Condenado a 12 anos de cadeia por incendiar detento, delegado da Polícia Civil é preso em Paço do Lumiar

A Superintendência de Polícia Civil do Interior do Maranhão efetuou, na terça-feira (8), a prisão do delegado Jean Charles da Silva, que estava escondido em um condomínio no município de Paço do Lumiar. Lotado em Loreto, cidade a 715km de São Luís, Jean Charles foi preso após ter sido condenado por um crime praticado em 2001.

De acordo com a Polícia Civil, o delegado civil Jean Charles da Silva, foi acusado de participação na morte de um preso, que foi enterrado clandestinamente. Após ser localizado por populares, o corpo do preso teria sido incendiado pelo delegado. Por esse crime, Jean Charles da Silva foi condenado a 12 anos de reclusão, em regime fechado.

Peculato

Em outubro de 2017, Jean Charles foi afastado da Delegacia de Loreto a pedido do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) e teve seus bens bloqueados pela Justiça. Na ocasião, foi instaurado um inquérito para apurar o uso de viatura e cartão oficial pelo delegado, que estava de férias. Por isso, Jean foi denunciado pelo crime de peculato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.