Dono de rede de postos de combustíveis é executado a tiros no Maranhão

O empresário Felipe Faccina Goulart, conhecido como “Felipe Gás”, natural da cide de Rosário (MA), era proprietário da rede de postos Bom Tempo Mega nas cidades de Bacabeira, Rosário, Presidente Juscelino e Barreirinhas.

O empresário Felipe Faccina Goulart, conhecido como “Felipe Gás”, natural de Rosário, foi assassinato a tiros, na noite dessa terça-feira (28), às 20h25, em um de seus postos de combustíveis, na BR-135, na cidade de Bacabeira, a 63 km de São Luís.

Pelas informações, o empresário estava conversando com duas pessoas e foi para uma guarita, no momento em que avistaram um homem empunhando uma pistola. Os dois homens que estavam com o empresário correram do local.

O criminoso foi direto para o local onde estava Felipe e efetuou vários disparos. O empresário morreu antes de receber qualquer tipo de socorro.

“Nós três estávamos conversando perto da bomba, e ele (Felipe) entrou para a guarita. Aí avistamos um cara correndo com uma pistola. Eu disse: corre que é assalto. Depois, só ouvimos os tiros”, disse um dos homens, em áudio compartilhado no WhatsApp.

Em outro áudio, um amigo do empresário diz que, na semana passada, atiraram na bomba do posto Bom Tempo, na entrada de Presidente Juscelino. “Quase pegam (os tiros) no caminhão carregado. Isso é só inveja. O moleque tá vendendo gasolina a torto e a direito. Dono de posto pode ter mandado fazer essa parada aí”, disse o amigo.

Felipe era proprietário da rede de postos Bom Tempo Mega nas cidades de Bacabeira, Rosário, Presidente Juscelino e Barreirinhas. A polícia trata o caso como execução e não descarta que seja um crime de encomenda. (Com informações do jornalista Gilberto Lima)

Veja o vídeo do momento da exedcução:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.