Estudante da Fundação Bradesco morre após receber uma forte descarga elétrica de celular

João Lucas foi mexer no celula após tomar banho

A Polícia Militar (PM) informou que o jovem estudante João Lucas Campelo de Sousa Peres, de apenas 15 anos de idade, morreu eletrocutado na tarde de terça-feira (10), na cidade de Teresina, após manusear um celular que estava carregando.

A tia, Rosângela Barbosa, disse que o garoto tinha acabado de tomar banho, quando foi mexer no celular e foi eletrocutado, mas não  precisou se ele estava colocando o celular para carregar ou se o telefone já estava ligado à tomada.

Celulares são muito úteis mas também são perigosos

Alerta

Após sofrer a descarga elétrica, o adolescente foi levado para o hospital, mas não resistiu. O adolescente estudava na Fundação Bradesco em Teresina do Piauí. Seu pai é o policial militar sargento Peres.

A morte do garoto é um alerta para todas as pessoas que usam aparelhos celulares ligados à tomada. Já aconteceram vários casos como esse pelo Brasil  afora. Agora aconteceu nosso estado do Piauí.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.