Polícia procura casal suspeito de matar e tocar fogo no corpo de usuário de drogas

Bruno tinha várias passagens pela polícia

A Polícia Militar (PM) encontrou o corpo de um homem identificado como Bruno Marques de Sousa, 29 anos, morto e carbonizado, dentro de uma residência abandonada, localizada entre a Rua Tupinambá e a Rua Piauí, no bairro Mercadinho, no Centro da cidade de Imperatriz, na Região Tocantina.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar as chamas na casa, e ao chegar ao local, encontrou um corpo de Bruno Sousa, embaixo de um guarda-roupa. Estavam aparecendo apenas um braço e os pés da vítima, que teria sido assassinada.

A casa onde o corpo foi achado fica entre as ruas Tupinambá e Piauí

Velho conhecido  

De acordo com os Bombeiros, a casa era de parentes de Bruno e estava abandonada, servido apenas de ponto para uso de drogas. Segundo informações policiais, Bruno era usuário de drogas e possuía várias passagens pela polícia.

A polícia fez levantamentos no local e soube que um casal teria sido visto companhia de Bruno. O corpo foi removido para Instituto Médico Legal (IML). O crime será investigado pela Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Bruno Sousa foi queimado embaixo do guarda-roupa

A polícia acha que Bruno foi assassinado pelo casal visto em companhia dele, perto da casa abandonada. Bruno teria sido morto, colocado debaixo do guarda-roupa e queimado.  No momento, a polícia faz diligências para prender o casal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.