Corpo de taxista é achado enterrado em uma cova rasa na Divinéia, em São Luís

José Manuel Rebelo Sousa estava desaparecido desde o sábado (30) após realizar uma corrida de táxi. Corpo foi encontrado em uma cova rasa no bairro Divinéia em São Luís.  José Manuel trabalhava há 11 aos em um posto de táxi do Olho D’Água.

O taxista José Manuel Rebelo Sousa, de 61 anos, foi encontrado morto na manhã deste domingo (1º) no bairro Divinéia, em São Luís. O corpo da vítima tinha sinais de tortura e estava enterrado em uma cova rasa em um terreno localizado poucos metros da residência onde ele vivia.

A vítima estava desaparecida desde a tarde de sábado (30) após realizar uma corrida de táxi com uma mulher, um homem e um adolescente. O taxista não conseguiu mais ser localizado pela família que acionou a polícia sobre o desaparecimento.

Quatro pessoas suspeitas foram capturadas e levadas para delegacia para prestar depoimento. Um adolescente confessou a participação no crime e levou os policiais até o local onde o corpo estava. No local foram encontrados documentos e objetos pessoais de José Manuel.

De acordo com a Polícia Militar, a principal suspeita é que o trio tenha assaltado o veículo, praticado inúmeros assaltos pela cidade e em seguida, tenha assassinado o taxista. O veículo da vítima ainda não foi encontrado. O corpo será encaminhado para passar por perícia no Instituto Médico Legal (IML) e o caso será investigado. (Com informações do G1MA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *