Mãe e filho somem após canoa virar em rio no MA; corpo da criança foi achado

Dois tripulantes de uma canoa desapareceram após caírem dentro do rio Itapecuru, na zona rural de Caxias, cidade localizada a 356 km de São Luís, no último sábado (20). Os desaparecidos foram identificados como Luzia Aguiar, de 38 anos e Mateus Aguiar, de 6 anos, mãe e filho. O corpo de Mateus foi localizado nesta segunda-feira (22).

Segundo o Corpo de Bombeiros, Luzia Aguiar e Mateus Aguiar estavam na canoa junto com o pai quando ela virou e eles submergiram na água. No entanto, o pai conseguiu se salvar e nadou até a margem, onde pediu ajuda para salvar a esposa e o filho, que já tinham submergido.

O Corpo de Bombeiros do Maranhão está realizando buscas desde o domingo (21) e deve retomar nesta segunda-feira (22). Na manhã desta segunda-feira (22), o comandante do 5º Batalhão de Bombeiros, Capitão Miranda, deu mais detalhes sobre a ocorrência:

“No dia 20, às 14h30, recebemos o chamado sobre o afogamento de três pessoas no Rio Itapecuru, mais precisamente no povoado Aliança, próximo ao Bar Pontão, a 30 km da zona urbana de Caxias. De pronto acionamos uma equipe extra para se deslocar até o local e realizar as buscas. Ao chegar ao local tivemos a informação que seriam duas pessoas e não três, uma mulher (Luzia Aguiar, de 38 anos) e uma criança (Mateus Aguiar, de 6 anos). Os mesmos estavam numa canoa atravessando o rio com o marido/pai (João Batista Aguiar)  quando a canoa começou a entrar água e afundou. O homem conseguiu nadar até a margem do rio. Desde então os outros dois continuam desaparecidos”.

“Estamos no terceiro dia de buscas, já percorremos mais de 30 km de rio, mas até agora as vítimas não foram encontradas, pois o Rio Itapecuru possui muitos riscos. A correnteza e a visibilidade zero dificultam muito as buscas. Mas tenham certeza que essa ocorrência está sendo nossa maior prioridade”, acrescenta o Capitão Miranda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.