Três pessoas morrem em dois graves acidentes no interior do Maranhão

A Polícia Rodoviária Fedeeral  informou que dois graves acidentes foram registrados na manhã desta quinta-feira (5) nos municípios de Morros e Tutóia, localizados no interior do Estado do Maranhão. Três pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida.

O primeiro acidente foi registrado nas primeiras horas da manhã no povoado Santana, zona rural do município de Morros, localizado a 100 km de São Luís. De acordo com a PRF, o veículo estancou em uma ponte e caiu em um riacho. Duas pessoas morreram, dentre elas dois idosos.

Segundo uma sobrevivente do acidente, o motorista do veículo, teria sofrido um mau súbito. Os corpos das vítimas foram levados para o Hospital Municipal de Morros (HRM).

ASSISTA! Incêndio atinge apartamentos no bairro do Olho D’ Água, em São Luís

O Corpo de Bombeiros Militar informou que quatro apartamentos foram atingidos por um incêndio na noite de quarta-feira, (4) em uma das torres do condomínio Cidade de Milão, localizado na Avenida Mário Andreazza, no bairro do Olho D’ Água, em São Luís.

O incêndio ocorreu na torre Norte e as equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas para o local e conseguiram controlar  o fogo. No momento do incêndio moradores entraram em pânico porque não sabiam como procederem e não conseguiram nem deixar o local.

As primeiras equipes dos Bombeiros que chegaram ao local tiveram dificuldades para acessar o condomínio.  Todo porque vários moradores assustados tentavam ao mesmo tempo tirarem os veículos do condomínio.  Isso acabou gerando um congestionamento.

Apesar do susto ninguém ficou ferido e Corpo de Bombeiros deve fornecer dentro das próximas horas um laudo com as causas do incêndio. Os próprios moradores documentaram em vídeos a situação.

Um dos moradores do prédio é o cantor Tom Cleber. Ele e os familiares deixaram o apartamento no primeiro sinal de incêndio.

“Nos estamos aqui fora do apartamento, do nosso condomínio, pegou fogo no décimo primeiro andar. O meu apartamento fica no quarto andar. Tá todo mundo fora de seus apartamento em todos os blocos, porque eles desligam os elevadores”, disse o músico.

Confira o vídeo:

Osmar Filho promulga Lei que amplia prazo de licença paternidade em São Luís

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), promulgou projeto de lei, de autoria dos vereadores Raimundo Penha (PDT) e Paulo Victor (PTC), que amplia o prazo da licença paternidade para servidores do município.

A proposta foi encaminhada pelo presidente para publicação no Diário Oficial do Município (DOM).

A nova Lei adequa à Legislação Municipal ao que já foi estabelecido nas esferas federal e estadual, ampliando de cinco para vinte dias o benefício para servidores públicos municipais nas situações de nascimento de seu filho ou adoção de criança.

“Trata-se de um avanço para o servidor municipal que, a partir de agora, passa a dispor de mais tempo, tanto para acompanhar o início da vida do filho, seja ele biológico ou adotivo, como para auxiliar a mãe neste momento importante”, comentou Raimundo Penha.

“Sou servidor público do município e sempre tive a consciência de que esta garantia também deveria ser estendida ao funcionalismo de São Luís. É mais um avanço para esta importante categoria”, completou o pedetista.

O projeto que deu origem à referida Lei deu nova redação ao artigo nº 168, da Lei Municipal 4.615/06, que dispõe sobre o Estatuto dos Servidores Públicos do Município de São Luís.

De acordo com ele, o estabelecimento de um novo prazo de vinte dias como licença paternidade assegura o direito do servidor, que terá tempo razoável para prestar maior assistência ao filho, resguardando a consolidação dos vínculos afetivos.

Ainda de acordo o novo dispositivo, estender o direito ao pai é uma resposta às demandas crescentes na sociedade, sendo que também possibilita uma maior convivência familiar integradora e estabilizadora das relações intrafamiliares.

Apresentador Gugu deixou um seguro de vida milionário para os três filhos

Além da fortuna estimada em R$ 170 milhões, o apresentador Gugu Liberato, que morreu em 22 de novembro, deixou um seguro de vida milionário para os filhos. Segundo a colunista Keila Jimenez, Gugu teria feito um seguro há muitos anos no valor de R$ 15 milhões.

Os beneficiários do seguro, ainda de acordo com a colunista, seriam João Augusto, Sofia e Maria Liberato, os filhos que Gugu teve com Rose Miriam di Matteo. O dinheiro, no entanto, não será liberado agora. A seguradora norte-americana fará, primeiro, uma apuração sobre as causas da morte do apresentador.

A viúva e os filhos de Gugu já retornaram para Orlando, Estados Unidos, para tentar retomar a vida. Nesta segunda-feira (02/12/2019), João Augusto tinha uma prova na escola.

Gugu Liberato foi velado na última quinta-feira (27/11/2019) na Assembleia Legislativa de São Paulo. Mais de 5 mil fãs do artista passaram pelo local. Na sexta (28/11/2019), ele foi enterrado na mesma cripta do pai.

(Por: Metrópoles) 

Morre aos 59 anos em São Luís de derrame pleural o jornalista Alterê Bernardino

O jornalista Alteré Bernardino Azevedo Nunes, de 59 anos, morreu na noite desta segunda-feira (2), em consequência de um derrame pleural. Ele era membro integrante da equipe da assessoria de comunicação da Câmara de Vereadores de São Luís.

Alteré Bernardino iniciou sua carreira profissional nos primeiros anos da década de 1980, quando foi contratado como repórter do extinto jornal “Diário do Povo”. Ele ainda teve passagens por vários jornais e revistas da capital maranhense.

Na Câmara Municipal de São Luís, Alteré Bernardino ingressou no ano de 1984, trabalhando sempre no setor de Comunicação, onde exerceu o cargo de direção por duas oportunidades, quando o então vereador Manoel Ribeiro presidiu o parlamento.

Já na Assembleia Legislativa teve marcante atuação como diretor adjunto da Casa, ao lado do jornalista e radialista Lauro Leite, que exercia a função de diretor de Comunicação.

O velório ocorrerá na própria casa de Alteré, na Rua da Saúde, no Centro, onde sempre residiu. O sepultamento será no cemitério do Gavião.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE JORNALISTAS DE TURISMO

Nota de Pesar

A Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo – Abrajet / Seccional – MA se solidariza com a família e amigos neste momento de grande pesar pelo falecimento do jornalista, historiógrafo, Alteré Bernardino Nunes, na tarde desta segunda-feira, 02 de dezembro, em São Luís/Maranhão.

Alteré Bernardino atuou em diversas redações de jornais impressos da capital exercendo com afinco a profissão jornalística, sempre marcada pela ética, profissionalismo e determinação.

De personalidade forte e marcante na elaboração dos seus textos, o jornalista foi atuante, tendo sido ao lado de José Ribamar Nogueira Gomes, o Peninha, co-fundadores do JP Turismo, com o jornalista e publicitário Gutemberg Marques Bogéa, na década de 90. Nos últimos tempos, exercia a função de assessor de imprensa na Câmara de Vereadores de São Luís.

Em face a esta súbita partida, prestamos nossas sinceras condolências e pedimos a Deus que dê ao nosso amigo o merecido descanso eterno em seu reino.

Gutemberg Marques Bogéa

Diretor do JP Turismo e Presidente da Abrajet/MA

SINDICATO DOS JORNALISTAS

NOTA DE PESAR

Com grande consternação, comunicamos o prematuro falecimento, na noite desta segunda-feira, do jornalista Altere Bernardino, aos 59 anos.

Altere era redator da Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal , mas já exerceu cargos de chefia na Assembléia Legislativa e na própria Câmara de Vereadores. Foi redator do Jornal de Hoje e Tribuna do Nordeste e professor de curso pré pré-vestibular.

Transmitimos aos familiares e amigos do pranteado as nossas condolências e elevando nossas preces ao Altíssimo, rogando que o receba em sua morada e conforte os amigoe e parentes do falecido.

Douglas Cunha

SINJOR-SLZ

Últimas mensagem postadas no Facebook

Celso Coutinho é condecorado pela Assembleia em reconhecimento ao trabalho prestado em favor do MA

Ex-deputado Celso Coutinho recebe a medalha do presidente da Assembleia, Othelino Neto, propositor da honraria

O ex-deputado e ex-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), Celso Coutinho, foi homenageado, nesta segunda-feira (2), pelo Parlamento Estadual com a Medalha do Mérito Legislativo Manuel Beckman. A honraria foi proposta pelo chefe do Legislativo maranhense, deputado Othelino Neto (PCdoB), e pelo deputado Edivaldo Holanda (PTC). A sessão solene, que marcou a entrega da condecoração, foi prestigiada por familiares, amigos, parlamentares e autoridades.

A solenidade foi presidida por Othelino, que, na ocasião, destacou que Celso Coutinho, além de ter sido deputado e ex-presidente do Parlamento Estadual, foi também prefeito do município de Guimarães e tem uma longa trajetória de serviços prestados ao estado. O presidente da Alema afirmou ainda que a entrega da Medalha Manuel Beckman ao ex-parlamentar é uma referência a sua história de dedicação ao Maranhão.

“Essa é, certamente, uma das homenagens mais merecidas entre as já propostas por esta Casa, não só pelo fato de Celso Coutinho ter sido deputado estadual e presidido, com muita competência, o Poder Legislativo, mas pela sua trajetória de dedicação a este estado. É um maranhense que nos enche de orgulho, porque sempre por onde passou deixou uma bela marca de trabalho, seriedade e dedicação”, ressaltou.

Celso Coutinho agradeceu a homenagem do Assembleia Legislativa e pontuou que a política deve ser divulgada, por ser uma instituição que cria o bem-estar social. “Fui militante estudantil, presidente da União Maranhense de Estudantes, a UME; e presidente de diretório acadêmico, então, aprendi muito por onde passei e cheguei até aqui. Essa honraria que recebo é muito significativa para mim. Estou profundamente feliz, alegre e honrado com essa homenagem”, declarou.

Solenidade de entrega da Medalha Manuel Beckman ao ex-deputado Celson Coutinho, na Assembleia

Os deputados Wellington do Curso (PSDB), Mical Damasceno (PTB), Felipe dos Pneus (PRTB), Zito Rolim (PDT) e Helena Duailibe (Solidariedade) também prestigiaram a solenidade. Eles destacaram a trajetória política de Celso Coutinho e a sua contribuição para o Maranhão. “A Assembleia faz uma justa homenagem a esse grande parlamentar, que honrou esta Casa. É um homem a quem tenho apreço, carinho e admiração”, afirmou o deputado Wellington.

Presente na solenidade, o também ex-deputado e ex-presidente da Alema, Manoel Ribeiro, disse que Celso Coutinho é um homem que tem um reconhecido trabalho pelo estado e uma grande trajetória como político. “O Celso foi um grande deputado e essa homenagem é justíssima. Conheço Celso Coutinho há muito tempo e temos até laços familiares. É um homem íntegro, trabalhador, um grande maranhense”.

Sobre o homenageado

Tabelião do cartório do 2º Ofício de Notas de São Luís, Celso Coutinho nasceu na cidade de Guimarães, no Litoral Norte do estado, em 8 de dezembro de 1930. É advogado, formado pela extinta Faculdade de Direito do Maranhão. Começou sua carreira através de movimentos estudantis, chegando a presidir a União Maranhense de Estudantes (UME).

Foi presidente da Assembleia Legislativa em 1984, quando o Maranhão atravessou grande turbulência política, por ocasião da escolha dos deputados que atuariam como delegados nas eleições indiretas, que elegeu Tancredo Neves para a Presidência da República, no Congresso Nacional.

Coutinho elegeu-se pela primeira vez prefeito de sua cidade em 1969. Liderou um movimento para a construção do Hospital Municipal que ficou conhecido como “Passeata das Pedras”, no qual os moradores doaram as pedras para a edificação daquela casa de saúde.

Durante sua carreira política, foi eleito quatro vezes deputado estadual e duas vezes prefeito do município de Guimarães.

Celso Coutinho disse que a concessão da medalha pela Assembleia representa um ato muito significativo em sua vida

Idoso de 72 anos morre após colidir com moto em galhos de árvores no Maranhão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o idoso Antônio Jorge Facciolo,  72 anos, morreu no final da tarde de domingo (1º), após a sua motocicleta colidir em galhos de árvores na BR-226 no município de Porto Franco, a 720 km de São Luís.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 17h30 quando o idoso trafegava no acostamento da rodovia no sentido das cidades de Porto Franco e Lajeado Novo, quando, bruscamente, próximo ao km 565, ele colidiu em uns galhos de árvores que estavam no acostamento, logo após uma curva.

De acordo com a PRF, com a força do impacto, o motociclista perdeu o controle do veículo e acabou tombando. O local do acidente apresentava sinalização horizontal de proibição de ultrapassagem em ambos os sentidos e bom estado de conservação.

A perícia técnica da Polícia Civil de Imperatriz, a 626 km da capital, compareceu ao local do acidente para os procedimentos de praxe. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também compareceu ao local.

O corpo de Antônio Jorge Facciolo foi removido por uma funerária após a perícia do Instituto de Criminalística (Icrim) de Imperatriz e a motocicleta foi entregue aos familiares da vítima. (Com informações do G1MA)

Toyota Hilux atropela motocicleta e mata duas pessoas na BR-135, em Bacabeira

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que uma colisão frontal entre uma caminhonete Toyota Hilux e uma motocicleta no início da manhã desta segunda-feira (2) causou a morte de duas pessoas na BR-135 no município de Bacabeira, a 58 km de São Luís.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 06h20, no km 54 da BR-135, o condutor de uma caminhonete, que não teve a sua identidade revelada, que se deslocava sentido do interior para a capital teria invadido a contramão e colidiu na motocicleta.

Os ocupantes da motocicleta que morreram logo após a batida viajavam de Rosário para a cidade de Santa Rita. Eles foram identificados como Manoel de Jesus Sales Martins, de 35 anos, e Valmir Gomes da Silva, 72. Os corpos foram removidos pelo IML.

As vítimas caíram em local diferente, uma no acostamento e outra no centro da rodovia, sobre a faixa de divisão de fluxos, e vários destroços dos dois veículos se espalharam sobre a rodovia no local da colisão. O trânsito ficou engarrafado após o acidente. (PRF)

Subtenente da PMMA morre afogado durante travessia na Lagoa do Cassó, em Primeira Cruz

O subtenente Marcelo, da Polícia Militar do Maranhão, morreu, por volta das 17h de domingo (1º), durante travessia na Lagoa do Cassó, em Primeira Cruz, a 217 km de São Luís. O Corpo de Bombeiros realizou operação e conseguiu localizar o corpo de Marcelo.

Segundo informações, o subtenente fazia a travessia, acompanhado da esposa, em uma pequena canoa, que virou. O casal não sabia nadar. O militar solicitou ao canoeiro que ajudasse sua esposa que ele iria se virar.

O canoeiro conseguiu salvar a esposa, mas Marcelo terminou morrendo afogado. O sargento Emílio acompanhava o casal no passeio. O Corpo de Bombeiros de Barreirinhas foi acionado, mas localizou o corpo do militar já sem vida.

A Lagoa do Cassó possui águas mornas, límpidas e tranquilas, atingindo 20 metros de profundidade na época da cheia, quando consegue atravessar o sangradouro e desembocar no rio Preguiças. (Com informações do Gilberto Lima)

Grupo Fleury compra laboratório Inlab de São Luís (MA) por R$ 90 milhões

O Grupo Fleury anunciou na noite de quinta-feira (28) a compra de 100% do Inlab (Investigação Laboratorial Ltda.) por R$ 90 milhões. O Inlab atua em análises clínicas por meio de 21 unidades de atendimento e uma área técnica na região metropolitana de São Luís, Estado do Maranhão.

O Grupo Fleury é uma das maiores e mais tradicionais empresas de medicina diagnóstica do País. Segundo a empresa, a receita bruta estimada do Inlab no Maranhão, nos últimos 12 meses findos em setembro de 2019, atingiu R$ 39,9 milhões.

Com a aquisição, o Fleury entra no Maranhão, o quarto estado no Nordeste que o grupo tem operação. Ele também está presente em São Paulo, Rio, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

“A aquisição do Inlab reflete a estratégia do Fleury de expandir sua capilaridade nacional de forma orgânica e inorgânica. Nos últimos três anos, inauguramos 54 novas unidades de atendimento”, afirmou a diretora executiva de negócios do grupo, Jeane Tsutsui.

No ano passado, o Fleury já havia adquirido o Laboratório Lafe, no Rio, por R$ 170 milhões, e o Instituto de Radiologia de Natal, no Rio Grande do Norte, por R$ 90,5 milhões. Em 2019, o grupo comprou o Diagmax, no Recife, Pernambuco, por R$ 112 milhões, e o Centro de Patologia Clínica de Natal.

“O Inlab tem uma reputação forte. Tem um alinhamento cultural muito grande com tudo aquilo que o Fleury presa em relação ao atendimento ao cliente. É focado em análises clínicas e tem portfólio diferenciado”, enfatizou Jeane.

“Nós estamos em um momento em que a empresa tem uma visão muito clara de sua estratégia de fortalecimento da medicina diagnóstica. Além disso, a gente também tem se posicionado em termos de gestão de saúde”, completou.

A executiva evitou falar em próximas aquisições, mas reafirmou que o grupo está sempre atento a oportunidades. Atualmente, o Fleury tem mais de 9 mil colaboradores e em torno de 2 mil médicos que trabalham com o grupo.