Preso bandido que matou funcionário do Mateus durante assalto a ônibus em São Luís

 

A Polícia Civil do Maranhão cumpriu mandado de prisão temporária na quarta-feira (29) contra um suspeito de latrocínio (roubo que resulta em morte) dentro de um ônibus na zona rural de São Luís. A prisão foi realizada por policiais militares da Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos (DIAE).

A vítima foi Wellington Rosa da Silva, de 39 anos, que era funcionário do Mateus Supermercados. Ele foi morto por um disparo de arma de fogo no dia 19 de maio deste ano, após reagir ao assalto.

Em seu interrogatório, realizado na sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), o preso confessou a autoria do crime e deu mais detalhes a respeito das circunstâncias do fato.

Após prestar os devidos esclarecimentos e de ser submetido aos trâmites legais, o criminoso, que não teve a identidade divulgada, foi levado ao sistema prisional onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

O crime

Na tarde do dia 19 de maio deste ano, um passageiro morreu durante mais um assalto a ônibus registrado em São Luís. A ação criminosa ocorreu nas proximidades do bairro Pedrinhas, na BR-135, em um coletivo que faz a linha Coqueiro, na zona rural. Foi o quarto roubo a coletivo ocorrido na capital maranhense naquelas últimas 24 horas.

De acordo com as informações, um criminoso anunciou o assalto e a vítima teria reagido, sendo atingida com um disparo no abdômen.

O homem, identificado como Wellington Rosa da Silva, de 39 anos, ainda chegou a ser socorrido e levado para a UPA do Maracanã, mas não resistiu à gravidade do ferimento. Ele era funcionário do Mateus Supermercados. (Gilberto Lima)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.