Remoção de bancas de jornal no Renascença causa revolta e comoção em São Luís

DPE-MA protocola ação que obriga o município de São Luís a realocar bancas de revista no Renascença | Maranhão | G1

blank

Conhecida pela sua atuação firme e coerente quando esteve na condição de deputada estadual (2003–2011), a  advogada Helena Barros Heluy criticou duramente a postura do Ministério Público do Maranhão, por meio da Promotoria de Controle Externo de Combate à Violência Policial, que tem como titular o promotor Cláudio Guimarães. As informações são do Domingos Costa.

Helena disse por meio das suas redes sociais que não entende o que motivou o Ministério Público a tomar a atitude de remover as bancas de revistas instalados na Avenida do Vale, no bairro do Renascença. “As bancas de revista são um símbolo de resistência à não leitura, mostrando que ainda há pessoas que lêem, nesta terra. Eu só queria entender.” Reclamou Heluy

Outro advogado, Rafael Silva, ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-MA, que é contra a remoção disse que “as bancas de jornal são pontos de cultura e informação. Devem ser valorizadas e não ameaçadas de remoção autoritária “.

–  Outro lado 

De acordo com o promotor  Cláudio Guimarães, a retirada das bancas é uma decisão administrativa, a prefeitura de São Luís acatou um pedido do Ministério Público do Maranhão.  Além disso, de acordo com a prefeitura de São Luís, a instalação das bancas era irregular, por terem sido construídas sobre um canteiro de avenida, o que dificulta tráfego de pedestre no local.

Segundo a Prefeitura, o Executivo estava acompanhando uma ação do MP e que já havia se prontificado a ceder aos donos das bancas um novo local, ao lado do Monumental (anexo do Tropical Shopping Center). Nesse local os empreendedores poderiam permanecer de forma definitiva

O comentário da foto abaixo é da professora Maria Vitoria Bouças e a foto abaixo é da jornalista Yndara Vasques:

“A pessoa da foto é a senhora Marlúcia Aires no momento em que recebeu a notícia do seu despejo e dos imensos danos causados à sua humilde sobrevivência. Olhe para ela! Olhe para o olhar dela. Olhe a quantas anda a maldade humana em tempos tão difíceis. Enquanto isto, quem mandou derrubar não chora essas lágrimas da dona Marlúcia.
Ah, Deus! Até quando?”

blank

ABAIXO IMAGENS DA REMOÇÃO DAS BANCAS DE REGISTAS DE SÃO LUÍS:

blankblankblankblank

CONFIRA TAMBÉM ABAIXO OS VÍDEOS DAS RETIRADAS DAS BANCAS DE REGISTAS DA CAPITAL:

Motorista morre carbonizado após caminhão de carvão pegar fogo no interior do Maranhão

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a fatalidade aconteceu na tarde de quinta-feira (15), no município de Buriti, no interior do Maranhão, na rodovia  MA-034,  nas proximidades da entrada do povoado Santa Cruz, localizado a 8 km da sede do município.

Segundo a PM, um caminhão carregado de carvão bateu em um poste e pegou fogo. O motorista ainda não identificado teria tentado sair do caminhão, que foi atingido por fios da rede elétrica, e acabou eletrocutado pela descarga e acabou morrendo carbonizado na cabine.

Ainda segundo a PM, o caminhão era um Mercedes amarelo com placas da cidade de Coelho Neto. A polícia militar foi acionada e esteve no local com o caminhão ainda em chamas. O corpo foi retirado da cabine por uma equipe do IML e liberado aos familiares.

Confira o vídeo: 

Abrigo da Praça João Lisboa começa a ser demolido no Centro de São Luís

O abrigo na Praça João Lisboa no Centro Histórico foi inaugurado em 1951 na administração do interventor Paulo Ramo, durante o Governo Eugênio Barros e estava com a estrutura comprometida. No lugar dele serão refeitos os jardins que faziam parte do Largo do Carmo antes da construção do famoso “Como em Pé”. 

Abrigo da Praça João Lisboa é demolido | O Imparcial

O processo de demolição do abrigo que fica localizado na Praça João Lisboa, no Centro Histórico da capital maranhense, começou nas primeiras horas da manhã deste sábado (17).

Com problemas na estrutura, histórico abrigo da praça João Lisboa será demolido | Folha Maranhense

A demolição do local só foi autorizada depois que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional avaliou os laudos periciais.

Abrigo da Praça João Lisboa é demolido

Os comerciantes que ocupavam o coreto serão indenizados. A previsão é o trabalho de demolição e limpeza do abriga da João Lisboa seja feito durante todo o sábado, e na próxima segunda-feira (19), deve-se iniciar os trabalhos para a construção de uma nova praça. A decisão também é do IPHAN.

Abrigo da Praça João Lisboa no Centro Histórico é demolido

Com a proposta de extensão, com bancos e canteiros, após a demolição do abrigo, o largo do Carmo ganha características originais. A previsão é que a requalificação do largo do Carmo e praça João Lisboa seja entregue no início de novembro

Abrigo da Praça João Lisboa é demolido | O Imparcial

A obra tem custo de R$ 5 milhões e meio de reais realizada pela Prefeitura de São Luís com recursos próprios. O Abrigo na praça João Lisboa foi inaugurado em 1951 na administração do interventor Paulo Ramos durante o Governo Eugênio Barros.

Abrigos da João Lisboa - São Luís

O antigo Abrigo do Largo do Carmo era conhecido como “Come em Pé” por ser um local de venda de lanche. Na área funcionavam 10 boxes e ainda três bancas. Apesar de ser um abrigo público, os ocupantes vão receber uma indenização da Prefeitura de São Luís .

VEJA COM FOTOS!!! Hotel do SESC pega fogo no bairro Olho D`água em São Luís

Na madrugada deste sábado (17), por volta das 00h e 40min, foi registrado um incêndio no hotel do SESC, no bairro do Olho D’água, na orla marítima de São Luís. 

As chamas estavam concentradas no depósito de mercadorias do estabelecimento onde haviam diversos materiais com substâncias químicas. O Corpo de Bombeiros Militar (CMB MA) foi acionado para atender a ocorrência.

Após a extinção das chamas 10 hospedes e um funcionário precisaram de atendimento médico e tiveram que ser atendidos por três Unidades de Serviço Móvel de Urgência (SAMU), sendo encaminhados para UPAs de São Luís.

No estabelecimento haviam 30 hóspedes que estavam alojados em 13 apartamentos pelos dois prédios do hotel. O incêndio ocorreu no depósito do térreo de um dos prédios.

Com o conhecimento da situação, parte da equipe de bombeiros armou uma linha de mangueira e controlou as chamas e outra parte se encarregou de evacuar o prédio. Devido os materiais químicos do depósito, como água sanitária, desinfetante e desengordurante, a fumaça gerada pelo incêndio se tornou tóxica, impedindo a descida dos hóspedes do hotel.

Por causa da fumaça tóxica presente no local, muitas pessoas inalaram e ficaram desesperadas. A evacuação só pôde ser concluída após o fogo ser totalmente apagado pelos bombeiros.

O hotel foi interditado e a Defesa Civil foi acionada para avaliar a estrutura do prédio e elucidar as causas do acidente. Segundo o CBMMA, era perceptível problemas no teto do térreo.

Veja a nota do SESC:

Da redação com informações de O Imparcial. Fotos: Corpo de Bombeiros Militar

Colisão de Honda HR-V com moto mata motoqueiro no interior do Maranhão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que uma colisão frontal causou a morte de um motociclista nesta quinta-feira (15), no quilômetro 187 da BR-135, nas proximidades do município de São Mateus, localizado no interior do Estado do Maranhão.

Condutor de motocicleta morre após colisão frontal na BR-135

Rafael Santana Gouveia, de 21 anos de idade, conduzia uma moto Honda/CG 150 que sofreu bateu em um Honda HR-V que realizava ultrapassagem. Quatro pessoas ocupavam o automóvel, todos saíram ilesos, exceto um passageiro que apresentou lesões leves.

O condutor do HR-V realizou teste do etilômetro, com resultado negativo para a ingestão de bebida alcoólica, e foi conduzidO à Delegacia de Polícia Civil pelo possível crime de homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Esta foi a segunda morte, em menos de 3 horas, ocasionada por colisão frontal nas rodovias federais do Maranhão.

Menina de dois anos envia ‘nudes’ da mãe para os amigos em rede social

A norte-americana Emily Schmitt, 30 anos, foi surpreendida ao perceber que uma de suas filhas – a pequena Carsyn, 2 anos – enviou a 15 de seus contatos no Snapchat uma foto sua nua.

De acordo com a agência Kennedy News & Media, Emily deixou a menina brincar com seu celular enquanto secava o cabelo, mas não imaginava que a criança estava tirando fotos de seu bumbum.

A mãe, que tem outras três filhas e vive em Ohio, nos Estados Unidos, só percebeu quando foi avisada por amigos que receberam a mensagem. Além de pessoas próximas, ela diz que a foto também foi enviada a ex-colegas de trabalho e faculdade. Ao todo foram 15 pessoas que receberam a imagem.

“Eu literalmente acho que morri por um minuto e depois voltei à vida para poder contar às pessoas o que aconteceu”, lembra. “Felizmente foi o Snapchat, então temos que pensar nos pontos positivos. A foto não foi salva e ninguém fez uma captura de tela.” 

Emily conta ainda que, no momento de desespero, se surpreendeu com a reação do marido. “Quando liguei para meu marido, Derek, ele caiu na gargalhada e disse: ‘Só mesmo Carsyn faria isso, estou chateado que ela não tenha enviado para mim’”, brincou. (Revista Crescer)

Idosa de 75 anos morre de infarto em quarto de motel com namorado de 25

Idosa de 75 anos morre após sofrer infarto em motel no litoral do Piauí

Uma mulher de 75 anos faleceu após passar mal em um motel na cidade de Parnaíba, litoral do Piauí. A idosa estava em um quarto acompanhada do namorado, 25 anos, quando sofreu uma possível parada cardíaca. O caso aconteceu no último sábado (10).

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para o atendimento, mas quando os paramédicos chegaram até o local da ocorrência, constataram que a mulher já estava morta.

O Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado para remoção de corpo. O caso do óbito está sendo investigado. (Meio Norte)

Confira o vídeo: 

Hilux com equipe de campanha de prefeita capota perto de Bacabeira

Uma caminhonete Hilux que transportava material de campanha da prefeita de Anapurus, Professora Vanderly, tombou na BR-135, próximo à cidade de Bacabeira, na manhã desta sexta-feira (16).

Segundo informações de testemunhas do acidente, no carro havia quatro pessoas (3 homens e uma mulher) que retornavam de São Luís com destino a Anapurus, no interior do Maranhão.

De acordo com informações, apenas uma pessoa teve leves escoriações e foi conduzida ao hospital local. Os demais ocupantes nada sofreram, além do grande susto.

Fonte: William Fernandes

Empresária que comemorou divórcio em São Luís bate audiência no “Encontro com Fátima Bernardes”, da Globo

Duas maranhenses ganharam destaque hoje no programa Global “Encontro com Fátima Bernardes”, durante a manhã desta sexta-feira (16). Uma maranhense de coração (cantora Launa Prado) e a outra de alma, Carol Dourado, aquela que fez fotos para comemorar o divórcio e que viralizou na internet.

A atenção esteve mais focada em Carol, que é empresária e fez sessão de fotos em frente ao lugar onde casou, no Fórum Desembargador Sarney, no Calhau, assim que recebeu o resultado da separação oficial.

MA: empresária faz ensaio de fotos para celebrar divórcio e viraliza na web

No programa da Rede Globo, a empresária Carol disse para Fátima Bernardes que recebeu muitos elogios e críticas também e que viveu uma relação muito intensa e abusiva, que durou dois anos.

Empresária faz ensaio fotográfico para comemorar divórcio | O Imparcial

Da redação com informações do Luís Cardoso

Violência Doméstica – Assembleia apoia campanha ‘Condomínio Responsável, Mulheres Seguras’ desenvolvida pelo TJMA

Violência Doméstica - Assembleia apoia campanha ‘Condomínio Responsável, Mulheres Seguras’ desenvolvida pelo TJMA

A Assembleia Legislativa do Maranhão é parceira do Tribunal de Justiça (TJMA) na campanha “Condomínio Responsável, Mulheres Seguras”, criada para divulgar a Lei Estadual nº 11.292, de autoria da deputada Daniela Tema (DEM), sancionada em 9 de julho de 2020.

A norma estadual obriga os condomínios residenciais localizados no Maranhão a comunicar aos órgãos de segurança eventuais ocorrências ou indícios de violência doméstica e familiar contra mulheres, crianças, adolescentes ou idosos.

O ato solene de lançamento da campanha foi realizado nesta quarta-feira (14), na abertura da sessão por videoconferência do Pleno do Tribunal de Justiça, conduzido pelo presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (CEMULHER), desembargador Cleones Cunha, com anuência do presidente do TJMA, desembargador Lourival Serejo.

A campanha pretende divulgar em todos os condomínios residenciais do Maranhão o conteúdo disposto na referida lei, por meio da distribuição de material informativo, nos formatos digital e impresso.

TJMA lança campanha de prevenção à violência doméstica em condomínios

Durante a sessão plenária do TJMA, que marcou o ato de lançamento da campanha, o desembargador Cleones Carvalho Cunha externou os agradecimentos à Assembleia Legislativa, pela parceria na confecção de cartilhas, cartazes e folders que serão distribuídos nos condomínios.

Em ofício encaminhado ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), o presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar parabenizou a Casa Legislativa “por estabelecer mais um importante canal de denúncias em favor das vítimas de violência doméstica, especialmente em um momento de isolamento social no qual os registros de pedidos de medidas protetivas de urgência têm sido mitigados”.

Lançada campanha de prevenção à violência doméstica em condomínios no Maranhão – Jornal Pequeno

Comunicação

A Lei Estadual nº 11.292, de autoria da deputada Daniela Tema, sancionada em 9 de julho de 2020, obriga os condomínios residenciais localizados no estado do Maranhão a comunicar, aos órgãos de segurança, eventual ocorrência ou indício de violência doméstica e familiar contra mulheres, crianças, adolescentes ou idosos.

De acordo com a lei supracitada, a comunicação deve ser realizada pelos síndicos e/ou administradores à Polícia Civil ou à Brigada Militar sempre que houver ocorrência ou indício de violência doméstica ou familiar, por telefone e por escrito, no prazo de até 24h após a ciência do fato.

 “Essa lei traz a obrigatoriedade para todos os condomínios de denunciarem os casos de violências domésticas ocorridas em seus recintos e colocarem a divulgação em seus espaços, inclusive, nos que são verticais, como seus elevadores”, explicou o desembargador Cleones Carvalho.

Tribunal de Justiça lança campanha de combate à violência contra mulheres em condomínios | Maranhão Hoje

Informações

A Cartilha “Condomínio Responsável, Mulheres Seguras”, que será distribuída durante a campanha, traz informações sobre os tipos de violência doméstica e familiar, a forma de denunciar crimes dessa natureza, as medidas protetivas de urgência, além de direcionar funcionários, síndicos e condôminos sobre os procedimentos que devem ser adotados em caso de violência contra a mulher.

A cartilha também informa os diversos canais de denúncia, tais como o Disque 180, o e-mail [email protected]; o aplicativo “Proteja Brasil”; o site da Ouvidoria https://ouvidoria.mdh.gov.br e o Disque 190 (telefone de emergência da Polícia Militar do Maranhão).