Osmar Filho prestigia condecoração de Bombeiros que atuaram em Brumadinho

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Osmar Filho (PDT), foi uma das autoridades que prestigiaram, na segunda-feira (18), a cerimônia de entrega da Ordem dos Timbiras aos vinte e dois Bombeiros do Maranhão que foram destacados pelo governo do estado para atuar nos trabalhos de resgate em Brumadinho, no estado de Minas Gerais.

Para Osmar Filho, o reconhecimento do governador Flávio Dino (PC do B) aos combatentes representa um gesto solidário e de ajuda ao próximo.

‘’É um gesto importante do Governo do Estado em destacar a atuação do corpo de Bombeiros do Maranhão que foram solidários em um momento de dor em todo o país, e fizeram um trabalho para apaziguar o sofrimento daquela cidade. Participar deste gesto nobre é reconhecer quem faz a diferença em nossa sociedade’’, elogiou o presidente.

A solenidade de entrega que aconteceu, no auditório do Palácio Henrique de La Rocque, em São Luís, contou com a presença de diversas autoridades políticas, entre elas do anfitrião do evento, o governador Flávio Dino (PC Do B); O vice-governador Carlos Brandão; o procurador-geral de Justiça, Luiz Gonzaga Coelho; os deputados estaduais Neto Evangelista (DEM) e Yglesio (PDT); além do major que comandou a missão em Brumadinho-MG, Patrick Daniel dos Passos Penha.

Em nota, delegado esclarece que não houve estupro como divulgou site de Barrra do Corda e sim tentativa de enforcar a criança

 

“A Polícia Civil de Barra do Corda, cumprindo seu papel institucional de promover a justiça, trazendo a verdade como ela ocorreu e prezando sempre pela transparência, esclarece que não condiz com a verdade dos fatos até o presente momento das investigações as notícias veiculadas em redes sociais e outros meios de comunicações referente a um estupro de vulnerável contra uma criança de 04 anos de idade, na tarde de ontem na Vila Alvorada.

Sebastião Alves de Sousa fora conduzido pela Polícia Militar após ser detido por roxa, dado a esganadura.

A criança foi submetida a exames médicos que nada constataram referente a possíveis agressões sexuais, sendo constatado apenas lesões em seu pescoço, devido a constrição do mesmo por Sebastião no atentado contra a referida criança.

São, portanto, inverídicas as afirmações de que a vítima teria sido estuprada e socorrida na UPA desta cidade com sangramentos e demais lesões inerentes ao crime de estupro.

Diante desses fatos, Sebastião foi autuado pelo Delegado Plantonista, Dr. Renilto Ferreira, pelo crime de homicídio qualificado na forma tentada, tendo sido encaminhado a Unidade Prisional local, onde ficará à disposição da justiça”.

 Att: Renilto Ferreira

Gustavo Bebianno é demitido, e Floriano Peixoto assume cargo

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, anunciou nesta segunda-feira (18) que o presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir o ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno(PSL). De acordo com o porta-voz, o substituto será o general da reserva Floriano Peixoto Neto.

Otávio Rêgo Barros leu uma nota da Presidência, na qual Bolsonaro agradeceu a “dedicação” de Bebianno durante a permanência no cargo de ministro. O presidente ainda desejou “sucesso” ao agora ex-ministro.

 “O excelentíssimo senhor presidente da República Jair Messias Bolsonaro decidiu exonerar nesta data, do cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, o senhor Gustavo  BebiannoRocha. O senhor presidente da República agradece sua dedicação à frente da pasta e deseja sucesso em sua nova caminhada”, declarou o porta-voz.

 De acordo com Otávio Rêgo Barros, a decisão de Bolsonaro de demitir  Bebianno é de “foro íntimo do nosso presidente”. 

Jair Bolsonaro gravou uma mensagem para ser veiculada nas redes sociais com elogios ao agora ex-ministro.

 No vídeo, o presidente afirma que “diferentes pontos de vista” sobre o que chamou de “questões relevantes” fizeram com que ele reavaliasse a permanência de   Bebianno no comando da pasta.

“Reconheço também sua dedicação e esforço durante o período que esteve no governo. Como presidente da República comunico que, na data de hoje, tomei a decisão de exonerar o senhor ministro-chefe da Secretaria-Geral. Desejo ao senhor Gustavo Bebianno meus sinceros votos de sucesso em sua nova jornada“, diz Bolsonaro no vídeo.

 Leia a íntegra do pronunciamento de Bolsonaro: 

Comunico que, desde a semana passada, diferentes pontos de vista sobre questões relevantes trouxeram a necessidade de uma reavaliação. Avalio que pode ter havido incompreensões e questões mal-entendidas de parte a parte, não sendo adequado pré-julgamento de qualquer natureza. 

Tenho que reconhecer a dedicação e comprometimento do senhor Gustavo Bebianno a frente da coordenação da campanha eleitoral em 2018. Seu trabalho foi importante para o nosso êxito. Agradeço ao senhor Gustavo pelo esforço e empenho quando exerceu a direção nacional do PSL e continuo acreditando na sua seriedade e qualidade do seu trabalho. Reconheço também sua dedicação e esforço durante o período que esteve no governo. 

 Como presidente da República comunico que, na data de hoje, tomei a decisão de exonerar o senhor ministro-chefe da Secretaria-Geral. Desejo ao senhor Gustavo   Bebianno meus sinceros votos de sucesso em sua nova jornada.

 Primeiro ministro a deixar o governo, Bebianno despachava do Palácio do Planalto e foi um dos coordenadores da campanha presidencial de Jair Bolsonaro no ano passado.

 A demissão do ministro é confirmada em meio a uma crise no governo causada pela suspeita de que o PSL, partido ao qual Bolsonaro e  Bebianno são filiados, usou candidatura “laranja” nas eleições do ano passado.

A crise também envolve Gustavo  Bebianno e o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSC), um dos filhos do presidente da República.

 Há pouco mais de uma semana, o jornal “Folha de S.Paulo” informou que o PSL, quando Bebianno presidia o partido, repassou R$ 400 mil a uma candidata a deputada federal de Pernambuco. Segundo o jornal, o repasse foi feito quatro dias antes das eleições, e ela recebeu 274 votos.

Bebianno nega irregularidades, afirmando que não foi o responsável por escolher as candidatas que receberam dinheiro do partido. Isso porque, segundo ele, a decisão coube aos diretórios locais.

 De acordo com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, a Polícia Federal investigará as suspeitas envolvendo o repasse do PSL.

José Cruz/Agência Brasil 

ASSISTA!! Presa mulher que usou gilete para cortar pessoas na folia da Madre Deus

Três mulheres estavam usando giletes enferrujadas para cortar outras mulheres que estavam se divertindo durante o pré-carnaval na Madre Deus ontem (17). Durante a folia o trio se aproximava das pessoas que se divertiam  para cortar o braço ou perna das suas vítimas.

Um delas foi presa em flagrante pela Polícia Militar. As outras duas estão foragidas. As autoridades estão investigando para saber se o objetivo do trio seria passar HIV através do corte de gilete nas vítimas.

Foram registrados vários atendimentos aos que foram cortados e encaminhadas para o Hospital Socorrão I, a fim de verificar se contraíram algum tipo de doença. (Luis Cardoso).

Confira abaixo a prisão de uma delas:

VÍDEO: Mulher sofre ataque cardíaco durante exercício em academia de ginástica

Uma câmera de segurança de academia de ginástica em Noosaville (Queensland, Austrália) flagrou o momento em que Emily Counter, de 21 anos, sofreu um ataque cardíaco quando se exercitava em uma academia.

Funcionários da Anytime Fitness Noosa correram rapidamente em socorro de Emily. Graças ao uso do desfibrilador, a australiana foi levada com vida a um hospital próximo, onde ficou em coma por três dias.

Médicos descobriram que Emily tem uma anomalia na origem da artéria coronária esquerda, uma condição que afeta uma pessoa a cada 300 mil.

Antes de acontecer, eu estava com dor no peito e com dificuldade para respirar. Se não fosse o desfibrilador eu teria morrido”, contou Emily ao “Courier Mail”. O incidente ocorreu quatro meses atrás.

Após tratamento e cirurgia, Emily já tem autorização médica para voltar para a academia.

Confira o vídeo: 

Mulher é espancada por 4h no 1º encontro e homem é preso

 

Uma mulher foi espancada durante quase quatro horas por um homem que conheceu pelas redes sociais no primeiro encontro do casal, na Barra da Tijuca. A empresária Elaine Caparróz, de 55 anos, foi encontrada desacordada por policiais militares em seu apartamento, depois que vizinhos ouviram seus gritos de socorro e alertaram o zelador.

O agressor foi identificado como Vinícius Batista Serra, de 27 anos, preso em flagrante. Elaine contou ao “Fantástico”, da Rede Globo, que acordou de madrugada com socos desferidos por Vinícius, que ainda tentou aplicar um golpe conhecido como mata-leão. Ela reagiu e, então, levou uma mordida no braço. A vítima ficou com o rosto desfigurado e vai precisar passar por cirurgia. Ela foi internada em estado grave no Hospital Lourenço Jorge, na Barra, e, em seguida, transferida para uma unidade particular.

— Ela está com uma fratura no nariz, que está causando problemas de respiração. Quebrou o maxilar, quebrou os dentes. É inacreditável que isso possa acontecer tão perto da gente — contou o irmão de Elaine.

O delegado-adjunto Rodrigo Freitas de Oliveira, da 16ª DP (Barra), afirma que, pela gravidade das agressões e pela desproporcionalidade física, Vinícius tentou matar Elaine. Ele vai responder por tentativa de feminicídio. No pedido de prisão preventiva, o delegado afirma que Vinícius é perigoso e que precisa ficar preso por representar ameaça. Ele foi transferido para a Cadeia Pública Frederico Marques, em Benfica. À polícia, o agressor disse que tomou vinho, dormiu e acordou em surto.(Meio Norte)

 

Homem mata a esposa e comete suicídio no bairro da Alemanha, em São Luis

Corpos das vítimas tinham 48 e 44 anos foram encontrados em estado de decomposição por parentes em uma casa no bairro Alemanha, na capital. A polícia investiga o caso. Existe suspeita de crime de feminicídio seguido de suicídio.

Dois corpos foram encontrados mortos na tarde deste domingo (17) em uma casa no Rua Pires Saboia, no bairro Alemanha, em São Luís. Segundo a polícia, a principal suspeita é que o crime tenha sido cometido a alguns dias, já que os corpos foram encontrados em estado de decomposição.

O casal identificado como Maria Célia Coelho, de 48 anos e Adérito, de 44 anos, tiveram seus corpos encontrados por parentes que ao fazer uma visita, sentiram um forte odor vindo da casa. Segundo a polícia, uma das hipóteses é que Maria Célia pode ter sido vítima de feminicídio, já que o corpo do seu marido foi encontrado em outro cômodo da casa, e a principal suspeita, é que ele teria cometido suicídio.

Familiares de Maria Célia informaram à polícia que Adérito tinha muito ciúme da esposa, e por ser alcoólatra, as brigas entre o casal eram constantes. De acordo com a polícia, a Delegacia de Homicídios deve investigar o caso, ouvir os depoimentos de vizinhos e parentes para descobrir os detalhes e a motivação do crime. Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) esteve no local e auxilia na investigação do caso.

Superintendente da Codevasf capota caminhonete L-200 perto de Itapecuru-Mirim

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que por volta das 14h30 de sábado (16), no km 202,3 da BR-222, a aproximadamente dois quilômetros da cidade de Itapecuru Mirim/MA, uma  caminhonete derrapou, saiu de pista e capotou. Felizmente ninguém se feriu.

O condutor dirigia sob forte chuva uma caminhonete Triton Sport, de cor branca, no sentido decrescente da via (de Itapecuru para Vargem Grande), quando o veículo aquaplanou, saiu de pista e capotou dentro do mato. Chovia torrencialmente no momento do acidente.

O veículo pertence a empresa pública Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF),  presidida no Maranhão atualmente por Jones Braga, que já foi prefeito da cidade de Nina Rodrigues. Os dois ocupantes do veículo não se feriram. Jones Braga dirigia a caminhonete e nada sofreu.

Maju arrasa na bancada do JN e internet vibra com a representatividade

Um dia para entrar para a história. A estreia da jornalista Maria Júlia Coutinho na bancada do Jornal Nacional, na TV Globo, fez muito sucesso. Não apenas pelo fato de a “garota do tempo” ser muito queria pelo público, mas também pelo fato de Maju ser a primeira mulher negra a apresentar o telejornal.

E a apresentação foi tudo o que os telespectadores esperavam. Com muita elegância, a jornalista fez bonito (como sempre).

Um dos momentos altos do programa foi a previsão do tempo. Acostumada a ficar do outro lado da tela, em São Paulo, Maju conversou com Tiago Scheuer onde, normalmente, quem fica é William Bonner.

Nas redes sociais a comoção foi geral. O nome de Maju chegou a ficar entre os assuntos mais falados no Twitter.(Meio Norte)

 

Bolsonaro já assinou a demissão de Bebianno, revelam interlocutores do governo

Bebianno havia dito que, se a demissão se confirmar, Brasília irá tremer na segunda feira.

O presidente Jair Bolsonaro já assinou a demissão do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno. A dispensa do auxiliar deverá ser publicada no Diário Oficial da União na próxima segunda-feira, dia 18. A informação foi confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo com dois interlocutores de Bolsonaro.

Nos últimos dias, políticos e militares tentaram interceder a favor de Bebianno, mas o presidente está irredutível e, segundo apurou o Estado, planeja nomear um general para o lugar do ministro. Se isso ocorrer, será o nono militar a ocupar o primeiro escalão. O mais cotado para o cargo é o general Floriano Peixoto, secretário-executivo da pasta, que esteve neste sábado, 16, com o presidente.

Em conversas reservadas, Bolsonaro avaliou que o chefe da Secretaria-Geral quebrou a relação de confiança com ele ao “vazar” áudios de diálogos entre os dois. O ministro nega o vazamento.

Preocupados com a alta temperatura da crise, auxiliares do presidente observam, por sua vez, que Bebianno ainda pode criar muitos problemas para o governo, se a demissão não for revertida, porque seria o que se chama no jargão político de “homem bomba”. Um desses interlocutores, que conversou recentemente com Bolsonaro, disse ao Estado, porém, que a situação é insustentável e a decisão do rompimento, “irreversível”.

Segundo esse auxiliar, que falou sob a condição de anonimato, a decisão de Bolsonaro não se deve à interferência do vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ). O filho de Bolsonaro chamou Bebianno de “mentiroso” logo após o ministro ter concedido entrevista ao jornal O Globo, na terça-feira, dizendo que não estava isolado no Palácio do Planalto depois da denúncia, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, de que teria patrocinado candidaturas laranjas do PSL em 2018, para desviar recursos do Fundo Eleitoral. À época, Bebianno presidia o PSL.

Na tentativa de mostrar que não havia crise, o ministro afirmou a O Globo que, no dia anterior, falara três vezes com o presidente, então internado no Hospital Albert Einstein, recuperando-se de cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal. Carlos Bolsonaro desmentiu essas conversas no Twitter e o presidente endossou a atitude do filho, horas depois, em entrevista à TV Record.

Mais tarde, no entanto, Bolsonaro também mandou Bebianno cancelar viagem para o Pará, com outros ministros, porque não gostou de saber que ele havia convidado um veículo de comunicação para acompanhar a comitiva. A partir daí, o chefe da Secretaria Geral da Presidência teria mostrado a amigos arquivos de áudio com a voz de Bolsonaro ordenando que ele suspendesse a viagem, além de outras conversas.

Ao tomar conhecimento dessa atitude, o presidente – que havia resolvido manter Bebianno no cargo – ficou furioso e decidiu dispensá-lo. Na sexta-feira, 15, em conversa ríspida com o ministro, chegou a oferecer a ele uma diretoria na Itaipu Binacional, mas Bebianno recusou. “Não estou no governo por causa de cargos. Sou uma pessoa leal”, afirmou o chefe da Secretaria-Geral.

Fonte: Estadão Conteúdo