Polícia Civil identifica motoboys que atacaram condomínio no Renascença, em São Luís; morador também foi identificado

Três motociclistas suspeitos de envolvimento no ato de vandalismo no Condomínio Ponta Negra foram identificados pela Polícia Civil do Maranhão.

O caso aconteceu na noite de sábado (18), no bairro Jardim Renascença, em São Luís, e teve como motivação o ‘calote’ de um cliente no pagamento de uma pizza – o homem é professor e morador do condomínio.

Com isso, os três motociclistas serão intimados a prestar depoimentos à Polícia para esclarecer os atos registrados em gravações feitas pelo próprio grupo.

As imagens mostram que toda a confusão iniciou após o morador do Ponta Negra se negar a pagar a pizza para um entregador, devido à demora para o recebimento do pedido.

O morador do Ponta Negra, que também já foi identificado, prestará depoimento nesta terça-feira (21), na Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), que está a frente do caso.

Entenda o caso 

Após a discussão com o morador, o entregador voltou com vários outros entregadores e iniciou um ataque ao edifício. Os motociclistas soltaram fogos de artifício contra o prédio, faziam barulho com as descargas das motos e chegaram ainda a arrombar o portão da portaria.

“Além de derrubarem o portão, fizeram uma confusão toda, levantando roda, fizeram zoada, jogaram fogos de artifício, rojões nas alturas ali da sacada. Fizeram isso com pessoas que eles nem conhecem, que não tinham nada a ver com a confusão do cara.”

Segundo o jornalista Ricardo Santos, que mora no condomínio ao lado, Porto Seguro, os barulhos foram tão grandes que incomodaram o prédio em que ele mora, onde residem também doentes e crianças autistas.

“Onde eu moro tem pessoas doentes, pessoas que dormem só respirando por aparelhos, tem pessoas autistas, têm crianças autistas, animais, então foi uma coisa assim que rompeu a barreira do silêncio e de todo convívio social, pessoas se assustaram, pessoas ficaram sem entender o que estava acontecendo” relatou inconformado.

Conforme as informações apuradas, o morador que pediu a pizza terá que arcar com os danos que os motoqueiros fizeram. (Portal Difusora News)

Confira o momento do ataque: 

Ministério Público deve atuar no caso de condomínio atacado por motoboys após discussão entre morador e entregador

Uma denúncia deverá ser encaminhada por moradores do condomínio residencial Ponta Negra, localizado na rua dos Sabiás no bairro Jardim Renascença, em São Luís, ao Ministério Público estadual, após ataques ocorridos na noite do último sábado, 18, promovidos por motociclistas que trabalham com entregas em domicílio.

Tudo começou com um desentendimento entre um motoboy e um morador que havia pedido duas pizzas e no momento da entrega teria se negado a pagar. Houve discussão e xingamentos.

Minutos depois, um grupo de motociclistas chegou ao local soltando foguetes, fazendo buzinaço e chutando portões. Um deles, o da entrada do condomínio, foi derrubado. A Polícia Militar foi acionada para a ocorrência. (O Informante)

Vídeos! Motoboys vandalizam condomínio no Renascença após desentendimento com morador; doentes crônicos e autistas moram no prédio

Um grupo de motoboys derrubou portões e soltou foguetes em um condomínio de São Luís, na noite deste sábado, 18. O caso ocorreu no Condomínio Ponta Negra, no bairro Renascença, em São Luís. 

A confusão começou após um desentendimento entre um entregador e um morador do local por conta do pagamento pela entrega de uma pizza.

Nas imagens, é possível ver que os motoqueiros primeiro soltam foguetes e buzinam na rua em frente ao edifício.

Na sequência, alguns começam a chutae os portões, até que o deles consegue derrubar o da entrada de veículos. Logo depois, um outro entregador arromba o portão de entrada de pedestres.

Um morador do Condomínio Ponta Negra, no Renascença, alvo de vandalismo por parte de motoboys na noite de sábado, 18, é moradia de doentes crônicos e de crianças autistas.

A informação é de Ricardo Santos, blogueiro que reside no local.

“No meu prédio tem doentes crônicos que dormem com ajuda de aparelhos. No local moram crianças autistas, idosos, sem falar dos animais […]. Se o morador não quis pagar, que ele resolvesse na polícia”, opinou.

Confira os vídeos: 

Com informações do Gilberto Léda

Moradora da Cohab é morta por bala perdida durante perseguição a assaltantes em São Luís

Uma mulher identificada como Marlene Campelo Correia, de 51 anos, foi morta durante perseguição policial a dois assaltantes, na noite desta quinta-feira (16), no bairro Cohab, em São Luís. Pelas informações, ela estava chegando em casa quando foi alvejada por um dos tiros disparados contra os assaltantes. 

A Polícia Civil informou que os disparos teriam sido feitos por um policial militar reformado. Atingida no tórax, a mulher não resistiu e morreu na calçada de uma residência, a 50 metros da casa dela.

Segundo o jornalista Jeisael Marx, a vítima estava voltando do trabalho e foi alvejada por um policial que perseguia um sujeito, que havia tentado um assalto em outra rua, portando uma arma de brinquedo.

“A vítima não foi assaltada, não foi atacada, estava apenas tentando se proteger quando viu a movimentação na rua. Estava a poucos metros de casa”, diz o jornalista.

Segundo informações divulgadas pelo portal O Informante, aconteceu uma tentativa de assalto na Avenida Henriques Leal, s/n, Cohab, próximo à Hidráulica Elétrica. Dois homens que utilizavam uma moto Honda Twister, cor prata, placa Rod-7d67 (sem registro de roubo ou furto), tentavam assaltar uma jovem que estava em frente ao ‘comércio do Aragão’. Um deles, Dionatha de Oliveira Pereira, de 28 anos, portava um simulacro de arma de fogo, apreendido posteriormente pela polícia.

Um policial militar, 2º Sargento RR Atenecy Moraes Ribeiro Filho, que passava pelo local, à paisana, ao perceber a ação dos assaltantes, sacou uma pistola e disparou contra eles. Um deles foi atingido com um tiro na região lombar, sendo levado para o Hospital Socorrão 2.

Um dos tiros disparados pelo PM atingiu Marlene, que morreu na calçada de uma residência, a 50 metros da casa dela.

Uma  guarnição do GTM, do 20º BPM; policiais do CPU e outros que estavam numa viatura do Cohatrac se encontravam na rua Ana Santos, nas imediações, atendendo uma outra ocorrência, quando ouviram disparos de arma de fogo vindos da Avenida 19.

De imediato, as guarnições se deslocaram e viram uma senhora caída na calçada, enquanto populares indicavam que os dois assaltantes teriam seguido no sentido da feira da Cohab.

Foram feitas buscas, e o GTM do 20º BPM localizou um dos suspeitos, que estava baleado na região lombar e portando um simulacro de arma de fogo, já na Avenida 4, próximo à maternidade Marly Sarney. Ele recebeu voz de prisão e foi levado para receber atendimento médico no Socorrão II, encontrando-se no centro cirúrgico.

A polícia apreendeu o simulacro de arma de fogo, uma pistola, calibre 40, e a moto que estava com os assaltantes.

O assaltante Dionatha ainda não foi localizado. O policial militar que efetuou os disparos foi conduzido para a Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), que investiga o caso.

Em seguida, o polical foi conduzido ao ‘presídio’ no Comando Geral da PM, onde ficará aguardando a conclusão do inquérito policial. A Polícia Civil entende que ele deverá responder por homicídio.

Com informações do Gilberto Lima

Veja como vai funcionar o comércio da Grande São Luís no feriado de Tiradentes

Os estabelecimentos estão autorizados a abrir no dia 21 de abril.

Empresas que decidirem abrir nesse dia devem remunerar as horas trabalhadas com um adicional de 100% sobre o valor normal da hora.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) esclarece que os estabelecimentos comerciais na Grande São Luís (que inclui também São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa) estão autorizados a abrir no dia 21 de abril (domingo), feriado nacional de Tiradentes.

As Convenções Coletivas de Trabalho, acordadas entre a Fecomércio e os sindicatos desses municípios, estabelecem os horários de funcionamento aos domingos para lojas de rua e centros comerciais das 8h às 14h, enquanto as lojas em shopping centers podem abrir das 13h às 21h.

Empresas que decidirem abrir nesse dia devem remunerar as horas trabalhadas com um adicional de 100% sobre o valor normal da hora, considerando o caráter extraordinário do trabalho neste dia. Além disso, uma gratificação de R$ 45,00 deve ser concedida aos funcionários chamados para trabalhar na data.

Essas diretrizes não se aplicam a farmácias e supermercados, cujas atividades são consideradas essenciais e, portanto, podem operar em horário livre durante o feriado (Imirante)

URGENTE! Operação policial prende deputado federal, conselheiro do TCE e ex-chefe da Polícia Civil

Operação acontece na manhã deste domingo (24) e prendeu Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Chiquinho Brazão, deputado federal do RJ, e Rivaldo Barbosa, ex-chefe de Polícia Civil do Rio.

Marielle Franco, em foto de fevereiro de 2018 — Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio de Janeiro/AFP/Arquivo

Uma operação conjunta da Procuradoria Geral da República, do Ministério Público do Rio de Janeiro e da Polícia Federal prendeu neste domingo (24) três suspeitos de serem os mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco, em março de 2018.

Foram presos Domingos Brazão, atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Chiquinho Brazão, deputado federal do Rio de Janeiro, e Rivaldo Barbosa, ex-chefe de Polícia Civil do Rio.

Também foram expedidos mandados de busca e apreensão na sede da Polícia Civil do Rio e no Tribunal de Contas do Estado.

Os investigadores ainda trabalham para definir a motivação do crime. Do que já se sabe, o motivo tem a ver com expansão territorial de milícia no Rio.

Os investigadores decidiram fazer a operação no início deste domingo surpreender os suspeitos. Informações da inteligência da polícia indicava que eles já estavam em alerta nos últimos dias, após do STF homologar a delação premiada de Ronnie Lessa.

Fonte: G1/RJ

ASSISTA! Muher perde o controle de BMW e invade loja, em São Luís

...

Câmeras de segurança flagraram o momento em que uma condutora de um veículo invadiu e destruiu a vitrine de uma loja de roupas. O acidente ocorreu na madrugada de sábado (16), no bairro do Cohajap, em São Luís. A condutora do veículo fugiu do local.

As imagens mostram que por volta de 3h da manhã, uma condutora de veículo da marca BMW cor branca, deu partida no carro, no entanto, perdeu o controle do automóvel e invadiu a loja. Com o impacto, a vitrine do estabelecimento ficou completamente destruída.

Após invadir a loja, a condutora que estava acompanhada de um homem, deu marcha ré no veículo e fugiu do local, sem prestar assistência.

Segundo a proprietária da loja, os responsáveis pelo acidente ainda não foram localizados para arcar com os prejuízos. (Do portal difusoraon)

Confira o vídeo:

Familiares de cabeleireiro “Zezinho” atropelado e morto no Vinhais pedem por justiça

Familiares pedem por justiça após o atropelamento do cabeleireiro José Nascimento Coutinho, conhecido como “Zezinho”, de 58 anos.

Imagens da câmera de segurança mostram Zezinho atravessando a Avenida Jerônimo de Albuquerque, em São Luís, quando é atropelado por um motociclista em alta velocidade. Zezinho não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A Ffamília da vítima pede pela prisão do motociclista. O caso esta sendo investigado pela Policia Civil através Delegacia de Acidente de Transito.

Veja mais informações na reportagem de Darcy Bezerra para a TV Cidade/Record.

Caso Ana Caroline: 3 meses após assassinato brutal, motivação ainda não foi desvendada

Ana tinha 21 anos e teve órgãos arrancados, mesmo não tendo inimigos ou histórico de crimes. Polícia ainda não descarta um caso de homicídio de ódio motivado por ela ser lésbica.

Segundo a Polícia Militar do Maranhão, a vítima teve a pele do rosto, couro cabeludo, olhos e orelhas arrancados. — Foto: Arquivo pessoal/Polícia Civil

Três meses após a morte brutal de Ana Caroline Sousa Campêlo, o caso ainda não foi totalmente esclarecido e ainda não se sabe o que motivou o assassinato contra uma jovem que não tinha histórico de violência, crimes, ou inimigos conhecidos.

Ana tinha 21 anos e foi encontrada morta em 10 de dezembro, logo após sair do trabalho, em Maranhãozinho, cidade a 232 km da capital São Luís. No local do crime, ela estava com a pele do rosto, o couro cabeludo, os olhos e as orelhas arrancados.

A polícia não sabe o que motivou a crueldade, mas acredita que o autor ou o mandante tinha muito ódio da vítima, que meses antes morava em Centro do Guilherme, mas se mudou para Maranhãozinho para morar com a namorada.

No dia 31 de janeiro, a Polícia Civil do Maranhão prendeu, em Maranhãozinho, Elizeu Carvalho de Castro, de 32 anos, suspeito de envolvimento na morte de Ana. Segundo as investigações, ele é o homem que aparece em um vídeo  de camisa branca, em uma motocicleta, e segue a jovem por uma rua do município.

As imagens que mostram a ação foram divulgadas com exclusividade pelo g1. O vídeo mostra a jovem, pela Rua Nova Um, via que dá acesso à estrada para Cachimbós. Ao terminar a rua, a jovem lésbica vira à direita. O relógio registra 1h59 da madrugada. Segundos depois, surge na gravação um homem de camiseta branca em uma moto e faz o mesmo trajeto do que a jovem.

O corpo de Ana Caroline foi encontrado por familiares próximo à Rua Getúlio Vargas, a cerca de 300 metros da rua onde ela teria virado com sua bicicleta. Os parentes encontraram primeiro sua bicicleta antes de achar seu corpo.

Uma vizinha de Ana Caroline contou à polícia que, pouco antes de desaparecer, viu a jovem com um homem de camiseta branca em uma moto.

A testemunha disse ter visto quando esse homem colocou Ana Caroline no veículo e partiu em direção a uma estrada vicinal que dá acesso ao povoado Cachimbós – onde o corpo foi posteriormente encontrado.

Ainda sem motivação desvendada

Apesar da prisão, a Polícia Civil ainda não conseguiu entender o que motivou o crime, pois Elizeu nega a participação no assassinato e fica calado nos interrogatórios. Além disso, o fato do crime não ter tido testemunhas oculares no local dificulta as investigações.

Apesar disso, os investigadores estão apostando em informações contidas no celular de Ana para tentar desvendar a motivação ou quem poderia ter encomendado o assassinato.

“Estamos trabalhando para entender a motivação. O relatório do conteúdo do celular dela já chegou, após extração, e está sendo analisado”, declarou o delegado-geral da Polícia Civil, Jair Paiva, ao g1.

VÍDEOS! Famoso cabeleireiro é atropelado e morto no Vinhais, em São Luís

O conhecido cabeleireiro  “Zezinho”, que trabalhava em um salão no bairro Vinhais, morreu na madrugada deste domingo (10), após ser atropelado por um motociclista na Avenida Jerônimo de Albuquerque, na região da Curva do 90 em São Luís.

Segundo testemunhas, “Zezinho”  estava atravessando a via quando não percebeu a aproximação da motocicleta e foi atingida pelo veículo. O motociclista sofreu algumas escoriações.

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas “Zezinho” não resistiu aos ferimentos e morreu.

O corpo de “Zezinho” foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para perícia e posteriormente liberado à família, que ainda não informou o local do velório e do sepultamento. Aguardem mais informações!a.

“Zezinho” foi nascido e criado na região da Cohama e Vinhais, onde era muito querido por todos. O Blog da Suêlda Santos lamenta a perda prematura e se solidariza com os familiares e amigos.

Confira os vídeos: