Técnica de enfermagem é presa suspeita de fazer abortos clandestinos no Lira, em São Luís

Segundo a polícia, a suspeita que não foi identificada, teria realizado 39 abortos clandestinos nos últimos três meses.

Imagem 15: Casa no centro (lira) de São luis

A Polícia Civil do Maranhão prendeu preventivamente, uma mulher suspeita de administrar uma clínica de aborto no bairro do Lira, em São Luís.

A prisão foi realizada na manhã dessa terça-feira (12), por policiais civis da Seccional Oeste da Superintendência de Policia Civil da Capital (SPCC).

Durante as investigações ficou constatado que a investigada, que é técnica em enfermagem, realizou mais 39 procedimentos abortivos, no curto período de três meses. Entre as vítimas estão uma adolescente e mulheres residentes em cidades do interior do Estado.

Em uma coletiva de imprensa realizada na tarde dessa terça-feira, na sede da Polícia Civil do Maranhão, em São Luís, o delegado Luigi Conte, disse que, a investigada narrou que já atuava na atividade ilegal há cerca de cinco anos.

Diante do fato e das provas colhidas, a Polícia Civil solicitou ao judiciário a expedição do mandado de prisão preventiva da mulher.

Após os procedimentos legais na delegacia, a conduzida foi encaminhada para a Central de Custódia de São Luís, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

A Polícia Civil disponibiliza o número de Whatsapp (98) 98418-5661 para que a população possa realizar denúncias, sendo garantido o total sigilo do denunciante. (Com informações do Gilberto Lima)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.