SANTA RITA: Moradores desenterram cadáver em estado de putrefação e levam para a porta da prefeitura e da delegacia

A Polícia Militar (PM) informou que revoltados com a demora da chegada da perícia do Instituto Médico Legal (IML), um grupo de moradores da cidade de Santa Rita, localizada a 79k de São Luís, resolveu desenterrar um cadáver, em estado de putrefação, e levá-lo para a porta da delegacia de polícia e da prefeitura.  

De acordo com a Polícia Militar, o homem morto foi identificado como Marcelo Martins Sousa, de 27 anos, natural de Arari, apresentava perfurações de arma branca, além de queimadura e o rosto totalmente desfigurado, e estava sepultado numa área de matagal na rua da igreja, distrito da Baixinha. 

Conforme a Polícia Militar, o cadáver foi encontrado na noite de ontem, quinta-feira (16).  Os manifestantes gritavam palavras de ordem como “Queremos Justiça”. Depois do protesto, o corpo seguiu para Rosário e posteriormente ao IML, em São Luís. 

A Polícia Militar e a Polícia Civil investigam a autoria do crime praticado contra Marcelo Martins Sousa. As primeiras investigações apontam que o crime pode ter sido praticado por vingança ou acerto de contas, por envolvimento com drogas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.