Abrigo da Praça João Lisboa começa a ser demolido no Centro de São Luís

O abrigo na Praça João Lisboa no Centro Histórico foi inaugurado em 1951 na administração do interventor Paulo Ramo, durante o Governo Eugênio Barros e estava com a estrutura comprometida. No lugar dele serão refeitos os jardins que faziam parte do Largo do Carmo antes da construção do famoso “Como em Pé”. 

Abrigo da Praça João Lisboa é demolido | O Imparcial

O processo de demolição do abrigo que fica localizado na Praça João Lisboa, no Centro Histórico da capital maranhense, começou nas primeiras horas da manhã deste sábado (17).

Com problemas na estrutura, histórico abrigo da praça João Lisboa será demolido | Folha Maranhense

A demolição do local só foi autorizada depois que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional avaliou os laudos periciais.

Abrigo da Praça João Lisboa é demolido

Os comerciantes que ocupavam o coreto serão indenizados. A previsão é o trabalho de demolição e limpeza do abriga da João Lisboa seja feito durante todo o sábado, e na próxima segunda-feira (19), deve-se iniciar os trabalhos para a construção de uma nova praça. A decisão também é do IPHAN.

Abrigo da Praça João Lisboa no Centro Histórico é demolido

Com a proposta de extensão, com bancos e canteiros, após a demolição do abrigo, o largo do Carmo ganha características originais. A previsão é que a requalificação do largo do Carmo e praça João Lisboa seja entregue no início de novembro

Abrigo da Praça João Lisboa é demolido | O Imparcial

A obra tem custo de R$ 5 milhões e meio de reais realizada pela Prefeitura de São Luís com recursos próprios. O Abrigo na praça João Lisboa foi inaugurado em 1951 na administração do interventor Paulo Ramos durante o Governo Eugênio Barros.

Abrigos da João Lisboa - São Luís

O antigo Abrigo do Largo do Carmo era conhecido como “Come em Pé” por ser um local de venda de lanche. Na área funcionavam 10 boxes e ainda três bancas. Apesar de ser um abrigo público, os ocupantes vão receber uma indenização da Prefeitura de São Luís .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *