Casal é preso por extorquir homem casado que teve relação sexual com travesti na Grande São Luís; valor do slêncio chegava a R$ 1.500

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na sexta-feira (8), um casal pelo crime de extorsão na cidade de São José de Ribamar. A prisão foi efetuada por meio da Delegacia Especial (pertencente ao Saisp Leste, integrantes da SPCC), com apoio da Guarda Municipal.

De acordo com a polícia, L. M. B. e F. S. M., conhecida como “Baby” ou “Serena”, ambos de 22 anos, estavam extorquindo um homem de 52 anos de idade que teria feito sexo no mês passado com a suspeita, que é travesti.

Após o ato sexual com a travesti, a vítima ficou sendo extorquida por “Serena” e seu companheiro L. M. B., que exigiam dinheiro para não espalhar a relação à família e à sociedade de Ribamar. O valor do silêncio da dupla já chegava a R$ 1.500 quando o homem resolveu denunciar o caso.

A última extorsão ocorreu na manhã dessa sexta (8) no valor de R$ 450,00, instante em que a dupla foi presa por policiais civis de Ribamar, na Avenida Gonçalves Dias, no bairro Centro, próximo ao local de trabalho da vítima. O casal foi encaminhado à delegacia e autuado em flagrante pelo crime de extorsão.

O crime está previsto no artigo 158 do Código Penal (constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, e com o intuito de obter para si ou para outrem indevida vantagem econômica, a fazer, tolerar que se faça ou deixar de fazer alguma coisa: Pena – reclusão, de quatro a dez anos, e multa. § 1º – Se o crime é cometido por duas ou mais pessoas, ou com emprego de arma, aumenta-se a pena de um terço até metade). (Com informações do Gilberto Lima)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.