Juiz agredido na cabeça por jogador diz que não viu vídeo: “Vou ficar bem”

William Ribeiro, jogador do São Paulo de Rio Grande, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio.

Juiz recebeu alta do hospital e agradeceu as mensagens de apoio que recebeu - Foto: RBS/TV

O árbitro Rodrigo Crivellaro teve alta do hospital na manhã de terça-feira (5), após ser agredido com chutes por um jogador do São Paulo de Rio Grande, durante partida pelo Gauchão da Série A2, na noite de segunda-feira (4).

Estou bem, tudo certo. Graças a Deus não foi nada grave. Vou ficar bem logo, logo”, disse na saída do hospital. Rodrigo agradeceu as mensagens de carinho de amigos, familiares e conhecidos e disse que ainda não viu as imagens da agressão. “Nem mexi muito no celular, depois vou ver com calma. Agora vou descansar, ficar mais tranquilo”.

William Ribeiro, jogador do São Paulo de Rio Grande, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio. A Justiça deve analisar a prisão em flagrante e decidir se mantém o atleta preso ou se ele poderá ser liberado.

Segundo o delegado Vinícius Assunção, o caso é uma tentativa de homicídio uma vez que o jogador atacou o árbitro com violência. “Ele desferiu um golpe muito forte, violento, na cabeça do árbitro fazendo com que ele desfalecesse e fosse encaminhado ao hospital”, diz. Conforme o delegado observou, o árbitro “não tinha condição de defesa”.

“Ele já tinha levado um golpe quando estava em pé e caiu sem chance de defesa. Poderíamos estar diante de uma morte e até uma lesão cerebral gravosa”, afirmou o delegado.

A agressão

O fato ocorreu aos 14 minutos segundo tempo, como mostra o vídeo. Após não ser marcada uma falta, o jogador reclama com o árbitro, que assinala a infração dele.

Em seguida, William desfere dois chutes em Crivellaro, um deles já caído no gramado. Ele fica imóvel após sofrer a agressão, e jogadores das duas equipes chamam atendimento médico. A partida foi suspensa.

Em nota, a Federação Gaúcha de Futebol lamentou a agressão e desejou pronta recuperação a Crivellaro. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) irá averiguar os fatos e tratar das respectivas sanções.

O São Paulo de Rio Grande se manifestou lamentando o ocorrido, e informou, em nota, que rescindiu o contrato com William. (Meio Norte)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.