Polícia prende “Vovozona” vendendo cocaína e crack na boca de fumo montada em sua casa

“Vovozona” vendia as drogas pelo mato do quintal de casa

A idosa Raimunda Horácio de Pinho Lima, 74 anos, mais conhecida “Vovozona”, foi presa por volta das 12h desta sexta-feira (27), em sua residência no Bairro Reis Veloso, em Parnaíba, com uma bolsa no pescoço contendo drogas. Uma guarnição da Polícia Militar recebeu a denúncia de que na casa de “Vovozona” funcionava uma boca de fumo.

Segundo sargento Farlon, a acusada fazia a venda pelo quintal onde há um mato. As pessoas se utilizam da condição para comprar a droga através do local que acaba escondendo parcialmente a ação. No momento abordagem a mulher estava com uma bolsa porta moedas no pescoço. Os policiais verificaram e encontraram no acessório, 23 pedras de crack e oito porções cocaína. Após averiguações foi apreendida a importância R$ 52.

Luiz Carlos, filho de “Vovozona”, era o segurança da boca de fumo

Família no tráfico

A acusada disse que o dinheiro é seu, porque é aposentada, mas que a droga pertence ao seu sobrinho usuário de drogas. O filho da “Vovozona”, o Luiz Carlos de Pinho Lima, 50 anos, também foi detido por conta dos policiais terem sido informados de que ele faz a guarnição da casa se utilizando de um revólver, mas a polícia não encontrou a arma. Luiz Carlos disse que a única arma que dispõe é a bíblia, pois é crente. Diante da apreensão de drogas, Farlon afirmou que as provas mais evidentes do tráfico foram apreendidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.