Estudante que matou e tocou fogo no pai foi preso dentro do Ceuma do Renascença

A policia disse que Lucas confessou o crime

A Polícia Civil do Maranhão prendeu Lucas de Sousa Almeida, estudante universitário, acusado de matar, a golpes de faca, e depois tocar fogo no corpo do pai, o senhor José Bonifácio de Almeida, 75 anos. Segundo a polícia, o idoso foi amarrado, esfaqueado e depois colocado em uma rede, onde foi incendiado.

Conforme a polícia, o corpo foi encontrado no último dia 30 de março, no interior do imóvel da vítima, na Rua 21 de Abril, Vila Tiradentes, área da Vila Maranhão, em São Luís. Lucas disse que teria sido agredido pelo pai, quando tentava manter uma conversa amistosa com o idoso.

De acordo com a polícia, o assassino foi preso dentro da sala de aula na Universidade CEUMA, no bairro Renascença. Depois de ser preso Lucas Almeida revelou para a polícia que tocou fogo no corpo do pai, para tentar simular um incêndio e apagar os vestígios do crime de homicídio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.