Três jovens estudantes morrem vítimas de meningite em São Luís

A Vigilância Sanitária esteve na escola e isolou a sala de aula

A estudante Taynara Sousa dos Santos, de 16 anos, morreu no último domingo (11), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Operária, em São Luís, vitima de meningite. Taynara dos Santos era aluna da Escola Estadual Pedro Álvares Cabral, na Cidade Operária. A sala onde a menina estudava foi interditada.  A população está assustada. 

Este é o terceiro caso de morte por meningite em São Luís.  A primeira vítima foi o estudante Lucas Gabriel Martins, de 21 anos, que morreu dia 27 de fevereiro. A segunda foi a adolescente Deborah Sales, de 17 anos, que foi internada na Unidade Mista do Bequimão, mas faleceu. Os casos foram confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde que descartou surto da doença.

A doença e os sintomas   

A meningite é uma inflamação das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal, geralmente causada por uma infecção, normalmente viral. Mas a doença também pode ser causada por bactérias ou fungos. Existem vacinas para a prevenção de algumas formas da meningite. Os sintomas incluem dor de cabeça, febre e torcicolo.

Dependendo da causa, a meningite pode melhorar com o tempo, com tratamento à base de antibióticos, ou ser fatal. Devem ficar atentas as pessoas que apresentarem os sintomas: Dores locais: costas, nos músculos ou pescoço; No corpo: calafrios, fadiga, febre, letargia, mal-estar, perda de apetite ou tremor.

Os sintomas poder aparecer também no aparelho gastrointestinal: náusea ou vômito; Na pele: erupções avermelhadas ou manchas vermelhas; Também é comum ter alimentação insuficiente, confusão mental, sensibilidade a barulhos altos, irritabilidade, meningismo, respiração acelerada, sonolência ou taquicardia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.