Médico que morreu no helicóptero promovia o Rally Lucindolama e Festival de Sanfona em Poção de Pedras

Dr. Rodrigo Catobiano, Dr. Jonas Eloi e Cléber Luz

O Centro Tático Aéreo (CTA) divulgou os nomes das quatro pessoas que morreram na queda do helicóptero, no povoado Fazendinha, entre os municípios de Rosário e Axixá. Os mortos foram identificados como o médico cirurgião José Cleber Luz Araújo; o investigador da policial civil, Alfredo; o médico angiologista Rodrigo Capobiano Braga, e o médico anestesista, Jonas Eloi da Luz, o proprietário da aeronave.

De acordo com as informações do Centro Tático Aéreo que esteve no local do acidente, os quatro tripulantes morreram após a queda do helicóptero, que voava baixo por causa da forte chuva e acabou batendo numa árvore, matando as quatro pessoas. Os corpos estão sendo trazidos pelo rabecão do IML para São Luís para autópsia e sepultamento.

Prêmio da Mega Sena

Inicialmente, divulgam que o helicóptero era do dono das Óticas Veja. Na verdade, a aeronave foi comprada em 2012 pelo dono Veja, Edney Viegas Reis. Posteriormente, o empresário vendeu a aeronave ao médico Jonas Eloi, filho do município de Poção de Pedras, onde promovia o Rally Lucindolama e o Festival de Sanfona do povoado Lucindo.

O médico Jonas Eloi é de família tradicional de Poção de Pedras, primo do juiz Cristóvão Souza Barros, e era muito querido. Apesar de médico e rico, Dr. Jonas Eloi era simples e popular. O helicóptero foi comprado quando Dr. Jonas ganhou um prémio da Mega Sena, junto com outros médicos do Hospital Municipal Djalma Marques, o “Socorrão I”.

Empresário exibiu o helicóptero  

Em agosto de 2012, o Jornal Bom Dia Brasil, exibido pela TV Globo, mostrou uma reportagem, onde o empresário Edney Viegas Reis estava negociando o helicóptero, para fazer algumas viagens de lazer para sua fazenda no interior do Maranhão e outros estados.

Edney Viegas Reis, conhecido no meio empresarial como Viegas, adquiriu o moderno helicóptero, Robison 44, fabricado na França, ao preço de R$ 2 milhões, parcelado em 60 vezes. A compra foi feita na Feira Anual de Aviação Executiva, na cidade de São Paulo.

Veja o vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.