Benefícios do INSS serão reajustados em 2022; confira os valores

Conforme as atuais variações da inflação, o salário mínimo, bem como benefícios do INSS terão novos valores em 2022.

INSS: Posso receber dois benefícios acumulados?

Conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) utilizado como base pelo Governo Federal para o reajuste do salário mínimo, a inflação, hoje, já supera os 10%. Diante disso, o piso nacional para o ano que vem deve atingir uma marca histórica, passando dos atuais R$ 1.100 para R$ 1.210,44.

Isto acontece, pois, o salário mínimo, por lei, deve ser reajustado todo ano, pelo menos conforme a inflação acumulada. Esta é uma medida para evitar o poder de compra do trabalhador, ou seja, conforme o preço de alimentos, medicamentos e outros produtos essenciais aumentam, a base salarial deve aumentar também.

No entanto, vale ressaltar que esta previsão do piso para 2022, apenas acompanha a inflação, de modo que apenas mantém o padrão de vida do trabalhador, em tese. Sendo assim, tal reajuste não representa uma perda do poder de compra, tampouco, um ganho real.

Vale lembrar que o valor previsto para o próximo ano, é uma estimativa com base no acumulado da inflação calculado pelo INPC. O valor real do salário mínimo deve ser divulgado oficialmente em janeiro de 2022.

Benefícios do INSS em 2022

Os benefícios intermediados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), tem como base o salário mínimo vigente, ou seja, nenhum segurado do órgão pode ser contemplado com um valor inferior ao piso atual.

Diante disso, caso a previsão do INPC se confirme em 2022, tais benefícios devem ser concedidos no valor mínimo de R$ 1.210,44. Ademais, cabe enfatizar que o reajuste do piso, também afeta as demais quantias pagas pelo órgão, inclusive, a referente ao teto previdenciário, atualmente, em R$ 6.433,57.

Neste sentido, todo e qualquer benefício parte de um piso, de modo que mediante o aumento da base, os demais valores também sofrem uma elevação em seu valor. Em relação ao teto do INSS, o máximo concedido será de R$ 7.079,50.

Para uma melhor contextualização, o INSS é responsável pelo pagamento de benefícios como: aposentadorias, pensão por morte, salário-maternidade, auxílio-doença, BPC, auxílio-reclusão, auxílio-acidente, etc.

(Rede Jornal Contábil)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.