Polícia Federal faz operação contra pornografia infantil no Maranhão que envolve bebês

Material pornográfico apreendiddo pela Polícia Federal

Polícia Federal faz operação contra pornografia infantil na manhã desta quinta-feira (26) em sete estados, inclusive no Maranhão.  Os dez mandados de prisão contra abusadores, que armazenavam material pornográfico de crianças e adolescentes, foram cumpridos. Oito pessoas foram presas em flagrante e ainda há 11 mandados de busca e apreensão.

Os alvos da operação, que ocorre em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Pernambuco, Maranhão e Acre, compartilhavam o material pela internet. Segundo a Polícia Federal, ao menos 15 vítimas, de bebês a crianças de 11 anos, foram identificadas.

Agressor familiar 

Essa é a segunda fase da Operação Underground, nome inspirado nas técnicas de investigação dentro e fora de todo um conjunto de sites e servidores de internet. Segundo apurado, “grande parte dos envolvidos efetivamente abusava sexualmente de crianças, registrando as imagens.

Numa segunda etapa, reuniam-se em salas virtuais dedicadas à pedofilia, onde trocavam, vendiam ou simplesmente disponibilizavam os arquivos ilícitos. Algumas das vítimas já foram identificadas, quando ficou demonstrado que o agressor é, no mais das vezes, pessoa do convívio da família da vítima, ou mesmo parte dela”, diz a PF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.