Pais das bebês gêmeas que morreram carbonizadas se apresentam à polícia

O casal João Batista Ferreira e Dayane Soares se apresentou na Delegacia Regional de Pinheiro, no fim da tarde desta segunda-feira (27). Os dois são os pais das gêmeas Solara e Sofia, as bebês que morreram carbonizadas após a casa onde moravam pegar fogo em Central do Maranhão, na noite da última sexta-feira (24).

O casal estava foragido e prestou depoimento ao Delegado Regional de Pinheiro, Oséias Ferreira Cavalcanti e foi liberado. Vão responder o processo em liberdade e podem ser presos por abandono de incapaz.

O Delegado disse não foi necessário pedir a prisão preventiva do casal, que demonstrou estar muito abalado e sendo penalizado pelas consequenciais naturais, a perda das duas filhas no trágico acidente.

A causa do incêndio teria sido um curto-circuito em um ventilador da casa. Após o incêndio, outras duas crianças que estavam na casa inalaram muita fumaça, mas conseguiram fugir e não correm risco de morte. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.