Alunos fazem rifa para ajudar professor com dois meses de salário atrasado

Professor se emociona e chora

Romper barreiras da sala de aula, muitas vezes é necessário para o bom relacionamento do aluno com o professor. E foi isso que os alunos da Escola de Ensino Profissionalizante (EEP) Balbina Viana Arrais, localizada na cidade de Brejo Santo no estado do Ceará, fizeram.

Após tomar conhecimento das dificuldades que o professor de artes, Bruno Rafael, de 28 anos, estava passando, a turma de primeiro ano de Edificações resolveu fazer uma rifa para pagar o salário, que está atrasado há mais de dois meses.

Bruno se surpreendeu com a ação e ficou bastante emocionado. “No começo eu achei que era somente uma dinâmica para pedir desculpas. Eles são a turma que eu mais dou aula, então é a turma que eu mais tenho aproximação. Quando eu vi aquilo pensei que era uma forma de pedir desculpas, porque eles dão muito trabalho”, comenta.

Bruno é professor substituto e, desde que leciona na escola, há cerca de dois meses, não recebe o salário. Ele, que é natural de Pernambuco, mas mora na cidade de Crato, estava passando por dificuldades e pensou em desistir. “Quando eu vi que não tinha caído o dinheiro, fui conversar com a escola para parar de dar aula. Eu não tinha como continuar na escola sem ter como me sustentar”. O professor comenta que contou com a ajuda da escola e do diretor.

Para reunir o dinheiro, os estudantes fizeram a rifa de uma caixa de chocolate e conseguiram arrecadar cerca de R$ 400. “É um laço que se constrói. Não é somente aquele sentimento de dar aula e ir embora, que não tem como você construir o sentimento de um laço de amizade”. Bruno achou que isso nunca fosse acontecer em sua vida e ficou emocionado na surpresa.

Confira o vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.