Homossexual é queimado vivo na cidade de Cachoeira Grande

O delegado regional do município de Rosário, Murilo Tavares informou que o homossexual José Ribamar Alves Frazão, foi atingido com várias pauladas, e em seguida teve seu corpo incendiado, ainda vivo.   O bárbaro crime aconteceu na cidade de  Cachoeira Grande, na Região do Munim, a 106 km de São Luís.

De acordo com o delegado da DRR, o elemento Silvio Costa de Sousa, apontado como mentor da barbárie, foi preso horas depois do crime por uma guarnição e encaminhado para Delegacia Regional de Rosário, onde está à disposição da Justiça.

Discussão e crime

Segundo o delegado, titular da DRR, o crime ocorreu no domingo (24), após a vítima oferecer hospedagem para Sílvio, que teria passado alguns dias em sua casa. Nesse intervalo, os dois geraram uma discussão que levou a morte de José Ribamar.

O suspeito foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, pelo Delegado Leonardo Pereira, que responde pela DEPOL de Cachoeira Grande. O crime chocou a população de Cachoeira grande e dos demais municípios da Região do Munin, pela crueldade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.