Alunas denunciam assédios sexuais em colégio militar do Maranhão

As denúncias de assédio sexuais contra alunas no Colégio Militar Tiradentes V em Timon ganhou proporções que somente uma investigação rigorosa poderá fazer justiça com o nível de repercussão que ganhou.

Nota publicada no último dia 30 pela direção da escola dando conta que está tomando as providências para apurar os fatos e que um policial havia sido afastado, foi disparada a notícia mais acessada do eliaslacerda.com, nesta semana (reveja clicando aqui) , revelando o nível de interesse da população pelo caso.

As jovens estudantes que se dizem vítimas criaram uma página no Instagram que já passam de dois mil seguidores (veja a página aqui) para denunciar os fatos ocorridos e ao que tudo indica, não foi somente um funcionário da escola envolvido nos casos de assédio.

O caso ganhou proporções gigantes se transformando num desafio para o diretor e comandante da escola, o correto policial militar Tenente Coronel Francisco de Sousa Pereira.

De acordo com informações extraoficiais conseguidas pelo eliaslacerda.com o próximo passo das estudantes que lideram o movimento é levar o caso para o Ministério Público.

Considerada uma das melhores do estado do Maranhão, referência no ensino público em Timon, a Escola Militar Tiradentes V está vivendo um inferno astral . É seu maior desafio desde a sua fundação. (Elias Lacerda)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.