Mesmo com decisão judicial, paciente não consegue vaga em UTI em São Luís

José Ribamar Teixeira, de 35 anos, está internado há 15 dias na Unidade Mista do bairro Bequimão, na capital; Núcleo de Defesa da Saúde da Defensoria Pública está acompanhando o caso.

José Ribamar Teixeira, de 35 anos, está internado há 15 dias na Unidade Mista do bairro Bequimão em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante

Mesmo com uma decisão judicial, parentes do paciente José Ribamar Teixeira, de 35 anos, internado há 15 dias na Unidade Mista do bairro Bequimão, em São Luís, não conseguem uma transferência para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A irmã dele, Raimunda Nonata Teixeira, conta que José Ribamar está na Unidade Mista do bairro Bequimão entubado com pneumonia e precisa de uma transferência com urgência para ir para um hospital com UTI. “Um paciente gravíssimo e a gente está na esperança que a gente consegue transferir ele mais rápido o possível porque ele é um ser humano e ele precisa viver”, desabafou.

A Unidade Mista disse que já fez a regulamentação do paciente, ou seja, fez o procedimento que autoriza a transferência. O Núcleo de Defesa da Saúde da Defensoria Pública está acompanhando o caso.

O defensor público do Núcleo de Defesa da Saúde, Vinícius Goulart, disse que o órgão vai tomar todas as medidas necessárias para que o paciente seja transferido. “Nós fomos procurados ainda hoje por familiares informando que ainda não houve cumprimento dessa decisão, razão pela qual nós reiteramos junto a Vara da Saúde Pública esse pedido pugnando, inclusive, pela aplicação das medidas coercitivas para que haja efetivação dessa transferência”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.