Vaticano diz que papa Francisco não enviou terço a Lula

Santa Sé emitiu comunicado no qual explica que o terço, que seria entregue por ex-consultor do Vaticano a Lula, foi abençoado pelo papa, mas que rosários assim “são levados, como o Santo Padre deseja, a tantos prisioneiros do mundo, sem entrar no mérito de realidades particulares”

O Vaticano divulgou, nesta terça-feira (12/6), uma nota na qual busca esclarecer o episódio em que um rosário abençoado pelo papa Francisco foi entregue ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso há mais de dois meses em prédio da Polícia Federal em Curitiba.

O rosário abençoado por Francisco que advogado argentino desejava entregar a Lula durante visita

Segundo o Vaticano, o terço não foi enviado pelo papa a Lula. A Santa Sé diz que o advogado argentino Juan Grabois, ex-consultor do Pontifício do Conselho de Justiça e Paz, que tentou visitar Lula na segunda-feira (11/6), levou um terço “abençoado pelo papa”, mas que “terços como esse são levados, como o Santo Padre deseja, a tantos prisioneiros do mundo, sem entrar no mérito de realidades particulares”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.