Quadrilha rouba quase R$ 1 milhão da saúde pública e torra o dinheiro com carrões e vida de luxo

A quadrilha roubou o dinheiro que seria usado em oito hospitais

A Polícia Civil prendeu uma quadrilha formada por João Victor Pinheiro, a mãe, Franciane Santos Pinheiro; a namorada, Larissa dos Santos Mota; Gabriel Pinto Viana e Marcelino Almeida dos Santos. João Victor era funcionário da Acqua, e foi denunciado pelo diretor da empresa terceirizada da Secretaria de Estado de Saúde (SES). 

De acordo com a Polícia Civil, o acusado João Victor Santos Pinheiro seria o chefe da quadrilha, que desviou recursos oriundos de contratos e verbas da Empresa Acqua, calculados em mais de R$ 784 mil, desde o mês de outubro de 2017,

Conforme a polícia, a quadrilha criou empresa fantasma para transferir os recursos roubados para uma concessionária de veículos. Os carros foram comprados  por Larissa, Franciane, Gabriel Pinto Viana e  Marcelino dos Santos.

João Victor envolveu a namorada Larisa Mota no roubo

Vida de luxo

Além de usar a empresa fantasma, a quadrilha investia o dinheiro na revenda de cosméticos. Ambos se passavam por empresários bem-sucedidos, compraram veículos, joias caras, mercadorias e ostentavam riqueza nas redes sociais.

 O delegado Thiago Dantas Freitas, da DRF, informou que prendeu cinco pessoas  e apreendeu quatro veículos. Estão sendo procurados mais dois outros carros de luxo e os demais membros da quadrilha que roubava o dinheiro da saúde do povo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.