VÍDEO E FOTOS! Homem causa acidente violento envolvendo BMW, Audi e Corolla em São Luís

Acidente envolvendo três carros é provocado por motorista com sinais de embriaguez em São Luís — Foto: Reprodução

Um acidente violento envolveu três veículos na noite desta quinta-feira, em frente à AABB, na Avenida dos Holandeses, em São Luís.

Um veículo Audi, placas PQR-1A02 estava parado no sinal da esquina da churrascaria Rossini, quando foi atingido em cheio por uma BMW OXS-2014, dirigida por Thiago Estrela.

Estrela estava acompanhado de um homem não identificado. Os dois apresentavam sintomas de embriaguez.

Com o impacto, o Audi derrubou um poste que caiu e atingiu em cheio um Corola, placas PTD-2C49, que trafegava em sentido contrário.

Os ocupantes dos três veículos saíram apenas com escoriações leves. A polícia está no local do acidente e fez a detenção de Thiago Estrela.

De acordo com o artigo 165 do CTB, dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência é infração gravíssima; penalidade – multa (dez vezes) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses; medida administrativa – recolhimento do documento de habilitação e retenção do veículo.

Confira o vídeo: 

Advogado que atropelou 4 pessoas em São Luís admite ter usado bebida alcoólica e consumido cocaína

No ultimo domingo (12) por volta das 21h20, um veículo desgovernado avançou contra a calçada localizada em frente ao Shopping da Ilha, no Maranhão Novo, e atingiu quatro pessoas.

O condutor do veículo foi identificado como Romualdo José de Carvalho Nogueira Filho, de 30 anos. Romualdo é advogado e segundo o Boletim de Ocorrência, do qual o Portal Guará teve acesso, ele assumiu ter consumido bebida alcóolica e usado cocaína, mas se recusou a fazer o teste de alcoolemia.

As vítimas foram:

• Cíntya Fernanda dos Santos Mondego, de 40 anos, moradora do Conjunto Maiobão – Paço do Lumiar.
• Ana Claudia Costa Araújo, de 47 anos, moradora do bairro João Paulo.
• Marcos Vinícius Bastos Mondego, de 22 anos, morador do bairro Pedrinhas.
• Adriana Costa Araújo, de 19 anos, moradora do bairro João Paulo.
Cíntya Fernanda dos Santos Mondego, estava em estado grave, com fratura exposta na perna esquerda e foi levada às pressas para uma cirurgia, ela se encontra na maca 3 na sala de recuperação no Hospital Socorrão II. Nas redes sociais, a família de Cintya informou faz campanha por doação de sangue. (Portal Guará)

Inquérito do assassinato de Dino Márcio será enviado à Justiça até sexta

O corretor Márcio Dino Formiga foi assassinado a tiros por um auxiliar prisional temporário, que estava fazendo “bico” como segurança, em um Pet Shop, na cohama.

Nesta semana será enviado para o Judiciário o inquérito que se encontra em andamento na Superintendência Homicídio e Proteção à pessoa- SHPP para apurar o assassinato do corretor de imóveis Márcio Dino Pinho Rosa Formiga, pelo auxiliar prisional provisório Edison Teles, que estava fazendo um “bico” como segurança em uma loja de produtos para animais. O crime aconteceu no dia 9 de maio.

O delegado Armando Pacheco, responsável pelo inquérito que apura o crime, disse que as investigações tiveram andamento com todas as circunstâncias investigadas à exaustão, teria ficado apurado que no momento do crime o suspeito sacou sua arma e fez uma disparo para o chão, mas o corretor de imóveis não teria se intimidado e avançado contra o segurança, que então desferiu os tiros fatais.

O crime

Tudo aconteceu em meio a um desentendimento envolvendo um cliente e um atendente de um pet shop existente na Cohama, e que resultou no crime de homicídio, que vitimou o corretor de imóveis Márcio Dino Pinho Rosa Formiga, praticado por um homem contratado para exercer o serviço de segurança do estabelecimento, um auxiliar prisional provisório, sem o preparo técnico para o exercício da profissão de vigilância e segurança patrimonial.

O crime causou grande comoção na Cohama, onde a vítima residia, pela forma brutal com que foi perpretado. Amigos e familiares da vítima, logo após seu sepultamento, dia 10, no Cemitério do Gavião, realizaram uma manifestação em frente ao pet shop, onde ocorreu o crime, em protesto pela forma brutal de como aconteceu o crime e para chamar a atenção das autoridades, exigindo ações mais efetivas com relação à ilicitude que vitimou Márcio Dino.

Logo que o crime ocorreu, plantonistas da Polícia Judiciária estiveram no local e procederam as investigações preliminares e, de posse da identidade do assassino, deram início às buscas para captura.

Suspeito preso

Já se encontra no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, o auxiliar prisional temporário Edson Teles, que figura como autor dos disparos que ceifaram a vida do corretor de imóveis Márcio Dino Pinho Rosa Formiga, de 47 anos.

Desde a ocorrência do homicídio, homens da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), de posse da identidade do suspeito de autoria, desenvolveram buscas durante três dias, para prendê-lo, mas o suspeito, sentindo que poderia ser capturado a qualquer momento, se apresentou na SHPP, onde já o aguardava um decreto judicial de prisão temporária por 30 dias.

Conforme o delegado Armando Pacheco, responsável pelo inquérito que apura o crime, o suspeito Edson Teles, ao ser ouvido, declarou em seu depoimento que a vítima esteve no Pet Shop reclamando a troca de uma mercadoria que lhe fora fornecida erradamente, ocasião em que teve uma discussão com um funcionário e, muito alterado, pegou um pacote de ração e saiu, recusando-se a passar no caixa, para os procedimento de troca da mercadoria que lhe foi vendida por engano, por uma jovem que estava em treinamento. Ao sair da loja foi abordado pelo segurança com quem discutiu.

Conta o delegado Pacheco que o segurança afirmou que pelo fato do corretor ter compleição física muito mais avantajada, ficou temeroso e fez um disparo para o chão o que não foi suficiente para fazer Márcio Dino recuar, tendo este avançado contra sua pessoa o que o teria levado a fazer os disparos fatais.

O delegado Armando Pacheco disse que após a oitiva, Edson, que estava acompanhado de um advogado, foi cientificado do decreto de prisão temporária em seu desfavor, e foi transferido para o Presídio Estadual de Pedrinhas.

Por: Douglas Cunha

Evangélico morre durante grave acidente na Estrada de Panaquatira

O evangélico conhecido como Irmão Walter morreu em um grave acidente de carro, na manhã deste sábado (28), por volta das 9h20, na Estrada de Panaquatira, em São José de Ribamar, na região Metropolitana da Grande São  Luís. 

Com o veículo em alta velocidade, ele perdeu o controle da direção no momento em que fez uma manobra brusca para dar passagem a outro carro.

Descontrolado, após sair para o acostamento, o veículo Ford KA, de cor prata e placa NMY-0043, de São Luís, derrubou um poste da rede elétrica.

Após a colisão, Walter foi jogado para fora do veículo e sofreu traumatismo craniano. Uma pessoa que passava pelo local ainda tentou socorrê-lo porque ele ainda respirava, mesmo com dificuldade. Ele foi aconselhado a não mexer na vítima porque poderia piorar a situação.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ainda foi prestar socorro, mas o motorista não resistiu e morreu no local. Suspeita-se que ele estava sem o cinto de segurança. (Da redação com informações do Gilberto Lima)

Juiz determina prisão do goleiro Bruno por dívida de pensão

Atleta terá que pagar R$ 60 mil, referentes a dois salários mínimos por mês, desde janeiro de 2020, ao filho de Eliza Samudio

Bruno cumpre prisão em regime aberto pelo assassinato de Eliza Samúdio

O juiz Alexandre Tsuyoshi Ito, do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJMS), decretou a prisão do goleiro Bruno Fernandes por dívida de pensão ao filho de Eliza Samudio. Além da detenção, ele terá que pagar cerca de R$ 60 mil, referentes a dois salários mínimos por mês, desde janeiro de 2020.

Atualmente, Bruno cumpre prisão em regime aberto pelo assassinato de Eliza Samúdio, que ocorreu em 2008. O goleiro mora em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, e nos últimos tempos tem apostado em empreendimentos. Recentemente, ele inaugurou uma loja de açaí na região.

Com o decreto do juiz Alexandre Tsuyoshi Ito, do TJMS, ele pode ser preso a qualquer momento. Além deste processo, Bruno também responde por uma dívida de R$ 3 milhões em pensão para Bruninho, desde o seu nascimento. O caso ainda corre na Justiça. O filho do atleta com Eliza Samúdio foi criado pela avó Sônia Moura.

Confira o decreto na íntegra:

“Decreto a prisão de Bruno Fernandes das Dores de Souza até que efetue a quitação de todas as parcelas pendentes ou pelo prazo máximo de 03 (três) meses. Ao cartório para a expedição de prisão (com valor devido atualizado até esta data nos termos dos art 528, parágrafo 3 do CPC). Comunique-se a Polinter e, concomitantemente ao analista judiciário de área afim com atribuição de serviço externo (oficial de justiça). Conste que o cumprimento de prisão não exime o devedor do pagamento das pensões devidas; somente o pagamento das prestações devidas, incluídas as que venceram ao longo do processo, até a data do efetivo pagamento, suspende a ordem de prisão.”

R7

ASSISTA! Policiais rodoviários transformam viatura em câmara de gás e matam doente mental

Um homem negro de 38 anos morreu, na tarde desta quarta-feira (25/5), após ter sido abordado por policiais rodoviários federais em Umbaúba, no litoral sul de Sergipe. Vídeos gravados por testemunhas mostram a vítima sendo algemada no chão, se contorcendo, e depois sendo prensada no porta-malas da viatura enquanto sai uma fumaça similar a munição química.

Segundo o G1, o homem foi identificado como Genivaldo de Jesus Santos e a abordagem foi presenciada pelo sobrinho dele, Wallyson de Jesus, que disse que o tio foi parado quando pilotava uma motocicleta. “Eu estava próximo e vi tudo. Informei aos agentes que o meu tio tinha transtorno mental. Eles pediram para que ele levantasse as mãos e encontraram no bolso dele cartelas de medicamentos. Meu tio ficou nervoso e perguntou o que tinha feito. Eu pedi que ele se acalmasse e que me ouvisse”, contou ao portal.

O jovem relatou que mesmo tentando dialogar com os policiais, não foi ouvido, e que usaram spray de pimenta e o colocaram no veículo. “Eles jogaram um tipo de gás dentro da mala, foram para delegacia, mas meu tio já chegou lá desacordado. Diante disso, os policiais levaram ele para o hospital, mas já era tarde”.

estemunhas que gravaram a ação nada fazem durante o registro e é possível ouvir comentários de “vai matar o cara lá dentro”. Em outro ângulo do vídeo, uma mulher fala “pode gravar isso aí, isso aí é um crime” enquanto sai a fumaça da viatura.

À reportagem, a assessoria da Polícia Civil de Sergipe confirmou apenas que familiares e testemunhas prestaram depoimento na delegacia da cidade, mas não quis dar detalhes da ocorrência. A Ponte também procurou a Prefeitura de Umbaúba para saber sobre o atendimento a Genivaldo, mas a assessoria só funcionava até as 13h, e tentou ligar para o Hospital José Nailson Moura, mas não localizou contato.

O uso de armas menos letais é previsto dentre os princípios do uso escalonado da força e estão previstas e normas internacionais e nacional como meio de não recorrer à força letal. Empregar spray, munição química, bombas, balas de borracha e afins sem seguir protocolos pode ser considerado como forma de tortura e até causar morte. Componentes a gás nunca devem ser usados em ambientes fechados, à curta distância ou em direção à cabeça e membros superiores das pessoas porque podem causar asfixia, segundo o Guia de Uso de Armas Menos Letais na Aplicação da Lei (leia aqui, em inglês) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Além disso, a Lei Federal 13.060/2014 disciplina uso de armas menos letais, conhecidas como de menor potencial ofensivo, respeitando a “legalidade“, “necessidade” e “proporcionalidade”. Isso indica que os policiais devem realizar cursos que os habilitem a utilizar esses artefatos e que, caso ocorram ferimentos durante o emprego, ”deverá ser assegurada a imediata prestação de assistência e socorro médico aos feridos, bem como a comunicação do ocorrido à família ou à pessoa por eles indicada”. Ou seja, não podem ser empregados de qualquer maneira.

O que diz a PRF-SE

Questionada sobre o vídeo, a assessoria da corporação encaminhou a seguinte nota:

Na data de hoje, 25 de maio de 2022, durante ação policial na BR-101, em Umbaúba-SE, um homem de 38 anos, resistiu ativamente a uma abordagem de uma equipe PRF. Em razão da sua agressividade, foram empregados técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo para sua contenção e o indivíduo foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil em Umbaúba.

Durante o deslocamento, o abordado veio a passar mal e socorrido de imediato ao Hospital José Nailson Moura, onde posteriormente foi atendido e constatado o óbito. A equipe registrou a ocorrência na Polícia Judiciária, que irá apurar o caso. A Polícia Rodoviária Federal em Sergipe lamenta o ocorrido e informa que foi aberto procedimento disciplinar para averiguar a conduta dos policiais envolvidos. 

Confira o vídeo mostrando a vítima, que tinha transtornos mentais, sendo algemada e prensada dentro de porta-malas enquanto sai fumaça do veículo; PRF diz que agentes usaram armas menos letais para contê-lo durante abordagem. 

Acusado de matar empresário em Barra do Corda morava nos fundos da casa dele e é foragido na justiça

Elker Sousa, de 41 anos, foi executado a tiros na madrugada do último domingo, 22, na porta da sua residência, no bairro Trizidela, na cidade de Barra do Corda 

A polícia prendeu, na noite dessa terça-feira, 24, um homem suspeito de matar o empresário Elker Sousa, de 41 anos, na madrugada do último domingo, 22, no município de Barra do Corda, a 454 km de São Luís.

De acordo com as primeiras informações, o suspeito, identificado como Victor Hugo Tavares Santos, de 31 anos, é natural do Amazonas, e estava instalado em uma quitinete na Avenida Roseana Sarney, bairro Trizidela, nos fundos da casa do empresário.

Uma mulher que estava com o suspeito no momento da operação policial também foi detida. Ela não teve o nome divulgado.

Contra Victor Hugo, havia um mandado de prisão preventiva em aberto, expedido pelo juízo da comarca de Presidente Figueiredo, estado do Amazonas, pela prática de roubos.

O indivíduo foi preso por volta das 22h e levado à delegacia para prestar depoimento. Um segundo elemento suspeito de participação no crime ainda não foi localizado, mas a polícia já trabalha com pistas para tentar capturá-lo.

O crime

O empresário Elker Sousa, de 41 anos, foi assassinado a tiros na madrugada do último domingo, 22, na porta da sua residência, no município de Barra do Corda.

A vítima estacionou o carro em frente à garagem quando dois indivíduos se aproximaram em uma moto e o abordaram. Teria ocorrido luta corporal entre o empresário e um dos criminosos, que efetuou os disparos em seguida.

De acordo com as primeiras informações, o caso pode ter sido um latrocínio (roubo que resulta em morte), já que os bandidos levaram peças de ouro do empresário. (Da redação com informações do Gilberto Lima)

“Me matou por dentro”, diz a jovem que teve rosto tatuado por ex em SP

Thayane Caldas, jovem que teve rosto tatuado por ex-namorado em Taubaté (SP) - Metrópoles

 Uma jovem que teve o rosto tatuado com o nome do ex-namorado relata ter sido sequestrada e mantida em cárcere privado pelo rapaz, que não aceitou o fim do relacionamento. O caso aconteceu em Taubaté, no interior de São Paulo, na última sexta-feira (20/5).

“Quando eu olhei, não era mais eu, não sou eu com isso aqui. Para mim, ele me matou por dentro, acabou comigo”, disse à TV Vanguarda.

Thayane Caldas, de 18 anos, sumiu quando estava indo para um curso. A mãe da jovem, Déborah, estranhou o sumiço da filha e fez um registro de ocorrência no plantão policial.

Segundo Thayane, Gabriel Henrique Alves Coelho, além de bater nela, amarrou suas mãos e tatuou seu rosto: “Uma forma de me marcar e dizer que eu sou propriedade dele”, afirmou a jovem.

Contra Gabriel havia duas medidas protetivas, uma de 2021 e outra de 2022. Ele foi detido no sábado (21/5). De acordo com o G1, na delegacia, ele apresentou um vídeo em que a ex-namorada consentia a tatuagem, mas a versão é investigada pela polícia.

O caso passou para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). Gabriel teve audiência de custódia no domingo e segue preso. (Metrópoles)

Mulher é assassinada pelo próprio companheiro em Vargem Grande

Uma mulher, identificada como Euziane Conceição da Silva, foi assassinada a facadas, na manhã de domingo (22), no povoado Boi Manso, na zona rural de Vargem Grande, a 182 km de São Luís.

De acordo com informações, o autor do crime foi o próprio companheiro da vítima, identificado como Marcelo de Sousa. Euziane foi morta dentro de casa na frente do filho de três anos, após uma discussão motivada por ciúmes.

Pelas informações passadas no local do crime, o assassino teria passado um período trabalhando em Goiás. Ao retornar, ele teria recebido informações de que a mulher teve relacionamento com outro homem e resolveu matá-la. Após a ação criminosa, o assassino fugiu.

A polícia militar esteve no local e realizou diligências, mas não conseguiu, até o momento, localizar e prender o criminoso. A Polícia Civil já deu início às investigações e trabalha para que o assassino seja preso nas próximas horas.

No início da madrugada desta segunda-feira (23), o blog recebeu informações de que um homem, que seria o assassino, foi encontrado morto com vários golpes de faca. No entanto, não tivemos condições de checar a veracidade dessa informação.

A polícia deverá divulgar mais detalhes desse crime na manhã desta segunda.

VÍDEO! Empresário ex-candidato a vereador que apostou R$ 300 mil na eleição de prefeito é morto a tiros no interior do Maranhão

O empresário Elker Sousa Ferreira, de 41 anos, foi assassinado a tiros, na madrugada deste domingo (22), na cidade de Barra do Corda, a 454 km de São Luís.  Ele foi morto na porta de casa.

Segundo a polícia, a principal linha de investigação aponta que ele pode ter sido vítima de latrocínio (roubo com resultado morte).

Elker Sousa estava chegando em casa, na Rua Rio Mearim, no bairro Trizidela, por volta das 3h, quando foi abordado por dois homens, que estavam em uma motocicleta de marca e placa não identificadas.

Segundo uma vizinha, ao ser abordado, o empresário reagiu e houve luta corporal.Os criminosos tomaram da vítima uma corrente e uma pulseira de ouro.

Os bandidos não conseguiram arrancar um anel de ouro do dedo da vítima e acabaram disparando três tiros contra o empresário.

Empresário que apostou R$ 300 mil na vitória de Rigo Teles é morto a tiros em Barra do Corda durante assalto - Enquanto Isso no Maranhão

Elker Sousa morreu no local, enquanto os criminosos fugiram levando, também, o celular do empresário.

Após a ação criminosa, a polícia foi acionada, mas ainda não conseguiu identificar e prender nenhum suspeito do crime. Imagens de câmeras de segurança podem ajudar a polícia a identificar os criminosos.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Regional de Barra do Corda. Na eleição passada, Elker Sousa apostou R$ 300 mil  na vitória de Rigo Teles, que venceu a eleição. (Da redação com informações do Gilberto Lima)

Confira o vídeo: