Preso no Mato Grosso o fotógrafo maranhense condenado por furto e roubo em Estreito

Gil Gomes foi preso quando estava fotografando

Um fotógrafo foi preso nessa terça-feira (15) quando registrava a apreensão de 250 kg de droga na Delegacia de Jaciara, a 142 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, Welikis Gomes de Aquino, de 23 anos, conhecido como Gil Gomes, foi condenado pelos crimes de furto e roubo e estava com a prisão decretada pela Justiça do Maranhão. Ele foi preso no dia do aniversário dele.

O G1 não localizou o advogado do fotógrafo. A Polícia Civil não divulgou informações se ele confessou ou negou o crime. De acordo com a polícia, Welikis cometeu os crimes na cidade de Estreito, no Maranhão.

Na tarde de terça-feira os policiais foram informados da ordem judicial contra o foragido, enquanto ele fotograva a apreensão da droga na delegacia.

Após ser avisado da ordem de prisão, o fotógrafo procurado foi recolhido para uma das celas da delegacia.

Condenação

O fotógrafo havia sido condenado a cumprir pena de seis anos e quatro meses de prisão por furto e roubo. A decisão que determinou a prisão dele é do dia 13 de março deste ano, assinada pela juíza Gisa Fernanda Nery Mendonça Benício, titular da 1ª Vara da Comarca de Estreito (MA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.