A casa caiu! Três fiscais da Blitz Urbana são presos acusados de receber propina

A Polícia prendeu, nesta terça-feira (6), três fiscais da Blitz Urbana, durante operação da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor), que vem se desarticulando quadrilhas que agem no Maranhão.

Os fiscais presos foram identificados como Júlio César Coelho, Rui de Sá Dias e Otilha Silva Passos. De acordo com informações policias, eles são investigados por atos de corrupção. Em vez de fiscalizar obras, eles exigiam propina nos locais.

Em nota, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh) esclarece que os três servidores já haviam sido afastados das suas atividades tão logo a secretaria recebeu a denúncia, e que respondem a Procedimento Administrativo Disciplinar.

A Semurh informa ainda que, além das medidas internas, encaminhou o caso para a delegacia de Crimes Funcionais e para o Ministério Público Estadual (MPE-MA) para a apuração das denúncias, adotando assim as medidas necessárias e agindo prontamente em defesa do patrimônio público.

Na nota, a Semurh informa, também, que repudia atos que ferem a moralidade da administração e reforça o compromisso ético da gestão com a população e de combater danos causados por agentes públicos. Depois de presos, os policiais foram mandados para a Penitenciária de Pedrinhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.