Rodoviários ameaçam deflagrar nova greve de ônibus em São Luís

Greve dos rodoviários entra no 5º dia na Grande São Luís - Portal MA98

A Procuradoria Regional do Trabalho da 16ª região realizou, na sexta-feira, 19, reunião entre o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário no Estado do Maranhão (STTREMA) e o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís (SET) para dar seguimento às negociações sobre as demandas da categoria.

A audiência, que foi conduzida pelo procurador do trabalho Maurel Mamede Selares, mais uma vez, foi finalizada sob impasse. O SET afirmou que não tem condições de atender a todas as reivindicações dos trabalhadores, sem o auxilio da Prefeitura de São Luís.

Uma nova reunião, com a presença da Prefeitura de São Luís, será marcada para depois do dia 30 de novembro. Representantes do Sindicato dos Rodoviários não descartam uma nova greve, caso a pauta de reivindicações da categoria não seja atendida.

Mãe e filho somem após canoa virar em rio no MA; corpo da criança foi achado

Dois tripulantes de uma canoa desapareceram após caírem dentro do rio Itapecuru, na zona rural de Caxias, cidade localizada a 356 km de São Luís, no último sábado (20). Os desaparecidos foram identificados como Luzia Aguiar, de 38 anos e Mateus Aguiar, de 6 anos, mãe e filho. O corpo de Mateus foi localizado nesta segunda-feira (22).

Segundo o Corpo de Bombeiros, Luzia Aguiar e Mateus Aguiar estavam na canoa junto com o pai quando ela virou e eles submergiram na água. No entanto, o pai conseguiu se salvar e nadou até a margem, onde pediu ajuda para salvar a esposa e o filho, que já tinham submergido.

O Corpo de Bombeiros do Maranhão está realizando buscas desde o domingo (21) e deve retomar nesta segunda-feira (22). Na manhã desta segunda-feira (22), o comandante do 5º Batalhão de Bombeiros, Capitão Miranda, deu mais detalhes sobre a ocorrência:

“No dia 20, às 14h30, recebemos o chamado sobre o afogamento de três pessoas no Rio Itapecuru, mais precisamente no povoado Aliança, próximo ao Bar Pontão, a 30 km da zona urbana de Caxias. De pronto acionamos uma equipe extra para se deslocar até o local e realizar as buscas. Ao chegar ao local tivemos a informação que seriam duas pessoas e não três, uma mulher (Luzia Aguiar, de 38 anos) e uma criança (Mateus Aguiar, de 6 anos). Os mesmos estavam numa canoa atravessando o rio com o marido/pai (João Batista Aguiar)  quando a canoa começou a entrar água e afundou. O homem conseguiu nadar até a margem do rio. Desde então os outros dois continuam desaparecidos”.

“Estamos no terceiro dia de buscas, já percorremos mais de 30 km de rio, mas até agora as vítimas não foram encontradas, pois o Rio Itapecuru possui muitos riscos. A correnteza e a visibilidade zero dificultam muito as buscas. Mas tenham certeza que essa ocorrência está sendo nossa maior prioridade”, acrescenta o Capitão Miranda.

“Ninguém acredita que sou vereador”, conta parlamentar que sofreu racismo em hospital de São Luís

O vereador de São Luís, Eni Ribeiro, do Coletivo Nós, relatou ter passado por uma situação de racismo durante uma visita ao Hospital da Criança, enquanto cumpria a agenda oficial. O episódio aconteceu na última terça-feira (16), em pleno Mês da Consciência Negra.

De acordo com o relato, Eni Ribeiro tinha reunião marcada com a diretora do hospital, Luciane Duailibe, mas foi impedido de entrar no local pelo segurança, que não acreditou que era vereador. Segundo a assessoria, ele ainda foi ridicularizado pelo vigilante: “ele [o segurança] ainda ficou fazendo piada do tipo ‘tu? Vereador? Tu pode ser vereador lá na tua cidade, mas aqui não’. E ficava rindo e falando para os outros lá, com deboche: ‘olha esse aí querendo dizer que é vereador’”.

Apesar do acontecido, o vereador decidiu por não entrar com ação contra o segurança. “O segurança é também negro e classe trabalhadora. Então ele processando não muda nada em relação ao racismo”, se posicionou a assessoria.

Confira a nota emitida pelo Coletivo Nós:

Quando falamos que existe uma estrutura racista, estamos falando que nossa sociedade se moldou para negar até a vida política ao povo preto, indígena, favelado, da zona rural e pertencentes a grupos ‘minoritários’ .

Ontem passei por mais um episódio de racismo enquanto cumpria uma agenda oficial como co-vereador legítimo e eleito pelo @sounos.sl. Eu aprendi bem cedo que, independente do lugar que eu ocupe, meu ponto de partida sempre será o mesmo, e serei julgado por isso…

Não vou mudar o meu cabelo, nem me embranquecer, não irei negar a minha origem periférica, para poder entrar em padrões estabelecidos por quem sequer me reconheceu.

Reaja ao racismo ou serás morto!
Reaja ao racismo ou serás morta!”

Portal  Guará

Homem morre cortado por hélice de avião no aeroporto de Teresina

Um mecânico morreu na noite de sexta-feira (19), após sofrer um grave acidente envolvendo uma hélice de aeronave durante um trabalho de manutenção no aeroporto de Teresina, localizado na zona Norte da capital. A vítima foi identificada como Antônio Francisco Pereira, funcionário da empresa Top Line.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros de Teresina, o estado de  Antônio Francisco era crítico. Ele recebeu um golpe na altura no ombro, teve o braço dilacerado e perdeu muito sangue.

Viaturas dos bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionadas ao local para socorrer o mecânico, mas ele não resistiu e foi à óbito.

O próprio SAMU confirmou a informação momentos após ele ter sido encaminhado a uma unidade hospitalar de Teresina. A Polícia Civil investigará o caso para descobrir as dinâmicas e as causas do incidente envolvendo o mecânico.

O corpo do mecânico foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e liberou por volta das 22h.

Bastante consternado, o piloto de avião Raimundo Neiva, proprietário da empresa Top Line, disse que está prestando apoio e assistência à família do mecânico que trabalhava na oficina há cerca de dez anos.

“Ele estava consertando o avião de um cliente e ocorreu essa fatalidade. Perdemos um amigo”, lamentou o dono da empresa.

Pelas redes sociais, amigos também lamentaram a perda e relembraram que  Antônio Pereira era um grande profissional.

Luciano Szafir desfila com bolsa de estomia no São Paulo Fashion Week

Luciano Szafir na SPFW

Mais um dia de São Paulo Fashion Week entrou para a história da moda. Na noite de quinta-feira (18/11), Luciano Szafir surpreendeu o público no desfile do estilista Walério Araújo, acompanhado da sua bolsa de estomia, popularmente conhecida como bolsa de colostomia.

Para quem não sabe, há quatro meses o ator faz uso do item, após complicações da Covid-19. O propósito foi chamar atenção para causa e, pensando nisso, o estilista trouxe uma roupa personalizada para que o “acessório” ficasse visível, como forma de combate ao preconceito, afinal, não há motivo para tristeza, aversão, vergonha ou reclusão, né? Muito pelo contrário. (Metrópoles)

Garoto de 4 anos morre eletrocutado e moradores apontam descaso da Equatorial

O garoto Emanuel Gabriel Gonçalves Pereira, 4 anos, morreu na manhã de sexta-feira, 19, após sofrer uma descarga elétrica ao tocar um fio de alta tensão que estava exposto na rua, na cidade de Davinópolis.

Segundo informações de testemunhas, um morador que passava pelo local e percebeu a criança em choque foi quem usou um pedaço de madeira para evitar que o garoto continuasse em contato com o fio energizado e auxiliou nos primeiros socorros. A criança foi levada para o Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), mas não resistiu aos ferimentos.

Os moradores da cidade estão revoltados com a situação e denunciaram que o problema é antigo e há pelo menos três meses os fios de energia vêm se rompendo, mas que a Equatorial estaria fazendo pequenos reparos em vez de trocar os cabos da rede.

A Equatorial Maranhão lamentou a situação e se pronunciou por meio de nota. Veja na íntegra:

Nota de esclarecimento

A Equatorial Maranhão lamenta profundamente a situação que vitimou uma criança de 04 anos, nesta sexta-feira (19) no município de Davinópolis.

A distribuidora informa que prestará todo o apoio necessário aos familiares neste trágico acidente e realizará a análise das causas, além de acompanhar a perícia técnica feita pelas autoridades competentes.

Com informações do Imirante.com

Dono do Maracap é preso durante operação policial no Ceará

O empresário Vanderlei Freire, um dos sócios da empresa Maracap no Maranhão, foi preso nessa quinta-feira (18), durante a Operação “Públio Vatínio”, deflagrada pela Polícia Civil do Ceará.  Ele foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Vanderlei, que é ex-prefeito da cidade cearense de Várzea, é investigado por suspeita de envolvimento numa organização criminosa de exploração do jogo do bicho e em crimes contra a administração pública no estado do Ceará.

Durante a operação, foram cumpridos 97 mandados judiciais, além do afastamento de seis vereadores e servidores de cinco cidades cearenses.

Segundo as investigações, Vanderlei comanda operações de jogos em vários estados do Brasil, entre eles o Maracap no Maranhão, que atua sob força de liminar judicial.

Durante a operação, 39 carros de luxo, R$ 700 mil dinheiro, e cinco armas de fogo foram apreendidos. As investigações apontam ainda a movimentação de mais de R$ 400 milhões no período de 2014 a 2020 pelos 52 investigados.  (MA98)

VÍDEO! Teto de escola recém-reformada pela Prefeitura de São Luís desaba e ameaça alunos e funcionários

Centenas de estudantes da Escola Anexo Terceiro Milênio, no Bairro Turu, em São Luís, escaparam de um tragédia anunciada, quando voltariam para assistir aulas presenciais na escola administrada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed)

No mesmo dia que a construtora responsável entregou a obra de reforma para a direção da escola, o teto do refeitório desabou, atingindo um funcionário da limpeza. O desabamento ocorreu por causa da forte chuva que caiu sobre São Luís na quinta-feira.

Assim como os professores e demais funcionários, os pais de alunos estão denunciando o descaso da Prefeitura de São Luís, que anunciou o retorno das aulas pesenciais para a próxima semana. Caso o problema não seja resolvido, uma tragédia pode acontecer.

Confira o vídeo: .

Tribunal da Justiça concede a Medalha Desembargador Antônio Velozzo ao médico José Nicodemos Barbosa

Dr. Nicodemos Barbosa ao lado do filho, o advogado Marcus Lacerda Barbosa

O Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão (TJ/MA) concedeu, na manhã desta sexta-feira (19), às 10h, na Sala de Sessões Plenárias da Corte, a Medalha do Mérito Desembargador Antônio Rodrigues Velozzo ao médico José Nicodemos Barbosa, do UDI Hospital.

A indicação da honraria para o médico Nicodemos Barbosa foi uma iniciativa da desembargadora Maria das Graças de Castro Duarte Mendes e aprovada, por unanimidade, em sessão plenária do Tribunal de Justiça do Maranhão, no dia 20 de outubro.

Ao receber a medalha ao lado do filho, o advogado Marcus Lacerda Barbosa, Dr. Nicodemos Barbosa agradeceu a toda a Corte de Justiça do Estado do Maranhão, especialmente à Dra. Maria das Graças de Castro Duarte Mendes, que fez sua indicação.

A ‘Medalha do Mérito Judiciário Desembargador Antônio Rodrigues Vellozo’ cultua a memória do primeiro presidente do Tribunal da Relação de São Luís. A comenda é concedida a personalidades que tenham prestado relevantes serviços à Justiça.

Saiba o que pode acontecer com a fortuna de Marília Mendonça

Discussão sobre herança pode parar na Justiça, que definirá administrador de patrimônio com fiscalização do MP até herdeiro ter maioridade

Marilia Mendonça

Depois de entrar para a memória como uma das cantoras mais bem sucedidas da atual geração da música sertaneja brasileira, Marília Mendonça, que morreu aos 26 anos, deve ter sua herança discutida por meio de inventário na Justiça de Goiás. A família dela ainda não divulgou se ela deixou algum testamento registrado.

Filho de Marília Mendonça com o cantor Murilo Huff, o menino Léo, que vai completar 2 anos no dia 16 de dezembro, é o herdeiro natural de toda a herança da cantora. Ela morreu, no último dia 5 de novembro, em queda de aeronave, em Piedade de Caratinga (MG), com mais quatro pessoas. Huff não era casado com a cantora, que recebeu várias homenagens após sua morte.

Léo está sob os cuidados do pai e da avó materna, Ruth Moreira, em guarda compartilhada. No entanto, se não prevalecer oficialmente essa medida, resultado de comum acordo entre os dois, uma batalha judicial pela guarda do menino pode começar a ser travada nos próximos meses. Isso poderia ocorrer justamente porque quem ficar com a criação da criança é quem administrará a fortuna até a maioridade dela.

Fortuna

Marília não parou de faturar com suas composições, sempre muito tocadas nas principais plataformas de streaming e, por isso, seu patrimônio não parava de crescer. Estima-se que o faturamento mensal da cantora girava em torno de R$ 10 milhões e que a fortuna dela chegaria a R$ 500 milhões neste final de ano.

Ela acumulava dinheiro principalmente com shows, lives (durante a pandemia), royalties e produtos. Mas há informação de que ela possuiria bens como imóveis (urbanos e até rurais) e veículos. Mas não se sabe, de fato, a amplitude de seus investimentos.

“Marília Mendonça só tem um herdeiro, o filho dela”, explica a advogada Ludmila Torres, ex-presidente da Comissão de Direito de Família da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO). “Neste caso, o filho herda tudo segundo o direito brasileiro”, reforça o advogado Márcio Lima.

Como o menino ainda é criança, que tem os direitos resguardados por lei, a Justiça deverá definir o gestor do patrimônio até que o filho dela complete 18 anos de idade, para atingir a maioridade e definir, por conta própria, como usará a herança recebida.

“O pai da criança, naturalmente, seria o gestor do patrimônio dela. É claro que nada impede de o filho ficar sob os cuidados da avó, que, em consenso com o cantor, poderá fazer compartilhamento de gestão do patrimônio, a não ser que apareça um testamento”, acrescenta Ludmila.

Testamento

A advogada Chyntia Barcellos, membro do Instituto Brasileiro de Direito das Famílias em Goiás (Ibdfam-GO), ressalta que Ruth não é herdeira da cantora, a não ser que a artista tenha deixado um testamento contemplando a mãe com parte de seu patrimônio, no limite de até 50%. “Se Marília não tivesse filho, a mãe dela seria a herdeira”, explica.

Chyntia acredita que, possivelmente, Ruth vai dar entrada no inventário na Justiça, porque a filha dela era solteira. Neste caso, o Judiciário deverá intimar Murilo Huff por ser o pai da criança e seu representante legal.

“Como o herdeiro é menor de idade, [o inventário] não pode ser feito administrativamente. Tem que ser por meio da Justiça”, diz a integrante do Ibdfam-GO. “O pai pode querer abrir inventário em nome do filho, e o juiz pode, ou não, concordar”, acrescenta Chyntia.

MP

Como Marília Mendonça tem apenas um herdeiro, que tem menos de 18 anos, o Ministério Público também poderá solicitar informações sobre a gestão da fortuna depois de ser definido o administrador. “Informações sobre a administração do patrimônio podem ser requisitadas pelo MP para saber como está sendo gerido”, observa Ludmila.

“O fiscal da lei é o MP, que zela pelos interesses de quem tem menos de 18 anos. Qualquer movimentação financeira e venda de bens, por exemplo, têm de ser feitas em juízo, em razão do interesse do filho, até ele completar 18 anos. Depois, ele mesmo vai gerir esse patrimônio e decidir se vai repassar parte a alguém”, ressalta Chyntia.

O inventário deve ser protocolado na Vara de Sucessões da comarca de Goiânia e deve levar até anos para a conclusão de seu processo, conhecido por ser demorado e burocrático em razão do grande número de informações patrimoniais que precisam ser levantadas e confirmadas. (Metrópoles)