VÍDEO E FOTOS! Gaeco investiga desvios de R$ 22 milhões envolvendo deputado federal e ex-prefeito no Maranhão

O Grupo de Atuação Especializada no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão está realizando, na manhã desta quinta-feira (15) a Operação Laços de Família, em parceria com a Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor).

As investigações tiveram início a partir de denúncia do Tribunal de Contas da União (TCU) a respeito de desvios de recursos realizados no período de 2017 a 2020, durante a gestão do ex-prefeito de Miranda do Norte Carlos Eduardo Fonseca Belfort, conhecido como Negão.

O ex-gestor estaria utilizando recursos públicos para quitar dívidas pessoais junto ao TCU. O mesmo artifício teria sido usado pelo também ex-prefeito e atual deputado federal, José Lourenço Bonfim Júnior, que esteve à frente da administração municipal de Miranda do Norte no período de 2009 a 2016.

As investigações apontaram a existência de uma verdadeira organização criminosa criada com o objetivo de desviar recursos públicos. O esquema era operacionalizado por meio de empresas de fachada que participavam de processos licitatórios fraudulentos. Essas empresas não tinham capacidade técnica nem lastro financeiro para cumprir os contratos firmados.

Quatro contratos firmados entre a Prefeitura de Miranda do Norte e as empresas “PM Construções e Serviços Ltda.”, “F Cipião Prazeres” e “J Rodrigues Macedo” totalizaram um dano de R$ 22.061.477,53 aos cofres municipais. Esse, inclusive, é o valor do bloqueio das contas correntes, poupanças e aplicações dos investigados, solicitado pelo Ministério Público.

As investigações também apontaram ligações entre essas empresas, os ex-prefeitos investigados, seus familiares, empregados e amigos.

Mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca da Grande Ilha de São Luís, estão sendo cumpridos nos municípios de São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Miranda do Norte e Bom Jardim. Participam da operação 24 equipes da Polícia Civil, compostas por delegados, investigadores e escrivães, além dos promotores de justiça do Gaeco.

As investigações tiveram início a partir de denúncia do Tribunal de Contas da União (TCU) a respeito de desvios de recursos realizados no período de 2017 a 2020, durante a gestão do ex-prefeito de Miranda do Norte Carlos Eduardo Fonseca Belfort, conhecido como Negão.

O ex-gestor estaria utilizando recursos públicos para quitar dívidas pessoais junto ao TCU. O mesmo artifício teria sido usado pelo também ex-prefeito e atual deputado federal, José Lourenço Bonfim Júnior, que esteve à frente da administração municipal de Miranda do Norte no período de 2009 a 2016.

Operação investiga desvios de R$ 22 milhões envolvendo ex-prefeito e deputado federal

As investigações apontaram a existência de uma verdadeira organização criminosa criada com o objetivo de desviar recursos públicos. O esquema era operacionalizado por meio de empresas de fachada que participavam de processos licitatórios fraudulentos. Essas empresas não tinham capacidade técnica nem lastro financeiro para cumprir os contratos firmados.

Quatro contratos firmados entre a Prefeitura de Miranda do Norte e as empresas “PM Construções e Serviços Ltda.”, “F Cipião Prazeres” e “J Rodrigues Macedo” totalizaram um dano de R$ 22.061.477,53 aos cofres municipais. Esse, inclusive, é o valor do bloqueio das contas correntes, poupanças e aplicações dos investigados, solicitado pelo Ministério Público.

As investigações também apontaram ligações entre essas empresas, os ex-prefeitos investigados, seus familiares, empregados e amigos.

Mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca da Grande Ilha de São Luís, estão sendo cumpridos nos municípios de São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Miranda do Norte e Bom Jardim. Participam da operação 24 equipes da Polícia Civil, compostas por delegados, investigadores e escrivães, além dos promotores de justiça do Gaeco. (Com informações do MA10 e Diego Emir)

Confira o vídeo: 

Coronavírus mata o ex-vereador e professor do IFMA Joan Botelho; Assembleia expressa pesar

A Assembleia Legislativa do Maranhão lamenta, com profundo pesar, o falecimento do ex-vereador de São Luís, professor Joan Botelho, aos 60 anos, vítima da Covid-19.

Militante político filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), Joan Gabriel Botelho exerceu o mandato de vereador de São Luís no período de 1997 a 2000. Atualmente, era professor de História do Instituto Federal de Educação do Maranhão (IFMA). Em 2019, lançou o livro “Conhecendo e debatendo a história do Maranhão”.

Consternada com a imensurável perda, a Assembleia Legislativa presta condolências e solidariedade aos familiares e amigos abalados pela partida do ente querido.

Deputado Othelino Neto

Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão

Professor de História do IFMA e ex-vereador de São Luís, Joan Botelho, morre em decorrência da Covid — Foto: Reprodução/Redes Sociais.

Professor do IFMA Joan Botelho era uma pessoa muito querida por todos

Quatro assaltantes morrem durante confronto com a polícia no Maranhão

Na noite de terça-feira (13), quatro jovens foram mortos durante um confronto com a polícia na cidade de Turilândia. Segundo a polícia, o grupo fazia parte da organização criminosa conhecida como Bonde dos 40 e foi encontrado cometendo um assalto contra um caminhoneiro na região. Segundo a polícia, um dos PMs chegou a ser baleado no peito, mas foi salvo pelo colete a prova de balas.

De acordo com os policiais que perseguiram os jovens, o grupo realizou diversos disparos contra a guarnição e um dos tiros chegou a atingir o colete a prova de balas de um policial. Na troca de tiros, os quatro jovens foram alvejados e morreram no hospital.

Com o grupo, a polícia apreendeu um revólver calibre .38, com duas munições intactas e três deflagradas; um revólver calibre .38 com uma munição intacta e três deflagradas; uma arma de fabricação caseira calibre .38, com uma munição deflagrada; um rifle calibre .22, sem munição e sem carregador. O material foi apresentado na Delegacia Regional de Pinheiro. (G1MA) 

Famoso jornalista do O Globo morre vítima de Covid-19

Morreu, na noite de segunda-feira (12), aos 56 anos, o jornalista Aloy Jupiara. Ele é mais uma vítima da Covid-19.

Aloy foi repórter do jornal O Globo, editor executivo do site do jornal e também do Extra, além de gerente de inovação digital.

Em parceria com o jornalista Chico Otávio, escreveu a biografia não autorizada do ex-deputado Eduardo Cunha e também “Os porões da contravenção”, sobre as ligações entre o jogo do bicho e a ditadura militar.

Aloy estava internado desde o dia 29 de março com Covid.

Segundo a família ele chegou a apresentar melhora, mas nesta segunda o quadro de saúde do jornalista piorou e ele não resistiu.

Aloy era solteiro e deixa irmãos e sobrinhos. A família ainda não tem informações sobre enterro.

Othelino promulga lei que garante auxílio emergencial a bares, restaurantes, lanchonetes e ao setor cultural

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), promulgou a Lei nº 11.426, de 30 de março de 2021, oriunda da Medida Provisória 341/21, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a concessão de auxílio emergencial aos estabelecimentos comerciais do setor de bares, restaurantes, lanchonetes e à área cultural.

Segundo Othelino, o setor de bares e restaurantes foi um dos mais atingidos pelas restrições necessárias ao enfrentamento da pandemia do coronavírus.

“O auxílio dará um fôlego aos proprietários desses estabelecimentos comerciais, contribuindo para a manutenção dos postos de trabalho, assim como aos profissionais da cultura, que também tiveram que parar as atividades em razão das normas sanitárias”, afirmou o chefe do Legislativo.

Compensação 

O auxílio emergencial é uma compensação aos reflexos das medidas restritivas necessárias à contenção e prevenção da Covid-19. De acordo com o texto da Lei, os estabelecimentos comerciais cuja atividade principal possua Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de bares, restaurantes e lanchonetes terão direito ao auxílio no valor de R$ 1.000,00, pago em cota única.

Já os trabalhadores da cultura, anteriormente selecionados por meio das ações emergenciais (renda emergencial e editais da Secretaria de Estado da Cultura – SECMA) previstas na Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020 (Lei Aldir Blanc), terão direito a auxílio no valor de R$ 600,00, também pago em cota única.

Bandidos invadem oficina em São Luís, roubam dinheiro, jóias, celulares e ameaçam matar menino de 5 anos

O assalto aconteceu às 22 horas de terça-feira (14), quando os funcionários estavam trabalhando na Oficina Miguel Car Auto Mecânica, na Avenida 1 do Bairro Bequimâo, em São Luís. Os bandidos não foram identificados nem localizados.    

Miguel Car Auto Mecânica - Oficina De Automóveis em Bequimão

Segundo informações da polícia, o assalto foi praticado por seis homens fortemente armados, que invadiram a oficina de arma em punho, espancando e ameaçando os funcionários.

Após roubar os funcionários, os bandidos subiram para a casa do Miguel, dono do da oficina, de onde roubaram R$ 8.500,00 em dinheiro, muitas jóias caras, aparelhos de TV, noteboks e celulares.

Durante o assalto, os bandidos ameaçaram matar um menino de apenas cinco anos. que foi mantido de refém com uma pistola na cabeça. Miguel, o  dono da oficina, foi brutalmente espancado.

Em plena missa, padre revela que está apaixonado por mulher

“Meu coração se apaixonou”: com estas palavras, o padre Riccardo Ceccobelli, sacerdote da diocese de Todi, no centro da Itália, anunciou que pendura a batina por amor.

“Meu coração se apaixonou. Nunca tive a possibilidade de trair as promessas que fiz, mas quero tentar viver esse amor”, disse o padre Riccardo a seu superior, o bispo Gualtiero Sigismondi, segundo um comunicado da diocese.

O padre, que contou sua história à imprensa nesta terça-feira (13/4), foi suspenso do serviço e iniciou os trâmites para voltar ao estado laico, segundo a mesma fonte.

“Agradeço a dom Riccardo por todo serviço prestado até agora. E, em primeiro lugar, envio-lhe meus mais sinceros votos para que esta decisão, tomada em plena liberdade como ele mesmo me disse, garanta-lhe paz e serenidade”, declarou o bispo Sigismondi.

O padre confessou que a decisão foi difícil, porque ama e respeita a Igreja.

“Não consigo ser coerente, transparente e correto com (a Igreja) como tenho sido até agora”, reconheceu, segundo o comunicado.

A “confissão” em público, diante de seu rebanho e de seu bispo, foi feita durante a missa dominical.

Segundo o jornal Il Corriere della Sera, ‘todo mundo sabia’ em sua cidade, perto de Perugia, que Riccardo estava com uma mulher. Sua identidade não foi divulgada.

César Pires destaca campanha da Alema que alerta para prevenção contra a Covid-19

O deputado César Pires (PV) destacou, na sessão plenária remota desta terça-feira (13), a campanha institucional da Assembleia Legislativa do Maranhão, idealizada pela Diretoria de Comunicação Social, que traz depoimentos reais de pessoas impactadas pelo falecimento de familiares por Covid-19. O vídeo alerta para a necessidade de cuidados preventivos contra a doença.

“Quero aqui, de público, fazer justiça ao nosso setor de Comunicação e congratular pela mídia da Assembleia Legislativa, que está sendo veiculada de forma impessoal. A peça nos mostra a angústia daquelas pessoas, as suas perdas para essa doença. Parabenizo a Assembleia pela iniciativa”, declarou César Pires.

O presidente do Parlamento Estadual, deputado Othelino Neto (PCdoB), agradeceu o reconhecimento do parlamentar e reforçou que a peça institucional traz depoimentos verídicos de maranhenses que perderam entes queridos para a Covid-19, assim como milhares de brasileiros que têm passado por essa situação.

“São depoimentos realmente comoventes apresentados nesse material que está sendo veiculado. O objetivo principal da peça, claro, é sensibilizar as pessoas para que continuem se cuidando e se protegendo”, afirmou Othelino.

Alerta

A campanha institucional, lançada no final do mês passado, visa estimular as medidas de proteção contra o coronavírus e conscientizar as pessoas sobre a gravidade da doença. O vídeo traz relatos com o desabafo de pessoas enlutadas por familiares vítimas da Covid-19.

O diretor de Comunicação Social da Assembleia Legislativa, jornalista Edwin Jinkings, ressaltou a relevância da iniciativa. “Nesse momento em que vivenciamos o recrudescimento da Covid-19 em todo o Maranhão, a campanha fez-se necessária para alertarmos as pessoas a continuarem com os cuidados preventivos contra a contaminação da doença”, enfatizou.

Othelino destaca aprovação de reconhecimento do estado de calamidade pública em municípios maranhenses

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), destacou a aprovação de novos pedidos de reconhecimento do estado de calamidade pública em mais seis municípios maranhenses, na sessão plenária remota desta terça-feira (13). O parlamentar disse ainda que, apesar do expediente reduzido, o Legislativo tem conseguido apreciar projetos importantes para o enfrentamento da pandemia no Estado.

Na sessão, foram aprovados os projetos de decreto legislativo que reconhecem o estado de calamidade pública nos municípios de Colinas, Vargem Grande, Santa Helena, Apicum Açu, Palmeirândia e Cedral.

O chefe do Parlamento Estadual afirmou que, com a aprovação dos pedidos, os municípios terão condições de adquirir serviços de maneira mais rápida e, assim, combater com mais agilidade e eficiência a pandemia da Covid-19.
“Aprovadas as solicitações, os gestores terão melhores condições para contratar serviços e comprar insumos de forma a combater a pandemia em seus municípios e atender melhor às pessoas, que estão sofrendo com a Covid-19”, enfatizou Othelino.

Ao final dos trabalhos, o presidente da Assembleia Legislativa informou que, no decorrer da semana, serão avaliados os números da Covid-19 no Estado para que seja estudada a possibilidade de retorno, ou não, das sessões presenciais, sempre priorizando o máximo de segurança possível para todos.

“Na Assembleia, mesmo com expediente reduzido e as sessões remotas, estamos conseguindo apreciar projetos muito importantes. As comissões técnicas estão funcionando e, apesar desse momento excepcional, estamos conseguindo fazer com que o Legislativo faça a sua parte, colaborando para o combate à pandemia do coronavírus”, concluiu Othelino Neto.

Coronavírus mata empresário e ex-prefeito do interior do Maranhão

Morreu no último domingo, 11, o primeiro prefeito de Centro Novo do Maranhão, Antonio Roberto Sobrinho (Antonio Satiro), vítima da covid-19. O ex-prefeito estava há dias sofrendo com a doença.

Empresário e com uma visão inquestionável para a política, Antonio Satiro foi prefeito por dois mandatos e ao sair conseguiu eleger seu sucessor.

Além disso, foi crucial para a eleição da ex-prefeita, Diva Silva, e para a vitória do atual prefeito de Centro Novo, Junior Garimpeiro.

Sua morte causa comoção em todos, principalmente pelo seu histórico de grandes amizades e social. Além do mais, mexe no cenário político da região.

A covid-19 está assustando os centronovenses, no município há um número alto de infectados.

Há poucos dias faleceu, também por complicações com a doença, o secretário de administração, Zinho.

As ações locais para conter o avanço do vírus não estão sendo suficientes. Apesar dos esforços, a cada dia mais pessoas estão sendo infectadas.