Polícia desmonta quadrilha que aplicava “bomba muscular” e vendia droga em Barra do Corda

Lazaro Menezes Costa foi preso por último

A Polícia Civil da cidade de Barra do Corda, na região Central do Maranhão, cumpriu, na segunda-feira (11), mandado de prisão preventiva em desfavor do elemento Lazaro Menezes Costa, 41 anos, pelo crime de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais.

Seringas e medicamentos foram apreendidos

O mandado de prisão foi expedido na 1ª Vara Criminal, pelo Juiz Antônio Elias de Queiroga, após operação da Polícia Civil, no combate a aplicações clandestinas de anabolizantes (remédios para equinos e bovinos) que eram injetados em várias pessoas, principalmente atletas.

Material apreendido em poder da quadrilha

No dia 7 deste mês, a Polícia Civil de Barra do Corda prendeu o casal identificado com Thiago e Patrícia Luana, acusados de corrupção, adulteração ou alteração de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais, e  aplicar “bombas musculares”, com medicações adquiridas em agropecuárias da cidade.

Thiago e Patrícia Luana estão presos

Preso com droga

Segundo as investigações da Polícia Civil de Barra do Corda, várias pessoas passavam mal depois de tomar as chamadas “bombas musculares” com os medicamentos. Alguns desmaiaram, ficaram acamadas e internadas na UPA com febre, dores no corpo e outros sintomas que poderiam levar à morte.

Cocaína apreendida em poder de Thiago

De acordo com as informações repassadas pela Polícia Civil, Thiago também vinha atuando no ramo ilícito de tráfico de drogas, vendendo cocaína na cidade de Barra do Corda há algum tempo. No momento da busca, foram apreendidas porções dessa droga. Os três estão presos e à disposição da Justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.