Matheus Zanatta.

Vida empresarial 

A investigação policial descobriu ainda que Carlos mantinha uma vida empresarial, em Teresina e Timon. Na primeira, no ramo de autopeças, mais precisamente no Bairro Tabuleta na segunda como produtor rural de melancia. Os demais participantes na venda de drogas ilícitas, seriam Francisco Dalton de Araújo Oliveira e José Terto da Silva Filho, e os responsáveis pela guarda e deposito dos entorpecentes Fabricia Abreu Fernandes Noronha, David dos Santos Bonfim, Sebastião Rodrigues Marques e Daniela Rodrigues Marques de Oliveira, pai e filha respectivamente.

O delegado revelou tambémque Carlos Alberto já tinha mandado de prisão em aberto e foi preso trazendo drogas em um compartimento secreto de uma Saveiro. “Ele tinha um sítio em Timon onde a droga era guardada e fazia a distribuição em Teresina através da distribuição feita pelo Dalton. Outra pessoa fazia o comércio de entorpecente que é o José Terto”, afirmou.

Sítio em Timon 

O delegado titular da Depre, Cadena Junior informou que o objetivo da operação é desarticular a quadrilha de entorpecentes composta por 10 pessoas que traziam drogas de Pernambuco e depositava em um sítio de Timon (MA), para vender em Teresina. Foram cumpridos mandados de prisão nos bairros Dirceu Arcoverde I, Jardim Europa, Planalto Bela Vista, São Joaquim em Teresina, e no residencial Novo Tempo e Povoado São Gonçalo, em Timon (MA). (Meio Norte)

Casal some, marido aparece ferido dois dias depois, diz que mulher morreu em acidente e é preso

Polícia Civil diz que não há sinais de acidente e concluiu que o marido inventou a história. Em depoimento, suspeito disse que não se lembra de nada.

Um homem foi preso nesta terça-feira (14) suspeito de ter simulado um acidente para esconder o assassinato da mulher dele, em Matupá, a 696 km de Cuiabá.

Itacir Lopes da Silva, de 30 anos, e a mulher dele, Lucimar Sousa de Oliveira, de 20, estavam desaparecidos desde sexta-feira (10).

Itacir procurou atendimento médico no hospital de Matupá na segunda-feira (13) e contou que sofreu um acidente onde a Lucimar havia morrido.

No entanto, segundo o delegado Claudemir Ribeiro de Souza, da Polícia Civil, o marido inventou a história.

“Estamos fazendo a prisão em flagrante dele por homicídio qualificado. Ele não confessa o crime, mas disse que não se lembra de nada”, disse o delegado ao G1.

Segundo a Polícia Militar, o casal mora em uma gleba e viajava de motocicleta pela estrada no Distrito de União do Norte para Matupá, onde buscaria uma encomenda de roupas.

Na segunda-feira o marido foi até o hospital de Matupá, supostamente machucado, e alegou que sofreu um acidente na estrada. O corpo de Lucimar foi encontrado às margens de uma estrada perto da motocicleta.

O corpo dela foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Sinop, a 503 km de Cuiabá. A causa da morte será esclarecida em um laudo.

Família

A família de Lucimar registrou boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do casal alguns dias antes do crime. Eles relataram que não tinham contato com eles desde o dia 8 de agosto e que a vítima deixou os filhos com os parentes.

Segundo o delegado Claudemir Ribeiro, não há vestígios de acidente no local onde Itacir alegou que sofreu o acidente com a mulher.

“Não ocorreu nenhum acidente, não existem vestígios de qualquer tipo de acidente ou um cenário que indique isso. Vamos aguardar o resultado da perícia no IML para saber [a causa da morte da vítima”, finalizou o delegado.

Itacir disse ao delegado que se recorda de sair de casa, mas não lembra de mais nada depois da partida. O delegado deve encaminhar o suspeito para a cadeia pública de Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá. (G1).

Assaltante atira nas costas de policial militar e leva sua pistola e celular, em Imperatriz

O policial militar Edmar Lopes de Oliveira, de 34 anos de idade, lotado do 23º Batalhão da Polícia Militar de Colinas, no Maranhão, sofreu uma covarde tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) na noite de domingo (12), no bairro Nova Imperatriz.

Edmar foi alvejado com um tiro nas costas, socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), onde passou por uma cirurgia e não corre risco de morte. Agora a Polícia Militar trabalha para identificar o assaltante e efetivar sua prisão.

Bala no pulmão 

De acordo com informações policiais, ao perceber que se tratava de um policial e estava armado, o assaltante efetuou  disparos contra a vítima. Em seguida, fugiu levando a pistola e um aparelho celular do PM. O policial não teve tempo de reação.

Edmar se formou no 18° BPM de Presidente Dutra, mora em Davinópolis e pertence a 1ª Companhia Independente de Colinas.  A bala teria acertado o pulmão do policial militar. Dezenas de colegas de farda se concentraram na porta do ‘Socorrão’.

ESSA FOI DE LASCAR!! Tarado é preso após tentar estuprar mulher casada no leito de hospital em Axixá

José Maria Carvalho, suspeito de estupro

Um caso inusitado aconteceu no dia 11, por volta das 09h 30m, na cidade de Axixá.  A guarnição da Policia Militar  foi acionada e se deslocou ao Hospital Municipal, local onde teria ocorrido uma tentativa de estupro contra a senhora casada, Elciane Silva Rocha, que se encontrava internada para tratamento de saúde.

Segundo narrou a vítima aos policiais militares, o suspeito identificado como José Maria Carvalho, completamente despido, levantou sua roupa e deixou exposta sua calcinha e partes genitais, onde alisava sua perna direita para cometer o estupro.

Cara de pau

Elciane Rocha contou ainda que percebeu que o tarado estava com o órgão genital ereto e quando iria cometer o ato criminoso, gritou chamando a atenção da sua mãe e de outras pessoas que estavam no hospital a fim de socorrê-la.

Ao chegar ao local, os policiais viram o suspeito sentado na porta do hospital como se nada houvera ocorrido. Ao ser abordado, reagiu à prisão, foi algemado e depois apresentado na DP de Rosário para as medidas cabíveis. (Do 27º BPM)

IMPERATRIZ: Dois homens são presos acusados de estuprar crianças de 9 e 4 anos; tarado filmou relação com a criança com celular

A Polícia Militar (PM) de Imperatriz, por meio do cabo Dantas e do soldado Davis, prendeu na noite de sábado (11), Paulo Campelo Mendes, na Rua A do Bairro  residencial Sebastião Regis, acusado de estuprar a enteada de apenas 9 anos de idade. 

De acordo com a PM, Paulo Mendes foi preso porque a mãe da menor descobriu, depois de ver o celular dele,  imagens da filha de apenas 9 anos de idade fazendo relação sexual com o acusado.

Conforme a PM, ao ver as imagens a mãe da criança saiu correndo no meio da rua, pedindo por socorro. A mãe já tinha levado a filha no hospital , porque ela apresentar problema genitais.

Ameaças de morte

Os policiais militares que atenderam a ocorrência souberam o acusado Paulo Mendes ameaçava a criança e a mãe dela de morte, caso fosse descoberto e preso por estupro de vulnerável.

Segundo informações da Polícia Militar, o outro caso de estupro de vulnerável foi registrado na Rua Principal do Parque Alvorada 2, localizado na periferia da cidade de Imperatriz.

A vítima foi um garoto de 04 anos. O acusado é Antenor Pereira de Sousa, 66 anos, preso por uma Guarnição da PM. A criança foi levada ao “Socorrão”, onde o médico constatou o estupro. (Notícia da Foto)

Câmeras flagram dupla roubando carro de inspetor de seguros na porta de casa

O inspetor de seguros Teodorico Lira teve o carro roubado no início da manhã deste sábado em frente à sua casa na rua Quintino Bocaiúva no Centro de Teresina. Ele colocava as malas no veículo, para viajar, quando foi abordado por dois homens em uma moto. 

Teodorico conta que a namorada percebeu a aproximação dos bandidos, mas ele não teve chances de correr. “Ainda tentei entrar no carro, mas ele apontou a arma e disse que ia me matar, então resolvi sair e entregar. Perdi tudo”, lamenta a vítima.

Ele disse que no momento da ação um vizinho saiu e um dos bandidos ainda disparou na direção dele, mas a bala atingiu o chão.

Um vídeo de câmeras de segurança de uma casa ao lado mostra o momento que a dupla chega, o aborda, saem no carro e ainda atiram na direção de um vizinho.

Dos dois suspeitos, o que pilotava a moto estava de capacete e entrou no carro com o objeto na cabeça, mas o garupa estava de cara limpa. “Ele tentou sair na moto, mas não conseguiu e então entrou no carro. A moto tinha sido roubada antes de ontem e foi levada pela PM”, afirmou Teodorico.

A vítima foi na Polinter registrar o Boletim de Ocorrências (BO) e ouviu dos policiais que o inquérito será aberto na segunda. “Agora é aguardar, avisei para todo mundo e rezar para o carro aparecer”, destacou.

Veja o vídeo: