Mulher vítima de infarto fulminante é estuprada um dia após ser sepultada

Um caso de necrofilia assustou a cidade de Matinhos, litoral do Paraná, na manhã de segunda-feira (01). Após ser sepultada no último domingo (31), no Cemitério Municipal, o túmulo de uma mulher foi encontrado aberto e o corpo, com sinais de violência sexual.

As primeiras informações descobertas pela PCPR apontam que o corpo seria de uma moradora do balneário Praia Grande. A mulher, vítima de um infarto fulminante, foi encontrada de bruços (barriga para baixo), parcialmente nua e fora do caixão.

O cabo Viana, da Polícia Militar de Matinhos, informou ao site Banda B que ninguém no cemitério viu possíveis invasores. “Ali não tem iluminação e ninguém fica como vigilante no período noturno. Não há nenhuma informação neste momento no cemitério”, analisou.Além disto, segundo Viana, há a possibilidade de que mais de uma pessoa tenha realizado o crime.

“O corpo estava sujo de areia e com sinais de espancamento. Um osso do pé da vítima foi quebrado. Eles largaram e foram embora”, acrescentou. A Polícia Civil está ouvindo testemunhas que possam auxiliar na investigação. (Metrópoles)

ASSISTA! Dois bandidos são presos após assalto a ônibus em São Luís

Dois homens não identificados foram presos nesta segunda-feira, (1) , logo depois de terem  assaltado um ônibus na Avenida Daniel de La Touche no Ipase. Armados de faca eles renderam os passageiros e roubaram aparelhos de telefone celular e objetos pessoais.

No entanto no momento da fuga a dupla foi surpreendida com a chegada de policiais do Batalhão Tiradentes que de imediato fizeram a prisão dos dois acusados. O assalto ocorreu no ponto de ônibus em frente à Secretária Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT).

Os dois acusados foram encaminhados para o Plantão da Polícia Civil na  região central da cidade, onde foram autuados em flagrante e levados para o presídio de Pedrinhas, onde estão à disposição da Justiça.  (Com informações do Silvan Alves)

Confira os vídeos:

.

ASSISTA! Motorista de aplicativo é sequestrado no Centro de São Luís

Um motorista de aplicativo que havia sido sequestrado e colocado na mala de uma veículo Celta, foi libertado pelo policiais do Grupo de Pronto Emprego do Batalhão Tiradentes da Polícia Militar do Estado  do Maranhão.

O sequestro ocorreu no sábado, (30) , quando os acusados renderam a vítima na rua Paulo Frontin no bairro Monte Castelo. O policiamento motorizado  suspeitou dos três homens no interior do veículo e resolveu abordá-los.

Ao perceberem a presença da policia os ladrões tentaram fugir em alta velocidade.  Foi iniciada uma perseguição e os assaltantes foram  interceptados na Avenida Venceslau Braz, próximo ao Canto da Fabril.

Só naquele momento e que os policiais descobriram que se tratava de um sequestro e que o refém estava na mala do veículo. Os três assaltante foram presos e com eles foi apreendido um revólver calibre 38 com 4 munições intactas e duas deflagradas.

O motorista foi liberado e os acusados foram encaminhados para o Plantão Central de rua do Norte onde foram autuados em flagrante. (Da redação cominformações do Silvan Alves)

Confira o vídeo:  

Preso em São Paulo homem envolvido na morte de empresária em Vitorino Freire

URGENTE: Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de empresária em Vitorino Freire

A Polícia Civil  prendeu nesta sexta-feira (29)  na cidade de Campinas, (SP) o homem identificado como José Gonçalo. Ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça da cidade de Vitorino Freire, (MA). Ele é um dos acusados de envolvimento na morte e ocultação de cadáver da empresária  Maria Hilda Silva Pereira,  dona da loja ” Leuda Constrações “. O crime ocorreu em março deste ano naquele município e Gonçalo estava foragido.

O CRIME

A primeira envolvida a ser presa pela polícia foi a professora Franciane Lima da Rocha, que confessou participação no crime. Franciane era muito amiga da vítima e juntamente com o seu namorado José Gonçalo e um  outro homem conhecido como Ismael elaboraram um plano para atrair e roubar a vítima.

Então Franciane no dia do crime convidou a empresária para almoçar em sua casa. Sem desconfir de nada Maria Hilda foi para a casa da acusada em uma moto e levou o filho adolescente.

Assim que os criminosos viram que a vítima estava acompanhanda então resolveram mandar o rapaz ir compar um refrigerante para tomar depois do almoço.  Nesse intervalo Franciane e os seus dois comparsas acabaram matando a vitima.

CORPO SUMIDO

Após ter sido morta a empresária foi esquentada e o corpo colocado em uma caixa. Após o crime câmeras de segurança flagraram José Gonçalo saindo na moto da vitima levando a caixa na garupa.

De acordo com a polícia  o corpo da empresária com a moto foram jogados no rio entre as cidades de Brejo de Areia e Altamira do Maranhão.  Até hoje o corpo da vítima não foi encontrado.

A polícia acredita que agora com a prisão de Gonçalo, ficará mais fácil encontrar o corpo da empresária que está sumido . A Secretaria de Segurança vai providenciar a transferência do acusado para o Maranhão.

Da redação com informações do Silvan Alves. Fotos: Polícia Civil

VEJA VÍDEO! Bêbada, 1° sargento da PM dá “carteirada” em blitz e é presa

1º sargento da PMGO, Fernanda da Sampaio Fonseca, presa na blitz da Lei seca em Brasília

Um vídeo feito por policial militar do Distrito Federal mostra quando uma colega de profissão, 1° sargento da PM de Goiás, se recusa a colaborar com uma blitz realizada na capital federal. Nitidamente embriagada, Fernanda Sampaio da Fonseca estaria alcoolizada e afirmou trabalhar no Gabinete Militar, no governo de Goiás, na tentativa de ser dispensada.

Diante da frustração na tentativa de “carteirada”, a 1º sargento tentou zombar dos policiais, que teriam patentes mais baixas, mas acabou autuada por desacato: “Vocês são lixo”, disse. A data da abordagem ainda não foi confirmada.

O registro foi feito por um policial que presenciou a cena e foi publicado originalmente no perfil do Delegado Waldir no Instagram. Até a manhã desta terça-feira (26/05) havia mais de 27 mil visualizações.

Na gravação, ao ser indagada pelos policiais se havia alguém que pudesse dirigir o veículo em que estava, a mulher diz que iria para a região conhecida como Cruzeiro, onde fica a casa da sogra. “Eu tô bem”, afirmou. Os policiais rebatem dizendo que ela não está. “Estou levando a minha sobrinha e você diz que não estou bem?!”, respondeu.

Os policiais seguem tentando fazer com que ela aceite ajuda para levar o veículo. Ela insiste, dizendo que está bem. “Eu trabalho no Gabinete Militar, com o doutor Ronaldo Caiado. Se você quiser me acompanhar até lá [a casa da sogra], eu agradeço”, diz. O policial se impõe e diz: não. “Terceiro sargento?! Ridículo!”, zomba. Ela continuou: “segundo sargento? Eu sou primeiro sargento. Vai pegar ladrão“, continua em outro vídeo. “Fica aqui enchendo o saco com polícia (sic), desconfia. Vai pegar ladrão. É vergonhoso“, declara ela aos policiais.  “Dizer que eu estou embriagada?!”.

Procurada, a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), por meio da assessoria de comunicação, informou que ela é integrante dos quadros  da corporação e que estava de folga no momento do ocorrido. A PMGO ainda reforçou que ela foi autuada por desacato em Brasília e que adotou medidas administrativas para que os fatos sejam esclarecidos localmente. (Metrópoles)

Confira o vídeo: 

ASSISTA! Homem é preso após agredir a esposa no Grand Park, em São Luís

Os moradores do condomínio Grand Park, localizado no bairro nobre do Calhau, em São Luís, viveram momentos de pânico na noite desta quarta-feira (27).

Tudo começou quando um homem não identificado começou a espancar a esposa no Grande Park (Pássaros), Bloco Beija-Flor.

Os moradores chamaram a polícia e o homem acabou sendo preso pela Polícia Militar. O tumulto foi grande no condomínio.

O homem foi conduzido para o Plantão da Casa da Mulher Brasileira no bairro Jaracati, onde foi autuado em flagrante.

Confira os vídeos: 

Idosa de 66 anos é estrangulada dentro de casa pelo próprio vizinho, em São Luís

Um feminicídio foi registrado na terça-feira (26), no bairro Recanto dos Signos, região da Cidade Operária, em São Luis. Uma idosa de 66 anos foi morta por estrangulamento. De acordo com a Polícia Civil, o principal suspeito do crime é o próprio vizinho da vítima.

Ainda segunda a polícia, o autor do crime era praticante de uma seita, e teria matado a idosa, identificada como Joana Maria Diniz, após um surto. O suspeito, que ainda não foi identificado, prestava pequenos serviços para a vítima.

No local do crime, foram encontrados celulares quebrados. De acordo com a polícia, o suspeito quebrou os aparelhos, retirando os chips, para se livrar de possíveis provas do crime.

A polícia informou, também, que o crime aconteceu por volta das 10h dessa terça-feira, mas o corpo só foi encontrado na parte da noite, às 22h. Equipe do Instituto de Criminalística (Icrim) esteve no local.

Buscas foram feitas na residência da vítima e, também, na do suspeito do crime, onde foram encontrados vários objetos relacionados a uma seita. A SHPP deve continuar investigando o crime, por meio do Departamento de Feminicídio.

ASSISTA! Bandido é morto ao tentar assaltar lanchonete no Barramar, em São Luís

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) informou que uma tentativa de assalto frustrada levou a morte um dos assaltantes na madrugada desta quarta-feira (27). na área nobre de São Luís.

Segundo.Informações da PM e de testemunha do crime, tudo aconteceu quando dois bandidos armados tentaram realizar um assalto  em uma lanchonete no Barramar em São Luís;

De acordo com a PM, ao anunciar o assalto uma das vítimas reagiu, disparando contra um dos bandidos que morreu no local. O outro bandido conseguiu fugir e está sendo caçado.

Confira o vídeo: 

PM vai apurar denúncia de assédio sexual feita por policial feminina no Maranhão

Em vídeo, policial denuncia assédio sexual dentro da PM/MA – G7 MA ...

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) informou ao Blog do Gilberto Léda, por meio de nota, “que abrirá processo administrativo para apurar a denúncia” de corrupção e assédio sexual na corporação.

As revelações foram feitas pela policial militar Tatiane Alves de Lima, do 3º Batalhão em Imperatriz, em vídeo.

“Se vocês querem entrar na Polícia Militar, aprendam uma coisa: ou vocês entram no sistema… Sistema que eu falo é: não seja honesta, pegue propina em rua, faça tudo aquilo que não se deve fazer quando é honesta. Depois de um certo tempo, você vai ver que tudo que você fez de bom não serve de nada”, disse.

Segundo ela, o assédio sexual ocorreu quando ela tentava ingressar no Esquadrão Águia da PMMA, após ter-se habilitado em curso de moto que realizou (reveja).