Centenas de pessoas vão ao velório dos médicos mortos na queda do helicóptero em Rosário

O velório aconteceu em clima de muita comoção

Centenas de pessoas participaram hoje (2), no Conselho Regional de Medicina (CRM), no Renascença, do velório dos médicos José Cleber Luz Araújo, Rodrigo Capobiano Braga, e do médico Jonas Eloi da Luz. O corpo do investigador da Policial Civil, Alfredo, foi velado na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Cohab.

De acordo com as informações do Centro Tático Aéreo os três médicos e o piloto morreram após a queda do helicóptero do médico Jonas Eloi, que voava baixo por causa da forte chuva e acabou batendo numa árvore e matando os quatro tripulantes. Os corpos serão sepultados na tarde de hoje, no cemitério Parque da Saudade, no Vinhais.

O médico Jonas Eloi é de família tradicional de Poção de Pedras, onde era muito querido. Apesar de médico e rico, Dr. Jonas Eloi era simples e popular. O helicóptero foi comprado do dono das Óticas Veja, Edney Viegas, quando Dr. Jonas ganhou um prêmio da Mega Sena, junto com outros médicos do Hospital Djalma Marques , o “Socorrão I”.

Doutor Jonas ao lado da esposa, a médica Claudia

Gibão, chapeu e sandálias de couro e radinho de pilha 

O médico Jonas Eloi nasceu no povoado Lucindo, localizado  no município de Poção de Pedras, onde anualmente tinha o prazer de promover o Rally Lucindolama, o Festival de Sanfona, e o Tributo ao Rei do Baião, Luis Gonzaga. Dr. Jonas deixa a mulher, a médica, Cláudia Luz, e o filho Jonas Eloi da Luz Filho, o “J.J” de apenas 16 anos.

Na cabeceira do caixão do Dr. Jonas Eloi, os familiares colocaram o gibão, o chapéu de couro, as sandálias de couro e o radinho de pilha, que o médico usava quando ia aos finais de semana ao povoado Lucindo, e para escutar o noticiário, principalmente o esportivo. O Blog expressa mensagens de pesar e condolências aos familiares do Dr. Jonas.

O médico Rodrigo Braga era angiologista e trabalhava no UDI hospital.  Já  o médico João Cleber Luz Araújo ministrava palestras para os estudantes de Medicina do Uniceuma. O piloto da aeronave, Alfredo Barbosa Neto, era Policial Civil e ex-integrante do Grupo Tático Aéreo (GTA), da Polícia Militar do Estado do Maranhão (PMMA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.