Justiça decreta a prisão preventiva da mulher que tentou matar mãe asfixiada

A justiça converteu a prisão em flagrante de Luciana Paula Oliveira, 32 anos em prisão preventiva. Ela foi flagrada na madrugada de segunda-feira, (27) tentando asfixiar a própria mãe Maria Benedita Figueiredo, 68 anos. O fato ocorreu em uma das enfermarias do Hospital Dr Carlos Macieira, onde a vítima estava internada com problemas respiratórios.

Acompanhantes de outros pacientes filmaram com telefone celular o momento em que Luciana comprime o rosto da mãe com as mãos utilizando um lençol. A denúncia foi feita a direção do hospital que acionou a Polícia Militar.  Luciana foi presa em flagrante e encaminhada para o Plantão Central da Rua do Norte onde  negou a prática do crime.

No entanto respaldado nas imagens e nas declarações de testemunhas o delegado autuou a acusada em flagrante.  O caso que teve repercussão nacional passou a ser acompanhado pelo promotor do Idoso, Augusto Cutrim. O inquérito  que deve ser concluído em dez dias esta em andamento na Delegacia do Idoso.

O Ministério Público esta investigando se a idosa já vinha sendo submetida a maus tratos. Maria Benedita ainda não foi ouvida porque permanece internada na UTI do hospital Carlos Macieira. A acusada permanece recolhida na Unidade Feminina do Complexo Penitenciário São Luís. (Com informações do Silvan Alves)

 Confira o vídeo do momento do crime:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *