Policia Militar prende assaltantes usando tornozeleiras eletrônicas em Itapecuru-Mirim

A Polícia Militar prendeu seis pessoas em Itapecuru-Mirim. Todos são suspeitos de integrar uma quadrilha de assaltantes de motocicleta que agiam na região, entre os municípios de Santa Rita e Itapecuru. Dois deles estavam em liberdade condicional e estavam sendo monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

Os detidos foram: Jefferson Gomes da Silva Lima, 21 anos; Raimundo Nunes Santos Moraes, 30 anos; Wanderson Mendes Carvalho, 21 anos; Pedro Lucas Mendes Carvalho, 18 anos; Wemerson Mendes Carvalho (Uga Uga), 18 anos; e um adolescente de 16 anos. Todos são moradores de Itapecuru-Mirim.

Segundo a PM, a guarnição de serviço foi informada, via telefone, que uma motocicleta havia sido tomada de assalto no povoado Outeiro dos Pires, em Santa Rita. De posse dessa informação a mesma deslocou-se, de imediato, para o local no intuito de capturar os infratores, que empreenderam fuga.

Moto e drogas   

A polícia deu início ás buscas dos criminosos, sendo informada de que eles estavam na cidade de Itapecuru-Mirim, precisamente no bairro das Malvinas.

Chegando ao local indicado, a PM localizou os autores do roubo, sendo que no mesmo local a guarnição conseguiu capturar o restante da quadrilha que realizava vários assaltos na região.

Os acusados estavam em uma residência onde tentaram empreender fuga e houve uma grande resistência, mas a PM conseguiu obter êxito por meio da utilização da força.Com eles a polícia apreendeu: uma moto Honda CG Titan 150 de cor vermelha e placa OJP-8897, que foi tomada de assalto, além de quatro papelotes de maconha.

Liberdade condicional   

A vítima do assalto reconheceu Wemerson Mendes Carvalho, conhecido como “Uga Uga” e o adolescente como autores do assalto. Os detidos foram apresentados sem lesões corporais na Delegacia de Polícia de Itapecuru-Mirim.

De acordo com a polícia, todos os detidos são reincidentes em prática delituosas e que já possuem diversas passagens pela Delegacia de Polícia, inclusive dois estavam em liberdade condicional sendo monitorados por tornozeleiras eletrônica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.