Roberto Jefferson desmaia em presídio após ser denunciado pela PGR

Roberto Jefferson foi denunciado pela PGR Foto: Agência Brasil 

Após ser denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela Procuradoria-Geral da República (PGR), o ex-deputado federal e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, passou mal nesta segunda-feira (30/8), no presídio Pedrolino Werling de Oliveira, conhecido como Bangu 8, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Ele está preso desde 13 de agosto por ordem do ministro do STF Alexandre de Moraes, relator do inquérito das milícias digitais na Casa.

Segundo o portal G1, Jefferson desmaiou na cela e foi levado para a sala do diretor da unidade. Ele foi examinado por um dos presos, que é médico.

Denúncia da PGR

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. 

A PGR afirma que o ex-deputado cometeu incitação ao crime e crimes previstos na Lei de Segurança Nacional e na lei que tipifica crimes raciais. A denúncia é assinada pela subprocuradora-geral Lindôra Araújo.

Celular jogado em rio

Roberto Jefferson, afirmou à Polícia Federal ao ser preso, no último dia 13, que entregou seu celular a um “transeunte” para que o aparelho fosse jogado em um rio próximo.

O diálogo entre Jefferson e os investigadores, ocorrido no ato da prisão, é descrito em um documento enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.