Homem é preso no Maranhão 20 anos depois de matar a esposa soldada da PM na Paraíba

Um homem de 61 anos foi preso em Barra do Corda, distante 346 km de São Luís, em uma operação das polícias civis do Maranhão e Paraíba por conta de um homicídio Distrito dos Mecânicos, em Campina Grande, em 2001, que teve como vítima uma policial militar. A ação policial foi realizada nesta quarta-feira (15).

O homem de iniciais J.F.C.F localizado no interior do Maranhão, pelas informações policiais, estava foragido há cerca de 20 anos. Segundo a polícia paraibana, ele fugiu depois de matar a própria esposa, que era soldado da Polícia Militar da Paraíba. As informações dão conta de que a mulher que tinha 42 anos foi morta após ser atingida a golpes de enxada.

A investigação da Polícia Civil da Paraíba concluiu que o motivo do crime foi a separação do casal, que não foi aceita pelo homem. A ação policial foi batizada de “Operação Profugus”.

A complexidade da operação foi grande por conta da dificuldade em rastrear o acusado.

Segundo informações dos investigadores da Paraíba, o criminoso não usava mais os documentos originais e mudava de endereço com frequência.

Para confirmar que autor do homicídio estava escondido em uma vila de pescadores em Barra do Corda, a investigação em conjunto durou cerca de seis meses.

Participaram da operação a Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande, Delegacia de Homicídios de Campina Grande, Núcleo de Inteligência (Unintelpol) da 2ªSRPC, o Departamento de Feminicídio do Maranhão e 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda

Da redação com informações do G1MA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *